Influência dos períodos, seco e chuvoso, sobre os parâmetros clínicos em caprinos das raças Canindé e Moxotó

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-10-01

Autores

Xavier Eloy, Angela Maria
de Aguiar, Francisco Cavalcante
Pinheiro, Raymundo Rizaldo
Mendes Silva, Nadiana Maria
Lemos de Brito, Roberta Lomonte [UNESP]
de Araujo, Adriana Mello
de Brito, Ismenia Franca
Furtado, Joao Ricardo

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Soc Medicina Veterinaria Estado Rio de Janeiro

Resumo

Os caprinos têm um sistema de termorregulação que visa manter a temperatura corporal constante dentro de certos limites, independente da temperatura ambiente. Quando esses limites são estabelecidos, eles são usados em diversos mecanismos fisiológicos para manter a temperatura corporal (TC) dentro dos limites normais. Assim, a produção animal pode diminuir devido ao estresse térmico causado por temperaturas elevadas, especialmente em áreas semi-áridas como o Nordeste do Brasil. Este trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento fisiológico de diferentes grupos genéticos de caprinos nativos de acordo com a resposta fisiológica das varáveis temperatura retal (TR), frequência respiratória (FR), batimentos cardíacos (BC) e movimentos ruminais (MR), e estabelecer os parâmetros fisiológicos para estas raças sob as condições do semiárido do Nordeste do Brasil. Foram selecionados aleatoriamente 30 animais, sendo cinco machos e dez fêmeas da raça Canindé e cinco machos e dez fêmeas da raça Moxotó, dos quais foram aferidos as variáveis BC, FR e TR nos meses de abril e setembro/2007 e 2008. Observou-se influência significativa (P<0,05) do período do ano no BC, na FR e na TR na raça Canindé, sendo observados valores mais elevados de BC e TR no período chuvoso. Na raça Moxotó observou-se uma diferença significativa (P<0,05) quanto ao BC e TR entre os períodos estudados, sendo observadas na estação seca maiores valores para estas variáveis. Também se observou nesta raça, uma correlação negativa (47%) entre a temperatura ambiente (TA) e TR no período seco, enquanto que no período chuvoso, essa correlação foi positiva (28%). A correlação entre TA e BC foi negativa (21%) no período chuvoso e, positiva (25%) no período seco. Na raça Canindé observou-se correlação negativa (39%) entre TA e movimento ruminal (MR) na época chuvosa, enquanto que no período seco, essa correlação foi positiva (33%). Os parâmetros clínicos avaliados neste estudo encontram-se dentro da normalidade para a espécie caprina no semi-árido nordestino e a raça Moxotó apresentou comportamento condizente com uma maior tolerância ao clima da região e um maior grau de adaptabilidade.
Eloy A.M.X., Aguiar F.C., Pinheiro R.R., Silva N.M.M., de Brito R.L.L., de Araujo A.M. de Brito I.F. & Furtado J.R. [Influence of the dry and rainy periods on clinical parameters in Caninde and Moxoto goats]. Influencia dos periodos, seco e chuvoso, sobre os parametros clinicos em caprinos das racas Caninde e Moxoto. Revista Brasileira de Medicina Veterinaria 33(4):246-252, 2011. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Caprinos e Ovinos, Fazenda tres Lagoas, Estrada Sobral-Groairas, km 4, Sobral, CE 62010-970, Brasil. E-mail: angela@cnpc.Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA).brGoats have a thermoregulatory system which maintains a constant body temperature within certain limits regardless the room temperature. When these limits are established, they are used in various physiological mechanisms maintaining body temperature within normal limits. Thus the animal production may fall due to thermal stress caused by high temperatures, especially in tropical areas like Northeast of Brazil. This work aimed to evaluate the physiological behavior from different goats genetic groups through physiological answers of rectal temperature (RT), respiratory frequency (RF), heart beat (HE) and ruminal movements (RM) and also to establish the physiological values for these breeds under semi arid conditions from Northeast of Brazil. It was randomly selected 30 animals, five males and ten females Caninde and five males and ten females Moxoto breed. It was obtained the HB, RF and RT in April and September/2007 and 2008. It was observed a significant influence (P < 0.05) of the period of the year on HB, RF and RT in Caninde breed, being observed higher values of HB and RT in the rainy period. In Moxoto it was observed a significant difference (P < 0.05) in HB and RI between the periods studied, being observed in the dry season the highest HB and RT. The correlation between air temperature (AT) and RT was negative (47%) in the dry period to Moxoto, whereas in the rainy season the correlation was positive (28%). Also the correlation between AT and HB was negative (21%) in the rainy period and positive (25%) in the dry season. In Caninde breed it was observed negative correlation (39%) between AT and RM in the rainy season, while in the dry period this correlation was positive (33%). According to this study the clinical parameters are within the normal range for the goat specie in the Northeast semi-arid and the Moxoto breed showed a pattern consistent with better tolerance to the regional climate and a higher degree of adaptability.

Descrição

Palavras-chave

Small ruminants, semi arid region, Thermoregulation

Como citar

Revista Brasileira de Medicina Veterinaria. Rio de Janeiro: Soc Medicina Veterinaria Estado Rio de Janeiro, v. 33, n. 4, p. 246-252, 2011.