Anuros da Reserva Natural Salto Morato, Guaraqueçaba, Paraná, Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-12-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Instituto Virtual da Biodiversidade (BIOTA/FAPESP)

Resumo

O objetivo do presente estudo é apresentar a lista de espécies de anfíbios da Reserva Natural Salto Morato (RNSM), uma reserva de Mata Atlântica no Estado do Paraná, sul do Brasil. O parque está localizado no litoral norte do Paraná, na divisa com o Estado de São Paulo. Nós amostramos ambientes lênticos e lóticos, bromélias e serrapilheira durante os meses de setembro de 2006 a março de 2007. Na RNSM foram registradas 42 espécies de anfíbios anuros, pertencentes a nove famílias, sendo uma espécie endêmica da área de estudo. Nós registramos 14 modos reprodutivos dos anuros na área de estudo. Na RNSM, 50% das espécies de anuros ocorreram em mais de 50% das amostragens, 26% das espécies foram registradas entre 25-50% das amostragens e 24% das espécies foram raras, ocorrendo em menos de 25% das amostragens. A RNSM até o presente momento é a área com a maior diversidade de anfíbios e de modos reprodutivos do Paraná. Esses fatores evidenciam a importância da RNSM para a conservação dos anfíbios.
Here we present a survey of amphibian species of the Reserva Natural Salto Morato (RNSM), an Atlantic rainforest reserve in Paraná, southern Brazil. We sampled lentic and lotic water bodies, phytotelmata and leaf litter from September 2006 to March 2007. We found 42 species from nine families, one of which is endemic to the study area. Additionally, we recorded 14 reproductive modes. In the RNSM, 50% of anuran species occur in more than 50% of samples, 26% of species occurred between 25 and 50% of samples, and 24% were rare, occurring in less than 25% of samples. The reserve holds the highest diversity of amphibians and reproductive modes in Paraná. Our results emphasize the importance of RNSM for amphibian conservation.

Descrição

Palavras-chave

Amphibia, Floresta Atlântica, taxocenose, modos reprodutivos, riqueza, Amphibia, Atlantic Forest, assemblage, reproductive modes, richness

Como citar

Biota Neotropica. Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP, v. 12, n. 4, p. 137-145, 2012.