Fatores motivacionais de um aluno de treinamento personalizado

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2017

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A large number of people does not practice any kind of physical activity. There are many factors, however, the most serious of them is the sedentary lifestyle. In other words, do not worry and do not feel motivated to practice any physical activity. The study has the purpose to demonstrate and give possibilities for a professional in the area of Physical Education to work and understand motivation with their students through personalized training. This research aims to provide tools for a professional to understand how the motivational aspects are linked to a training session. We adopted the documentary and bibliographical research method, studying articles and magazines that added in the formation of a personal trainer, in relation to the motivational factors of its clients. Whereas, it is important that the Personal Trainer put into practice the learning in a gradual and precise, since a good service followed by a guarantee of result to his client, differentiates and puts him in the spotlight in the job market. The concern with their health, appearance and their positioning in front of the market are fundamental for the capture and the lower rate of student evasion. Understanding the themes and problematizations made in the present study, it is up to the professional to also show to his student the importance of the analysis of these motivational factors presented here. Through motivating classes, care and concern for its client the tendency of the recognition of the professional before the society tends to increase. It is known that the study may generate a greater interest for the psychological view in the fitness world and that help the professionals of the area for a better formation and improvement in these aspects
Grande parte da população mundial não pratica nenhum tipo de atividade física. Muitos são os fatores, porém o mais grave deles tem sido o comodismo ao sedentarismo, ou seja, não se preocupar e não sentir-se motivado para uma prática de atividade física. O estudo tem como ênfase demonstrar e dar possibilidades de um profissional da área da Educação Física trabalhar e entender a motivação com seus alunos através do treinamento personalizado. O trabalho possui como objetivo oferecer ferramentas para que um profissional entenda como os aspectos motivacionais estão ligados à uma sessão de treino. Adotou-se o método de pesquisa documental e bibliográfica, estudando artigos e revistas que acrescentaram na formação de um personal trainer, em relação aos fatores motivacionais dos seus clientes. Assim feito, é importante que o Personal Trainer coloque em práticas os aprendizados de forma gradual e precisa, visto que um bom atendimento seguido de uma garantia de resultado a seu cliente, o diferencia e o coloca em destaque dentro do mercado de trabalho. A preocupação com a sua saúde, sua aparência e seu posicionamento frente ao mercado, são fundamentais para a captação e menor índice de evasão de alunos. Entendendo os temas e as problematizações feitas no presente estudo, cabe ao profissional mostrar também a seu aluno a importância da análise desses fatores motivacionais aqui apresentados. Através de aulas motivantes, cuidado e preocupação com seu cliente, a tendência do reconhecimento do profissional perante a sociedade tende a aumentar. Entende-se que o estudo possa gerar um maior interesse para o olhar psicológico no mundo fitness e que auxiliem os profissionais da área para uma melhor formação e aprimoramento nesses aspectos

Descrição

Palavras-chave

Esportes - Aspectos psicológicos, Preparadores físicos pessoais, Motivação (Psicologia), Exercícios físicos, Educação fisica

Como citar

SANTOS, Lucas Moura Vilas Boas dos. Fatores motivacionais de um aluno de treinamento personalizado. 2017. 30 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Educação Física) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências (Campus de Rio Claro), 2017.