Desenvolvimento larval de Macrobrachium birai Lobão, Melo & Fernandes (Crustacea, Decapoda, Caridea, Palaemonidae) em laboratório

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2005-03-01

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Sociedade Brasileira de Zoologia

Resumo

Macrobrachium birai Lobão, Melo & Fernandes, 1986, espécie de camarão de água doce do Brasil, foi capturada no Rio Branco, Cananéia, Estado de São Paulo, Brasil. No início do desenvolvimento embrionário os ovos têm cor verde oliva e tamanho médio de 0,60 x 0,43 mm. As larvas foram criadas, individualmente, a temperatura média de 25ºC. O desenvolvimento larval de Macrobrachium birai é do tipo prolongado, constituído de 15 estágios morfológicos de zoea e o decapodito. A metamorfose foi atingida em 144 dias de cultivo, através de 44 ecdises. As mudas ocorreram em intervalos de dois a oito dias e em média com 3,3 dias. As larvas de M. birai possuem algumas características morfológicas que podem diferenciá-las das larvas de M. olfersii (Wiegmann, 1836).
Macrobrachium birai Lobão, Melo & Fernandes, 1986, a native Brazilian species of freshwater shrimp, was captured along the coast of Rio Branco, Cananéia, state of São Paulo, Brazil. The eggs in early development were green and the average size was 0.60 x 0.43 mm. The larvae were reared in laboratory at average temperature of 25ºC. Macrobrachium birai has a prolonged larval development, with 15 morphological zoeal stages and the decapodito. The metamorphose was obtained in 144 days, through about 44 ecdysis. The molts occurred from two to eight days, in average of 3.3 days. The larvae of the M. birai present some morphological characteristics distinct from that of M. olfersii (Wiegmann, 1836).

Descrição

Palavras-chave

Brasil, camarão de água doce, Macrobrachium olfersii, morfologia larval, estágios de zoea, Brazil, freshwater shrimp, Macrobrachium olfersii, larval morphology

Como citar

Revista Brasileira de Zoologia. Sociedade Brasileira de Zoologia, v. 22, n. 1, p. 131-152, 2005.