Proposta de criação de um sistema de análise baseado em lógica fuzzy para os critérios de geoeducação em geoparques

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2020-03-26

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

No Brasil e no mundo é latente a necessidade de fazer a proteção, a ampliação e a promoção do patrimônio geológico, com a finalidade de garantir as próximas gerações acesso a este tipo de patrimônio natural, de modo econômica e ecologicamente sustentável. Diante disso, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - UNESCO criou a GGN - Global Geoparks Network, ou em sua tradução Rede Global de Geoparques - RGG. A Rede Global de Geoparques tem por função fazer a inclusão de novos parques membros, bem como, fazer a manutenção dos parques membros já existentes. Para que um parque seja postulante a membro do RGG, este deve atender uma série de requisitos, dentre as quais a Geoeducação, além disso, os parques membros de tempos em tempos devem passar por validação destes requisitos. Os parques candidatos possuem a dificuldade de elencar quais são as ações prioritárias num esforço de se tornarem membros da RGG. Como estes parques podem se tornar membros da RGG com o menor esforço. O presente trabalho se tem como objetivo apresenta uma proposta de criação um Sistema de Inferência Fuzzy (SIF) para tomada de decisões em Geoeducação, por parte dos gestores de áreas passíveis de se tornarem membros da RGG. A metodologia utilizada foi a teoria de conjuntos Fuzzy, através da criação de um sistema de inferência para geração de índices de adequação em Geoeducação das áreas candidatas. Foram criados 155 cenários para testar e validar o comportamento do sistema, o mesmo se mostrou adequado para tomada de decisão pelos gestores através do índice gerado. Assim a ferramenta de Tomada de decisão por meio da Lógica Fuzzy se mostrou bem consistente e de possível aplicação pelos gestores em relação a priorização de suas ações.
In Brazil and in the world, there is a latent need to protect, expand and promote geological heritage, with the aim of guaranteeing economic and ecologically sustainable access to this type of natural heritage for the next generations. Therefore, the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization - UNESCO created the GGN - Global Geoparks Network, or in its translation, the World Geoparks Network - RGG. The Global Network of Geoparks is responsible for including new member parks, as well as maintaining existing member parks. For a park to be a member of RGG, it must meet a series of requirements, among which Geo-education, in addition, member parks from time to time must undergo validation of these requirements. Candidate parks have the difficulty of listing what are the priority actions in an effort to become members of RGG. How these parks can become RGG members with the least effort. The present work aims to present a proposal to create a Fuzzy Inference System (SIF) for decision making in Geoeducation, by the managers of areas likely to become members of RGG. The methodology used was the theory of Fuzzy sets, through the creation of an inference system to generate adequacy indices in Geoeducation of the candidate areas. 155 scenarios were created to test and validate the behavior of the system, which proved to be adequate for decision making by managers through the generated index. Thus, the decision-making tool through Lògica Fuzzy proved to be very consistent and of possible application by managers in relation to the prioritization of their actions.

Descrição

Palavras-chave

Geoparque, Ciências ambientais, Educação ambiental, Conjuto difusos, Geoparks, Management, Geo-education, Fuzzy Inference System, Fuzzy logic

Como citar