Alteração nas frações das proteínas miofibrilares e maciez do músculo Longissimus de bovinos no período post mortem

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Resumo

The objective of this study was to identify by electrophoresis the changes in the fractions of muscle proteins during the post mortem period of different genetic groups and analyse the tenderness of meat samples refrigerated for 24 hours (not aged) and aged for 7 days. Were used forty-eight samples of Longissimus muscle from bovines of 4 genetic groups: 12 Nelore; 12 crossed ½ Aberdeen-Angus ½ Nelore x Brahman; 12 Brangus; 12 crossed ½ AberdeenAngus ½ Nelore x Pardo submitted to superprecoce biological model. From each sample two slices was retired, one of them was not aged and the other was aged for 7 days at 2 oC. In the analysis of shear force, both the nonaged samples, as those subjected to seven days of maturation did not differ on meat tenderness, but all of them showed acceptable tenderness, which can be explained by the low age at slaughter, which was provided by the fattening system that these animals were submitted. In the eletrophoretic analysis of bands of protein was noted degradation of myosin heavy chain and Troponin-T and the appearance of the 30 kDa fragment for all genetic groups after the 7 days period of aging. All the genetic groups showed good meat tenderness, regardless the ageing time.
Objetivou-se com o estudo identificar por eletroforese as mudanças nas frações das proteínas musculares durante período postmortem de bovinos de diferentes grupos genéticos e analisar a maciez da carne em amostras resfriadas por 24 horas (não maturadas) e maturadas por 7 dias. Foram utilizadas amostras do musculo Longissimus de quarenta e oito bovinos pertencentes a 4 grupos genéticos: 12 Nelore; 12 cruzados ½ Nelore ½ Aberdeen-Angus x Brahman; 12 Brangus; 12 cruzados ½ nelore ½ Aberdeen-Angus x Pardo, submetidos ao modelo biológico superprecoce. De cada uma delas foram retiradas duas fatias, uma não foi maturada e a outra maturada por 7 dias, a 2oC. Na análise da força de cisalhamento, tanto as amostras não maturadas, quanto as submetidas a 7 dias de maturação não diferiram quanto à maciez da carne, mas todas apresentaram maciez aceitável, o que pode ser explicado pela baixa idade dos animais no momento do abate, o que foi proporcionado pelo sistema de engorda a que estes animais foram submetidos. Na análise das bandas de proteínas da carne, medida pela eletroforese, notou-se degradação da cadeia pesada da miosina e da Troponina –T e o aparecimento do fragmento de 30 kDa para todos os grupos genéticos após o período de 7 dias de maturação.Todos os grupos genéticos apresentaram boa maciez da carne, independentemente do tempo de maturação.

Descrição

Palavras-chave

Superprecoce cattle, SDS-Page electrophoresis, Shear force, Genetic group, Myofibrillar proteolysis, Bovinos superprecoces, Eletroforese SDS-Page, Força de cisalhamento, Grupo genético, Proteólise miofibrilar

Como citar

Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 15, n. 4, p. 1027-1037, 2014.