ANÁLISE ESTRUTURAL EM RELICTOS DE CERRADO NO PARQUE ESTADUAL DO GUARTELÁ, MUNICÍPIO DE TIBAGI, ESTADO DO PARANÁ, BRASIL

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

This study was accomplished in existing Cerrado's relicts at State Park Guartelá, Tibagi, PR (24º39'10S and 50º15'25W), which represent one of the last extreme-meridional remanescents of this type of formation. Fifty plots with dimensions of 5x5m were allocated for phyto-sociological analysis, including in the sample individuals with height ≥ 1 m, divided into two samples to evaluate the following strata: a) upper- plants with DAS ≥ 3 cm, and b) intermediate - plants with DAS <3cm. Moreover, in each plot, there were established sub-plots with dimensions of 1x1m for sampling the lower stratum, comprised by individuals with height <1m and >10cm. The complete survey found 1340 individuals distributed in 28 families, 66 genera and 115 species. The diversity index was higher for the mean component (H'=3.30), followed by the superior component (H'=3.09) and the inferior (H'=2.91). The frequent occurrence of bushes is a remarkable characteristic of the physiognomy of the areas inside the park and 82 % of the populations studied are distributed in aggregated standard. Because it is a marginal region of occurrence of cerrado vegetation, now under the influence of a subtropical climate, more humid and cold, compared to the core area of this biome, it is noted that these areas are characterized by a decrease in stature, richness and diversity of its flora. Nevertheless, they preserve typical species of the Brazilian Savannah; but, due to their distribution in relicts and been, in part, devastated, some are included in the red list of endangered plants in Parana state, which evidences the importance of conservation and management of these areas.
O estudo foi desenvolvido em relictos de cerrado existentes no Parque Estadual do Guartelá, Tibagi-PR, (24º39'10S e 50º15'25W), os quais representam um dos poucos remanescentes extremo-meridional deste tipo de formação. Para a análise fitossociológica, foram alocadas 50 parcelas de 5 x 5 m, incluindo-se os indivíduos com altura ≥ 1 m, divididos em duas amostragens para avaliar os seguintes estratos: a) superior - plantas com DAS ≥ 3 cm; e b) médio - plantas com DAS < 3 cm. Ainda, em cada parcela foram estabelecidas subparcelas de 1 x 1 m para amostrar o estrato inferior, constituído por indivíduos com altura < 1 m e > 10 cm. No total foram amostrados 1.340 indivíduos, distribuídos em 28 famílias, 66 gêneros e 115 espécies. O índice de diversidade foi maior para o estrato médio (H'=3,30), seguido do superior (H'=3,09) e inferior (H'=2,91). A ocorrência frequente de moitas é uma característica notável da fisionomia das áreas do PEG, sendo que 82 % das populações analisadas distribuem-se com padrão agregado. Por se tratar de uma região limítrofe de ocorrência do Cerrado, sob influência atual de um clima subtropical, mais úmido e frio, comparado à zona core de tal bioma, nota-se que estas áreas se caracterizam por uma diminuição na estatura, riqueza e diversidade de sua flora. Apesar disso, preserva espécies características dos cerrados brasileiros, mas, por apresentarem distribuição em relictos e estes terem sido em parte devastados, algumas estão incluídas na lista vermelha de plantas ameaçadas de extinção no Estado do Paraná, o que evidencia a importância da preservação e manejo destas áreas.

Descrição

Palavras-chave

Southern Cerrado, Brazilian savannah, community structure, Campos Gerais do Paraná, Cerrado Meridional, estrutura de comunidade, Campos Gerais do Paraná

Como citar

Ciência Florestal. Universidade Federal de Santa Maria, v. 22, n. 3, p. 505-517, 2012.