Concepção dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São José dos Dourados sobre o uso, ocupação e conservação do solo por produtores rurais

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-02-18

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Despite water being a resource in the public domain, there are conflicts related to its multiple uses. Thus, the National Water Resources Policy created the National Water Resources Management System, in which the Hydrographic Basin is used as a territorial unit for the implementation of this policy (BRASIL, 1997). The Water Resources Management Unit-18 is managed by the São José dos Dourados River Basin Committee (ANA, 2011b), a region where agricultural practices are quite varied and land use in the region by pasture has suffered many problems with erosion (CBH-SJD, 2016a). Therefore, the objective of this work was to analyze the conception of the members of the São José dos Dourados River Watershed Committee regarding the Conservation and Use of Rural Land in the São José dos Dourados River Watershed. For this, an online form was created, where the data from the closed questions were analyzed according to the percentage and the open question through the Discursive Textual Analysis of Moraes and Galliazi (2006). The resultsshowed that, in the participants' conception, this Hydrographic Basin suffers interference from actions carried out by rural producers, such as: lack of riparian forests, deforestation, lack of legal reserve, lack of conservation of Permanent Preservation Areas (APPs), presence of erosion, exposed soil, lack of soil conservation, lack of basic sanitation, inadequate use of artesian wells, inadequate use of water by fish farming, citriculture, agriculture and the abundant use of fertilizers and pesticides in plantations, highlighting the importance of Environmental Education as an awareness and training tool for rural producers, aiming to reduce the impacts exerted on this Basin.
Apesar de a água ser um recurso de domínio público, ocorrem conflitos relacionados aos seus usos múltiplos. Assim, a Política Nacional de Recursos Hídricos criou o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, no qual utiliza a Bacia Hidrográfica como unidade territorial para implementação desta política (BRASIL, 1997). A Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos-18 é gerenciada pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São José dos Dourados(ANA, 2011b), região onde as práticas agrícolas são bastante variadas e o uso do solo na região pela pastagem tem sofrido muitos problemas com erosão (CBH- SJD, 2016a). Por isso, o trabalho teve por objetivo analisar a concepção dos membros do Comitê da Bacia Hidrográfica do rio São José dos Dourados quanto à Conservação e o Uso do Solo Rural na Bacia Hidrográfica do rio São José dos Dourados. Para isso, foi elaborado um formulário on line, contendo 12 questões, dentre elas, 11 questões fechadas, ou seja, de múltiplas escolhas e uma questão aberta. Os dados das questões fechadas foram analisados de acordo com a porcentagem e a questão aberta por meio da Análise Textual Discursiva de Moraes e Galliazi (2006). Os resultados apontaram que, na concepção dos participantes está Bacia Hidrográfica sofre interferência das ações exercidas pelos produtores rurais, como: a falta de matas ciliares, desmatamento, falta de reserva legal, falta de conservação das Áreas de Preservação Permanente (APPs), presença de erosões, solo exposto, falta de conservação do solo, evidenciando a importância da Educação Ambiental como uma ferramenta de sensibilização e capacitação aos produtores rurais, visando reduzir os impactos exercidos sobre esta Bacia.

Descrição

Palavras-chave

Política Nacional de Recursos Hídricos, Erosão, Práticas agrícolas, National Water Resources Policy, Erosion, Agricultural practices

Como citar