Competência lexical na proficiência do professor de inglês como língua estrangeira: uma análise do teste oral do epple

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014

Autores

Silva Neto, Teucle Maurílio [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Considering the literature published on assessment of oral proficiency (e.g. BAFFI-BONVINO, 2007; BORGES DE ALMEIDA, 2009; CONSOLO, 2007) of English teachers in training, there seems to be the need to redefine the profile of such teachers in Brazilian contexts. Thus, this work aims at analyzing and characterizing the lexical competence of pre-service teachers of a public university in São Paulo state. These teachers have undergone a trial version of the EPPLE (Proficiency Examination for Teachers of Foreign Languages). This study seeks, in light of the theoretical subsidies that support the research of the characteristics and quality of speech in English, to analyze linguistic aspects of the speech of candidates, such as the relevance and type of vocabulary used in the target language by interacting, the suitability of the lexical items to the task, negotiations of meaning that may arise from the difference between lexical competence of the candidates, lexical propriety (appropriateness of lexical item to the context and the coefficient of frequency of the item according to the subject matter). The methodology of this research is considered hybrid since it adopts procedures for quantitative and qualitative data analysis. The results obtained by comparing the data described above show that the students' performance, in general, does not vary significantly in the test versions analyzed (online and paper-based). These results point to the need for revision of the descriptors for the vocabulary produced in the oral test, the creation of an analytical scale that considers the differences between proficiency bands based not only on the frequency factor - but appropriateness to the context - that could best describe what should be achieved in the proficiency bands
Com a consideração de trabalhos na área (por exemplo, BAFFI-BONVINO, 2007; BORGES DE ALMEIDA, 2009; CONSOLO, 2007) de avaliação da proficiência oral de (futuros) professores de língua inglesa, verifica-se a necessidade de redefinir o perfil da PO dos professores de LI em contextos brasileiros. Neste sentido, este trabalho visa analisar e caracterizar a competência lexical na PO de formandos em Licenciatura em Letras em uma universidade pública do interior paulista, submetidos a uma versão experimental do EPPLE, o Exame de Proficiência para Professores de Línguas Estrangeiras. Busca-se, à luz dos subsídios teóricos que embasam a investigação das características e da qualidade da fala em inglês, de alunos-formandos de Licenciatura em Letras com habilitação nas línguas portuguesa e inglesa, analisarem-se aspectos linguísticos das falas dos alunos no teste oral do EPPLE, tais como, a relevância e o tipo de léxico utilizado na língua alvo pelos interagentes, a adequação deste léxico ao tema proposto pela tarefa, além de negociações de significado decorrentes da disparidade entre competências lexicais dos interagentes, a propriedade lexical (adequação do item de vocabulário ao contexto e coeficiente de frequência do item de acordo com o assunto tratado). A metodologia desta pesquisa é de natureza hibrida, uma vez que adota procedimentos quantitativos e qualitativos para a análise dos dados. Os resultados obtidos por meio da comparação dos dados descritos anteriormente mostram que o desempenho de um aluno, de maneira geral, não varia significantmente nas variantes do teste analisadas (presencial e virtual). Os resultados desta pesquisa apontam para a necessidade de revisão dos descritores de vocabulário para o teste, a criação de uma escala analítica que considere as diferenças entre as faixas baseadas não só no fator frequência - mas sim adequação ao contexto...

Descrição

Palavras-chave

Linguistica aplicada, Língua inglesa, Professores de ingles, Competência e desempenho, Avaliação de proficiência, Proficiência oral

Como citar

SILVA NETO, Teucle Maurílio. Competência lexical na proficiência do professor de inglês como língua estrangeira: uma análise do teste oral do epple. 2014. 112 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2014.