Efeitos de customizações da prótese total mandibular sobre a qualidade de vida, força de mordida e eletromiografia de músculos da mastigação de pacientes edêntulos: um estudo clínico analítico intervencional.

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-01-20

Orientador

Goiato, Marcelo Coelho

Coorientador

Pós-graduação

Odontologia - FOA

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

Objetivo: Avaliar se customizações da prótese total mandibular (reembasamento e restabelecimento da dimensão vertical de oclusão) influenciam na amplitude eletromiográfica dos músculos masseter e temporal, força máxima de mordida e qualidade de vida relacionada à saúde oral de indivíduos edêntulos. Materiais e métodos: Usuários de próteses totais que usavam o mesmo par de próteses por mais do que 5 anos foram incluídos (sem disfunção temporomandibular) (n=15). Avaliações de qualidade de vida (Oral Health Impact Profile for Edentulous – OHIP-EDENT), força máxima de mordida, e eletromiografia dos músculos masseter e temporal foram realizadas em 5 tempos diferentes (T1 – próteses antigas originais; T2 – após 18 dias de uso da prótese mandibular reembasada; T3 – após 18 dias do restabelecimento da dimensão vertical de oclusão; e T4 e T5 – 30 e 100 dias de uso de novas próteses totais. Resultados: Não houve diferenças significativas entre os pontos de tempo para todos os testes eletromiográficos e de força máxima de mordida. O OHIP-EDENT mostrou que o reembasamento pode contribuir para uma maior adaptação da prótese total mandibular e conforto do paciente (T2), em contrapartida T3 foi associado com o desconforto do paciente (p<0.05). Conclusão: Baseado na avaliação de qualidade de vida relacionada à saúde oral, o reembasamento da prótese total mandibular ocasionou um aumento do conforto mastigatório para os pacientes, e o restabelecimento prévio da dimensão vertical de oclusão causou um desconforto para os pacientes. A amplitude eletromiográfica mostrou que as customizações realizadas neste estudo não aumentaram ou diminuíram o esforço mastigatório significativamente. Além disso, todos os valores de força máxima de mordida observados estavam dentro do clinicamente aceitável.

Resumo (inglês)

Objective: To evaluate whether customizations of mandibular complete dentures (relining and restoration of the vertical dimension of occlusion) influence the electromyographic amplitude of the masseter and temporal muscles, maximum bite force and oral health-related quality of life of edentulous individuals. Materials and methods: Complete denture wearers who wore the same pair of dentures for more than 5 years were included (without temporomandibular dysfunction) (n=15). Assessments of quality of life (Oral Health Impact Profile for Edentulous – OHIP-EDENT), maximum bite force, and electromyography of the masseter and temporal muscles were performed at 5 different times (T1 - original old dentures; T2 - after 18 days of wearing relined mandibular denture; T3 - after 18 days of restoration of the vertical dimension of occlusion; and T4 and T5 - 30 and 100 days of wearing new complete dentures. Results: There were no significant differences between the time points for all electromyographic and maximum bite force tests. The OHIP-EDENT showed that relining can contribute to greater adaptation of the mandibular denture and patient comfort (T2), in contrast, T3 was associated with patient discomfort (p<0.05). Conclusion: Based on the assessment of quality of life related to oral health, the reline of the mandibular complete denture caused an increase in masticatory comfort for the patients, and the previous definitive restoration of the vertical dimension of occlusion caused discomfort for patients. The electromyographic amplitude showed that the customizations performed in this study did not significantly increase or decrease masticatory effort. In addition, all observed maximum bite force values were within the clinically acceptable range.

Descrição

Idioma

Português

Como citar