Efeito da suplementação da dieta de Astyanax lacustris com ácidos graxos essenciais ômega-3 na qualidade seminal

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-12-13

Autores

Silva, Lorena Pacheco da

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

Este trabalho objetivou verificar se a inclusão de ácidos graxos poliinsaturados ômega-3 (PUFAs-ô3) na dieta de machos de Astyanax lacustris melhoraria a qualidade seminal. Para tal, 500 exemplares foram dispostos em 20 caixas de 180L em sistema de recirculação e alimentados com ração 32% PB, sendo testados quatro níveis de inclusão (In) de óleo de peixe marinho rico em PUFAs-ô3 (In% = 0, 3, 6 e 9), durante 105 dias. Após este período os machos foram induzidos hormonalmente à espermiação e o sêmen coletado após 226 horas/grau. Sendo avaliados, osmolalidade, volume e coloração seminal, concentração, morfologia, motilidade espermática, integridade da membrana e parâmetros cinéticos espermáticos: motilidade total (MOT), progressiva (PRG), velocidades: curvilínea (VCL), linear (VSL) e média (VAP), coeficientes de linearidade (LIN) e de retilinearidade (STR), oscilação da trajetória espacial (WOB), amplitude de deslocamento lateral da cabeça (ALH) e frequência de batimento cruzado (BCF). A coloração seminal variou de esbranquiçado a amarelado. O volume seminal foi maior no tratamento Controle e, In-3%. A inclusão de PUFAs-ô3 influenciou positivamente nos parâmetros cinéticos, sendo que In-6% e In-9% propiciaram maiores valores para a maioria destes parâmetros, não diferindo estatisticamente entre si. Assim conclui-se que, a adição PUFAS-ô3 na alimentação de machos do characiforme Astyanax lacustris proporciona uma melhoria significativa na qualidade dos gametas.
This work aimed to verify whether the inclusion of omega-3 polyunsaturated fatty acids (o3-PUFAs) in the diet of Astyanax lacustris males would improve seminal quality. For this purpose, 500 specimens were placed in 20 boxes of 180L in a recirculation system and fed with 32% CP feed, being tested four levels of inclusion (In) of marine fish oil rich in PUFAs-ô3 (In% = 0, 3 , 6 and 9), for 105 days. After this period, the males were hormonally induced to spermiation and the semen was collected after 226 hours/degree. Being evaluated, osmolality, seminal volume and color, sperm concentration and morphology, membrane integrity and sperm kinetic parameters: total motility (MOT), progressive (PRG), velocities: curvilinear (VCL), linear (VSL) and average (VAP) , linearity (LIN) and straightness (STR) coefficients, trajectory oscillation (WOB), lateral head displacement amplitude (ALH) and cross-beat frequency (BCF). The seminal color varied from whitish to yellowish. The seminal volume was greater in the Control treatment and, In-3%. The inclusion of PUFAs-ô3 positively influenced the kinetic parameters, with In-6% and In-9% providing higher values for most of these parameters, not statistically different from each other. Thus, it is concluded that the addition of PUFAS-ô3 in the feeding of males of the characiformes Astyanax lacustris provides a significant improvement in the quality of the gametes.

Descrição

Palavras-chave

Análise seminal, CASA, Lambari-do-rabo-amarelo, PUFAs-ô3, Seminal analysis, Yellow tail lambari

Como citar