Unidades lexicais culturalmente marcadas no contexto de ensino de português para estrangeiros: uma proposta lexicográfica

dc.contributor.advisorSilva, Maria Cristina Parreira da [UNESP]
dc.contributor.authorSouza, Drielle Caroline Izaias Juvino
dc.date.accessioned2024-01-09T21:01:39Z
dc.date.available2024-01-09T21:01:39Z
dc.date.issued2023-11-24
dc.description.abstractDiversos fatores econômicos e geopolíticos têm colocado o Brasil em evidência no cenário mundial, o que ocasiona também crescente interesse na variante brasileira da língua portuguesa. Aprender a língua inclui, além dos conhecimentos linguísticos, os conteúdos culturais que aproximam o estudante estrangeiro do idioma do cotidiano e sem esse conhecimento, as chances de não compreensão de alguns enunciados ou de mal-entendidos tornam-se muito maiores. Não somente a língua, mas também a cultura se constitui como fator de identificação e reconhecimento entre indivíduos pertencentes a uma mesma comunidade. Ela está implícita na organização social, nas atitudes, nas atividades corriqueiras, costumes, crenças, tradições e nas superstições. Sendo o léxico o “tesouro vocabular” (Biderman, 1998a) da língua, torna-se um meio válido para acessar esse conhecimento cultural, que não é ensinado formalmente entre as pessoas da mesma comunidade, mas adquirido naturalmente no cotidiano e passado de geração em geração. Algumas palavras apresentam uma carga cultural tão forte que se tornam opacas aos que não partilham da mesma cultura (Galisson, 1988), sendo, portanto, menos acessíveis. Contudo, também são portas de entrada para o ensino desses conteúdos aos falantes não-nativos. Partindo dessa hipótese, esta pesquisa busca investigar a percepção desse público acerca dessas palavras potencialmente opacas e apontar quais recursos ele utiliza para tentar compreendê-las. Para tanto, o método survey é usado para que os estrangeiros que estão aprendendo o português do Brasil respondam um questionário virtual a respeito do entendimento de dez unidades lexicais previamente selecionadas a partir de uma análise documental de algumas edições da revista Veja, indicando uma escala de compreensão dessas unidades lexicais. Além disso, por meio do questionário, é possível verificar que os respondentes mobilizaram recursos variados para responder às questões, principalmente análise do contexto, conhecimento prévio e pesquisa on-line, ou seja, sugere como conseguem compreender as unidades lexicais potencialmente opacas. A reflexão acerca dos dados coletados permite a criação de um modelo de ficha lexicográfica, tendo em mente a elaboração de verbetes que possam tornar o léxico culturalmente marcado do português do Brasil mais acessível aos estrangeiros que desejam aprender o idioma, seja pela contribuição para a futura confecção de materiais lexicográficos voltados ao público-alvo, seja por apresentar uma possibilidade de sistematização desse léxico para o ensino e ampliação de vocabulário em português como língua estrangeira.pt
dc.description.abstractSeveral economic and geopolitical factors have placed Brazil in evidence on the world stage, which has also led to growing interest in the Brazilian variant of the Portuguese language. Learning the language includes, in addition to linguistic knowledge, cultural content that brings the foreign student closer to the language of everyday life. Without this knowledge, the chances of not understanding some statements or misunderstandings become much greater. Not only language, but also culture, are factors of identification and recognition among individuals belonging to the same community. It is implicit in the social organization, attitudes, everyday activities, customs, beliefs, traditions and superstitions. As the lexicon is the “vocabulary treasure” (Biderman, 1998a) of the language, it becomes a valid means of accessing this cultural knowledge, which is not formally taught among people in the same community, but acquired naturally in everyday life and passed from generation to generation. Some words have such a strong cultural charge that they become opaque to those who do not share the same culture (Galisson, 1988), therefore being less accessible. However, they are also gateways to teaching these contents to non-native speakers. Based on this hypothesis, this research investigates perceptions of this audience about potentially opaque words and points out which resources they use to try to understand them. To do so, the survey method is used so that foreigners who are learning Brazilian Portuguese can answer a virtual questionnaire regarding their understanding of ten lexical units previously selected from a documentary analysis of some editions of Veja magazine, indicating a comprehension scale about these lexical units. Furthermore, through the questionnaire, it is possible to verify that the respondents mobilized varied resources to answer the questions, especially context analysis, previous knowledge, and online research, which also suggests how they can understand potentially opaque lexical units. The reflection on the collected data allows making a lexicographical form model, keeping in mind the creation of entries that can make the culturally marked lexicon of Brazilian Portuguese more accessible to foreigners who wish to learn the language, whether by contributing to the future preparation of lexicographic materials aimed at the target audience or by presenting a possibility of systematizing this lexicon for teaching and expanding vocabulary in Portuguese as a foreign language.en
dc.identifier.citationSOUZA, Drielle Caroline Izaias Juvino. Unidades lexicais culturalmente marcadas no contexto de ensino de português para estrangeiros: uma proposta lexicográfica. 2023. 222 f. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos) – Universidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Preto, São José do Rio Preto, 2023.
dc.identifier.lattes8828408768982486
dc.identifier.orcid0000-0001-6729-155X
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/11449/252566
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.subjectLéxicopt
dc.subjectLexicografiapt
dc.subjectLexicografia pedagógicapt
dc.subjectCulturapt
dc.subjectLexiculturaen
dc.subjectPortuguês para estrangeirosen
dc.subjectPortuguês língua estrangeiraen
dc.subjectLexiconen
dc.titleUnidades lexicais culturalmente marcadas no contexto de ensino de português para estrangeiros: uma proposta lexicográfica
dc.title.alternativeCulturally marked lexical units in the teaching Portuguese to foreigners context: a lexicographic proposalen
dc.typeTese de doutorado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Preto
unesp.embargoOnline
unesp.examinationboard.typeBanca pública
unesp.graduateProgramEstudos Linguísticos - IBILCE 33004153069P5
unesp.knowledgeAreaLinguística aplicada
unesp.researchAreaLexicologia e Lexicografia

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
souza_dcij_dr_sjrp.pdf
Tamanho:
8.06 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Nenhuma Miniatura disponível
Nome:
license.txt
Tamanho:
3.03 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição: