Meta-análise: β-glucanos no desempenho produtivo e saúde de tilápias (Oreochromis spp)

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2022-12-06

Autores

Ito, Paulo Incane [UNESP]

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Resumo

A intensificação da aquicultura levou a um maior risco de problemas associados a patógenos e perdas econômicas resultantes de surtos de doenças. Como alternativa aos quimioterápicos comumente usados e cada vez mais proibidos, o uso de aditivos alimentares que aumentam a resposta imune dos peixes surgiu como uma ferramenta profilática para minimizar os efeitos negativos de doenças infecciosas e evitar as desvantagens da utilização de antimicrobianos. Como o imunoestimulante mais proeminente na aquicultura, o β-glucano pode modular tanto o sistema imune inato quanto o adaptativo, apresentando efeitos positivos na saúde e no crescimento de várias espécies de interesse comercial, como as tilápias. Portanto, uma revisão sistemática e meta-análise foi realizada para avaliar os efeitos do β-glucano no ganho de peso, perfil hematológico, resposta imune e expressão de genes associados ao estado de saúde da tilápia (Oreochromis spp.). Para obtenção dos dados, foi realizada uma busca de artigos publicados nas bases de dados Scopus e Web of Science utilizando os termos “tilápia” + “β glucan” ou sinônimos, sem restrição de tempo de publicação, totalizando 31 estudos cujos dados foram sistematizados em planilhas eletrônicas para realizar análises usando o software SAS OnDemand. Os dados foram divididos em tratamento controle e suplementados com β-glucano antes e após o desafio para permitir as análises de ganho de peso, sobrevivência após desafio bacteriano, parâmetros hematológicos e imunológicos, e também a análise descritiva de HSP70, TNF-α, IL-1β, Expressão dos genes CAT e SOD. Observou-se efeito positivo da suplementação de β-glucano no ganho de peso, bem como nos parâmetros hematológicos e imunológicos. Adicionalmente, a suplementação com β-glucano resultou em um aumento de 62,5% na taxa de sobrevivência dos peixes quando submetidos a um desafio bacteriano. Esses achados destacam claramente a capacidade imunomoduladora do β-glucano e seu potencial como estratégia nutricional para minimizar a utilização de antimicrobianos.
The intensification of aquacultural practices has led to a higher risk of pathogen-associated problems and economic losses resulting from disease outbreaks. As an alternative to the commonly used and increasingly prohibited chemotherapeutics, the use of feed additives that boost fish immune response has emerged as a prophylactic tool to minimize the negative effects of infectious diseases and avoid the drawbacks of antimicrobial utilization. As the most prominent immunostimulant in aquaculture, β-glucan can modulate both the innate and adaptive immune systems, presenting positive effects on health and growth of several species of commercial interest, such as tilapias. Therefore, a systematic review and meta-analysis was conducted to evaluate the effects of β-glucan on weight gain, hematological profile, immune response, and the expression of genes associated to the health status of tilapia (Oreochromis spp.). To obtain the data, a search was made for papers published in Scopus and Web of Science databases using the terms “tilapia” + “β glucan” or synonyms, with no publication time restriction, totaling 31 studies whose data were systematized in electronic spreadsheets to perform analyzes using SAS OnDemand software. Data were divided into control treatment and supplemented with β-glucan before and after challenge to allow the analyzes of weight gain, survival after bacterial challenge, hematological and immunological parameters, and also the descriptive analysis of HSP70, TNF-α, IL-1β, CAT and SOD gene expression. A positive effect of β-glucan supplementation was observed on weight gain, as well as on hematological and immunological parameters. Additionally, β-glucan supplementation resulted in an increase of 62.5% on fish survival rate when submitted to a bacterial challenge. These findings clearly highlight the immunomodulatory capacity of β-glucan and its potential as a nutritional strategy to minimize antimicrobials utilization.

Descrição

Palavras-chave

Desafio bacteriano, Oreochromis, Bacterial challenge, Feed additives, Prebiotics, Aditivos alimentares, Tilápia-do-Nilo, Prebióticos, Beta-glucanas, Meta-análises

Como citar