Assis - FCLAS - Faculdade de Ciências e Letras

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 1 de 1
  • ItemDissertação de mestrado
    Álvaro Lins e a recepção crítica do romance Eurídice (1947), de José Lins do Rego
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-19) Segantini, Michelle Luengo; Pereira, Marcio Roberto [UNESP]
    O objetivo desta dissertação é estudar a crítica literária de Álvaro Lins (1912-1970) dirigida ao escritor brasileiro José Lins do Rego (1901-1957), mais especificamente, acerca do romance Eurídice (1947). Desse modo, o intuito é revisitar a recepção crítica da obra de maneira que ela possa ser repensada quanto ao seu (não)lugar no cânone nacional. Partimos do pressuposto de que, em um primeiro momento, há um olhar ligeiro e positivo sobre o romance reguiano, mas que pode ter acarretado possíveis equívocos e exageros. Álvaro Lins define que o procedimento narrativo psicológico não é condizente com o perfil literário do escritor paraibano, de forma que Eurídice constitui a “parte fraca” de sua ficção. Neste rastreio, intenta-se rever os procedimentos dos textos críticos e os delineamentos temático-formais da obra. Sendo assim, analisamos a visão geral do crítico sobre o escritor; após esse panorama, investigamos a técnica do romance psicológico e a possível falha na concepção das personagens que são, na visão do crítico, os maiores defeitos do romance. Para contrabalancear, realizamos uma releitura da obra trazendo à tona elementos importantes que podem nos fazer repensar a sua importância na história da literatura brasileira. Desconstruir alguns de seus apontamentos taxativos, mas contribuindo para o avanço dos estudos sobre Eurídice é o intuito principal. Por fim, a premissa é exaltar a crítica que germina na formação da fortuna crítica sobre José Lins e elevar igualmente o livro, já que há determinados fatores que podem redefinir seus pontos positivos.