Faculdade de Medicina Veterinária, Araçatuba

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 7 de 7
  • ItemDissertação de mestrado
    Avaliação de provas de função hepática e renal de bovinos da raça nelore, submetidos a confinamento comercial.
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-23) Zanotelli, Kamila Ferraresi; Feitosa, Francisco Leydson Formiga
    Devido a incansável busca por patamares elevados de produção e, consequentemente, de lucratividade, o perfil da pecuária brasileira evolui significativamente a cada ano, sendo capaz de atingir altos índices de produtividade. Tal eficiência produtiva sofre influência direta do tipo de manejo e condições no qual esses animais são submetidos. Afim de compreender melhor tal conjuntura, foi realizada a avaliação de parâmetros bioquímicos em 92 bovinos de corte, machos, não castrados, da raça Nelore, no momento de entrada no sistema rotacionado suplementado, confinamento e sequencialmente ao abate, visando, desse modo, avaliar a saúde dos animais e mudanças em cada etapa de criação e sistema de produção. As avaliações realizadas foram de bioquímica sérica, consistindo na avaliação da higidez do fígado e rins, além do balanceamento energético e proteico dos animais. Os parâmetros utilizados foram: alanina aminotransferase, fosfatasse alcalina, gama glutamiltransferase, creatinina, ureia, glicose, colesterol e proteínas totais. Os resultados obtidos sinalizam principalmente dislipidemia, sugestivo de lipidose hepática, sobrecarga hepática e renal.
  • ItemDissertação de mestrado
    Parâmetros bioquímicos, hematológicos, hormonais e termográficos em touros atletas
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-22) Santos, Marcelina Aparecida; Feitosa, Francisco Leydson Formiga
    O estudo teve como objetivo avaliar o bem-estar e o condicionamento físico de touros de rodeio por meio da análise do leucograma, aspartato aminotransferase (AST), creatinaquinase (CK), lactato desidrogenase (LDH), dosagem dos níveis séricos de cortisol, e de imagens termográficas, além de variáveis como frequência cardíaca (FC), frequência respiratória (FR) e temperatura retal (TR) em 14 animais já adaptados a uma rotina de treinamento. As variáveis foram medidas antes do animal ser submetido ao pulo (M0), imediatamente após o pulo (M1) e 3 horas após o pulo (M2). A análise estatística para a comparação entre os momentos foi realizada pela análise de variância de medidas repetidas (ANOVA), para aqueles que seguiam a normalidade, e teste de Friedman para aqueles que não seguiam distribuição normal. Nos casos em que houve diferenças significativas entre algum dos momentos, foram utilizados o teste de Tukey, para dados normais, e o teste de Durbin-Conover para aqueles que fugiam da normalidade. Considerou-se o nível de significância de 5%, utilizou-se o software Jamovi versão 1.6.23. Foram identificadas diferenças significativas nas variáveis FC, FR, TR, AST e imagens termográficas, já nas demais variáveis, não foram encontradas diferenças significativas entre os momentos.
  • ItemDissertação de mestrado
    O controle de escorpiões por meio de educação continuada no município de Araçatuba, São Paulo, Brasil
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-19) Bento, Vera Franco da Silva; Bresciani, Katia Denise Saraiva; Doni, Thaís Rabelo dos Santos
    Os acidentes envolvendo contato com escorpiões podem ser expressos pela sua elevada incidência e potencial de ocasionar casos graves. O escorpionismo é o nome que se dá para os casos de envenenamento por picada de escorpiões ou para o quadro clínico que acontece depois do acidente escorpiônico. Estes acidentes são reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um problema de Saúde Pública emergente que, por vezes, é negligenciado em muitas partes do mundo. Dada à importância epidemiológica, o controle efetivo do escorpionismo requer uma abordagem integrada, combinando medidas preventivas, atendimento médico adequado e estratégias para reduzir a população de escorpiões. A colaboração entre comunidades, profissionais de saúde e autoridades locais é fundamental para enfrentar esse problema de saúde pública.
  • ItemDissertação de mestrado
    Efeito de diferentes métodos de desidratação sobre a cor e as características nutricionais e funcionais do okara
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2024-02-06) Silveira, Bruna Méris Grigoleto; Ponsano, Elisa Helena Giglio
    Okara é um subproduto do processamento da soja (Glycine max L.) composto de proteínas, fibras, lipídeos, minerais e componentes bioativos. Apesar de possuir valor nutricional, seu alto teor de umidade (70-80%) dificulta seu aproveitamento como ingrediente na elaboração de produtos alimentícios, pois o torna suscetível à deterioração. O objetivo neste estudo foi investigar os efeitos de diferentes métodos de desidratação do okara sobre as características microbiológicas, nutricionais, tecnológicas e a cor dos produtos desidratados, além do rendimento dos métodos testados. Foram testados quatro diferentes equipamentos: forno convencional elétrico, forno micro-ondas, estufa com circulação forçada de ar e desidratador caseiro. Os produtos das desidratações foram analisados quanto a rendimento, presença de Escherichia coli e Salmonella sp, composição centesimal, ácidos graxos, cor (La*b*), índice de absorção de água (IAA), índice de absorção de óleo (IAO) e atividade emulsificante (AE). A análise microbiológica apontou a ausência dos microrganismos pesquisados nos produtos desidratados. A desidratação com micro-ondas apresentou menor rendimento (4,2%) e originou um okara com maior concentração de proteínas (38,4%), com potencial de ser utilizado no enriquecimento nutricional de formulações alimentícias. Os métodos de desidratação por forno convencional e por micro-ondas originaram okaras mais apropriados para a elaboração de produtos emulsionados (AE= 47,1% e 46,5%, respectivamente) enquanto, para a elaboração de géis e produtos de panificação, a desidratação em desidratador caseiro mostrou-se a mais indicada (IAA = 6,2%). Este último método também provocou pouca alteração na cor do produto (L= 78,4%), (a*= 4,5%), (b*= 25,0%), sendo indicado quando se desejar preservar a coloração original das formulações alimentícias em que o okara for adicionado.
  • ItemDissertação de mestrado
    Relação entre o consumo alimentar residual e precocidade sexual em Novilhas da raça Nelore acasaladas entre 12 e 14 meses de idade
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-27) Cotrin, Ana Luiza Baracat; Nogueira, Guilherme de Paula
    O estudo tem como foco avaliar efeitos de parâmetros zootécnicos na precocidade sexual de novilhas da raça Nelore. O experimento considerou vários parâmetros, como idade à primeira gestação, fertilidade (prenhe ou vazia), consumo alimentar residual (CAR), consumo de matéria seca, proteína metabolizável para mantença, ganho de peso médio diário, peso médio, efeito de curral e eficiência alimentar em novilhas Nelore de 12 a 14 meses de idade. O objetivo foi buscar a relação entre precocidade sexual nas novilhas Nelore e o CAR. O experimento com duração de 66 dias utilizou o sistema “Intergado” em 72 novilhas em confinamento, contando com 10 cochos e 4 plataformas de pesagens. A dieta formulada foi fornecida duas vezes ao dia com volumoso em silagem de milheto. Para análise dos resultados foi utilizado o modelo de equações estruturais utilizando a precocidade sexual e eficiência de consumo alimentar como variável latente para mensurar a relação com suas variáveis dependentes, comparando modelos de equações estruturais com e sem a variável CAR, determinando a relação entre as variáveis de causa e efeito. Os animais considerados foram precoces aqueles que emprenharam até os 14 meses. Foi observado que não houve relação do CAR como efeito para a precocidade, para as variáveis idade à primeira gestação (100%) e diagnóstico de gestação (68,89%); com CFI = 0,90 para o modelo sem o CAR. A eficiência de consumo alimentar apresentou relação de causa e efeito para as variáveis consumo de matéria seca (27%), proteína metabolizável para mantença (100%), ganho de peso médio diário (53,3%), peso médio (88,36%), e efeito de curral (27,04%). Foram analisadas as correlações entre as variáveis observadas, a correlação entre o consumo de matéria seca e ganho de peso médio diário foi de 22,09%, consumo de matéria seca para o efeito de curral 0,36%, ganho de peso médio diário para efeito do curral 9,6%, peso médio para efeito curral 16,8%. As correlações encontradas foram diretamente proporcionais, e a correlação das variáveis latentes precocidade e eficiência de consumo alimentar obteve um valor de 1,2%. As relações de causa e efeito quantificam as relações e correlações, possibilitando a visualização da porcentagem que é explicada pelo modelo. Considerando que a finalidade do produtor é realizar a reprodução dos animais em menor tempo e com menor custo para aumentar os lucros e a produtividade, a partir dos resultados obtidos foi possível identificar que a precocidade não deve ser analisada através do CAR.
  • ItemTese de doutorado
    A IL-27 regula a resposta imune adaptativa associada ao controle da replicação do parasita na Leishmaniose Canina
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-10-18) Santos, Marilene Oliveira dos; Lima, Valéria Marçal Felix de
    A interleucina 27 (IL-27) é uma citocina que regula a resposta imunológica à infecção por Leishmania infantum em humanos e modelos experimentais. Essa citocina ainda não foi descrita na Leishmaniose Canina (LCan). Portanto, investigamos se a IL-27 e a IL-21 tem um papel imunoregulador na LCan. As subunidades EBI3 e p28 da IL-27 e a IL-21 foram avaliadas em sobrenadante de cultura de leucócitos esplênicos de cães com LCan e correlacionadas com a carga parasitária, com os níveis de IL-21, de anticorpos anti-L. infantum e com parâmetros hematológicos e bioquímicos que são considerados marcadores clínicos da progressão da doença. Um ensaio funcional com bloqueio de IL-27 foi realizado e mensuramos a carga parasitária, a produção de IL-4, IL-2, IL-6, IL-10, IL-12, IL-17, IL-21, TNF-α, IFN-γ no sobrenadante e a expressão de PD-1, CTLA-4, phosphoStat-1, phospho-Stat-3, T-bet, GATA3 e a produção de óxido nítrico (NO) em leucócitos esplênicos. Os níveis de ambas as subunidades da IL-27 e da IL-21 estavam aumentadas no sobrenadante de cultura de leucócitos esplênicos de cães com Lcan quando comparadas ao grupo controle e foram associados positivamente com os níveis de IL-21 no sobrenadante desses cães. A subunidade EBI3 foi ainda associada negativamente com os níveis de albumina no soro e positivamente com a carga parasitária, com os níveis de anticorpos IgG anti-L. infantum e com os níveis de globulina e de proteína total no soro, alterações laboratoriais frequentemente observados na doença. A IL-27 pode estar associada à falha da imunidade que controlar a replicação do parasita por meio da regulação da expressão de PD-1, CTLA-4, T-bet e NO em leucócitos esplênicos de cães com Lcan. Esses achados sugerem que as vias reguladas pela IL-27 estão envolvidas na patogênese da CanL no hospedeiro e podem ser alvos para novas terapias.
  • ItemTese de doutorado
    Comparação da eficácia analgésica e efeitos cardiorrespiratórios da dexmedetomidina e nalbufina pela via epidural em cadelas submetidas à ováriohisterectomia
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-09-25) Siqueira, Carlos Eduardo de; Santos, Paulo Sérgio Patto dos; Moreno, Juan Carlos Duque
    Com o avanço dos estudos no campo de bem-estar animal, a dor tem se tornado um tema de grande importância. Este estudo objetivou avaliar a eficácia analgésica trans e pós-operatória, bem como os efeitos cardiorrespiratórios da administração de dexmedetomidina e nalbufina pela via epidural em cadelas submetidas a ováriohisterectomia. Além disso, objetivou-se avaliar a correlação entre os diferentes métodos de avaliação da dor no período pós-operatório, bem como a correlação entre diferentes tipos de avaliadores. Foram utilizadas 40 cadelas sem predisposição de raça, com idade de 2 ± 0,9 anos, com peso de 11 ± 5 kg, comprovadamente hígidas e classificadas como ASA I. Em seguida, foi realizada a coleta de dados do momento basal (MB) e, administrada a medicação pré-anestésica com acepromazina (0,03 mg/kg, IM). Após 15 minutos foi administrado propofol (4 ± 0,7 mg/kg, IV) para a indução anestésica, sendo as cadelas mantidas em anestesia inalatória com isofluorano. Após instrumentação, foi realizada a coleta das variáveis (FC, PAS, PAD, PAM, SPO2, f, EtCO2, VTE, VME, FEiso e TC) do momento antes da epidural (M0) e as cadelas receberam a administração epidural com uma solução de acordo com o grupo selecionado: GM (morfina 0,1 mg/kg); GN (nalbufina 0,6 mg/kg); GD (dexmedetomidina 4 µg/kg); GND contendo a associação de nalbufina (0,6 mg/kg) e dexmedetomidina (4 µg/kg), todos diluídos para um volume total de 0,22 ml/kg. As variáveis estudadas foram coletadas imediatamente após a epidural (M1). Depois de 10 minutos da administração epidural, foi realizada a coleta das variáveis do período transoperatório sendo neste momento (M2), no momento da incisão de pele (M3), tração do pedículo ovariano esquerdo (M4), tração do pedículo direito (M5), pinçamento do corpo uterino (M6), início da sutura muscular (M7) e término da dermorrafia (M8). Durante o período pós-operatório os momentos de avaliação foram aferidos imediatamente após a extubação (Mextub), após 60 minutos (M60), após 120 minutos (M120) e em intervalos de 2 horas, durante um total de 8 horas (M240, M360, M480). O GD e o GND apresentaram valores de FC significativamente menores durante o transoperatório, bem como valores significativamente maiores de PAS, PAD e PAM, com um número maior de BAV de 2º grau e parada sinusal, ao passo que o GM e GN apresentaram estabilidade cardiovascular. O GND apresentou menor número de resgates (6) no período transoperatório, enquanto o GN apresentou o maior (12). Não houve diferença significativa na duração da analgesia pós-operatória entre os grupos (p=0,3773), tendo todos os grupos analgesia até 480 minutos, com o GND recebendo maior número de resgates no pós-operatório. Houve correlação positiva forte (r=0.7150) para ENU e correlação positiva moderada (r=0.5091) para UMPS, quando comparadas com CMPS-SF. Entre os avaliadores, houve correlação positiva forte para todos (r entre 0.7 e 0.9) quando comparados com o avaliador principal. Este estudo conclui que a utilização de dexmedetomidina associada à nalbufina por via epidural se adequa como escolha para compor o protocolo anestésico de cadelas saudáveis submetidas a OHE, promovendo menos efeitos cardiovasculares adversos e analgesia adequada no transoperatório, no entanto não suficiente para o pós-operatório. O treinamento e experiência para o uso de escalas para dor aguda em cães é de extrema importância para um melhor diagnóstico e tratamento correto da dor.