Araraquara - FOAR - Faculdade de Odontologia

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 9 de 9
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    O uso de cannabis medicinal na odontologia: uma revisão da literatura
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Rabelo, Danielle Arminda Duarte; Lima, Fabio Cesar Braga de Abreu e [UNESP]
    Historicamente, a Cannabis sativa tem sido utilizada empiricamente para diversos fins, incluindo o alívio da dor e o tratamento de várias condições médicas. No entanto, a proibição e a categorização da planta como uma substância controlada impuseram barreiras significativas à pesquisa científica, limitando a compreensão de seu potencial terapêutico. Atualmente, com a modernização gradativa das leis em muitos países, estudos têm indicado que canabinoides encontrados na cannabis, como o tetrahidrocanabinol (THC) e o canabidiol (CBD), dentre muitos outros, podem oferecer benefícios terapêuticos em diversas áreas da saúde. O CBD, por exemplo, tem mostrado potencial para modulação da homeostase energética e metabólica através do receptor CB1 do sistema endocanabinoide, mas sem gerar efeitos psicoativos. Na área da saúde, incluindo a odontologia, há um crescente interesse no uso de canabinoides para tratamento de diversas doenças e condições, como dor orofacial e periodontia. Os canabinoides interagem com os receptores CB1 e CB2 do sistema endocanabinoide, modulando assim a percepção e a resposta à dor, além de apresentar propriedades anti-inflamatórias que podem ser benéficas em contextos odontológicos. No entanto, a necessidade de mais pesquisas clínicas controladas é evidente, visando estabelecer doses ideais, tempos de administração e possíveis efeitos adversos associados ao uso dessas substâncias. A evolução das legislações e regulamentações referentes à cannabis varia amplamente, influenciando diretamente sua aplicabilidade na odontologia e outras áreas da medicina. A revisão e a adaptação das leis são fundamentais para possibilitar a condução de mais pesquisas e o aproveitamento seguro e eficaz do potencial terapêutico dos canabinoides. Assim, é crucial que se avance na pesquisa científica dos compostos da cannabis, para que seus usos medicinais possam ser distinguidos e desassociados de suas aplicações recreativas ilícitas no país, estabelecendo uma base sólida para políticas públicas informadas e equitativas.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Pinos intrarradiculares obtidos por fluxo digital: uma revisão da literatura
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Rumão, Renan Lozano; Reis, José Maurício dos Santos Nunes [UNESP]
    Dentes tratados endodonticamente são mais propensos à fratura devido à perda de estruturas dentárias e podem necessitar de pinos intrarradiculares para suporte e retenção de restaurações. A tecnologia digital é aplicável na realização de diferentes procedimentos odontológicos, desde restaurações até planejamento ortodôntico e fabricação de componentes como pinos e núcleos, utilizando métodos como impressão 3D ou CAD/CAM subtrativo. No contexto digital, o escaneamento converte objetos em imagens por meio de luz capturada pelo escâner que pode ser intraoral ou de bancada. Os avanços tecnológicos tornaram os escâneres mais ergonômicos e eficazes, permitindo digitalizar preparos de canais radiculares, antes desafiadores. Esses pinos podem ser produzidos de maneira semi-direta, digitalizando uma impressão do espaço do pino e usando software para fresar ou imprimir, ou de forma direta, escaneando o interior do canal radicular preparado e fabricando o pino por métodos aditivos ou subtrativos. Os retentores obtidos por fluxo digital adaptam-se melhor a canais com anatomia complexa, são eficientes, rápidos e precisos. Oferecem vantagens estéticas aos núcleos metálicos, maior retenção e adequada resistência em relação aos núcleos de preenchimento associados a pinos pré-fabricados de fibra de vidro, além de minimizar erros humanos relativos aos processos convencionais. Dentre os diferentes materiais utilizados é possível observar a ocorrência de falhas, desde o desprendimento do pino até fratura radicular, do tipo reparáveis e irreparáveis, sendo esta última, considerada uma desvantagem. O fluxo digital revolucionou a odontologia moderna, permitindo trabalhos mais eficientes, restaurações precisas, pré-visualização tridimensional dos procedimentos e maior conforto para os pacientes. Além disso, impulsionou o avanço de novos materiais, softwares e escâneres para fabricação de diversas restaurações, permitindo a confecção de pinos e núcleos de maneira digital.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Comparação de métodos da performance mastigatória em usuários de próteses totais convencionais bimaxilares
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Cremasco, Matheus Augusto Ferreira; Arioli Filho, João Neudenir [UNESP]
    Na última década, muito se falou sobre o crescente impacto da saúde bucal na qualidade de vida dos idosos, especialmente em relação ao edentulismo. Apesar da redução nas taxas de edentulismo, a perda total de dentes ainda é uma preocupação global, com maior prevalência em populações pobres e mulheres. O edentulismo é considerado um indicador crucial da eficácia do sistema de saúde de um país. A perda dentária total afeta significativamente a saúde bucal e geral dos indivíduos, especialmente no que diz respeito ao padrão mastigatório, alimentação e nutrição. A mastigação é crucial para a digestão e absorção de nutrientes, sendo afetada pela perda de dentes. O desempenho mastigatório diminui à medida que o número de dentes perdidos aumenta, comprometendo funções essenciais do sistema estomatognático. A discussão sobre eficiência e performance mastigatória destaca a complexidade na análise desses padrões. Assim, o estudo proposto visa comparar através de uma revisão de literatura, os métodos de avaliação da performance mastigatória, utilizando um alimento-teste natural (amêndoa) e alimentos artificiais (Optocal e goma de mascar de duas cores) em usuários de próteses totais bimaxilares convencionais.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Preparação de Biocerâmica de Zircônia (3Y-TZP) dopada com Nióbia para redução do efeito do envelhecimento em baixa temperatura ou LowTemperature hydrothermal Degradation (LTD)
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Silva, Walleska Tayná de Lima; Vaz, Luís Geraldo [UNESP]
    A zircônia tetragonal policristalina (3Y-TZP) é muito utilizada na Odontologia, sendo o material que substituiu a alumina em aplicações de Ortopedia. Porém devido à alterações no sistema de fornos da empresa Saint Gobain Desmarquest, as peças de ceramica passaram a apresentar o fenômeno Low Temperature Degradation (Degração hidrotérmica em baixa temperatura; LTD), que consiste na transformação espontânea da fase tetragonal para monoclinica, causando aumento volumétrico de 3-5% podendo levar a geração de micro trincas. Devido a esse fenômeno, as propriedades mecânicas dessa composição foram comprometidas o que levou a sua gradativa substituição por alumina densa e por alumina tenacificada com zircônia (ZTA), que atualmente é o material mais utilizado em prótese de quadril. Foi inserido óxido de nióbio (nióbia) com o objetivo de reduzir o efeito da LTD ou também chamado envelhecimento da 3Y-TZP. A primeira etapa do projeto consitiu em estudar a resistência à flexão biaxial de composições de zircônia tetragonal policristalina (3YTZP) dopadas com nióbia além de verificar o seu efeito na redução da degradação ou envelhecimento em baixa temperatura. Como resultado foi observado que utilizando 100 ppm nióbia a redução parcial do efeito da LTD sobre a zircônia tetragonal policristana, sendo este um resultado promissor para a aplicação desse material em Ortopedia e Odontologia com a garantia que o efeito do envelhecimento seja minimizada.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Impacto da suplementação alimentar com tangeritina sobre inflamação induzida por lipopolissacarídeo nos tecidos periodontais de camundongos
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Lucca, Vinícius Manzoli; Spolidorio, Luís Carlos [UNESP]
    Compostos moduladores da resposta imunológica são constantemente investigados no tratamento e prevenção de doenças imunoinflamatórias. Este trabalho de conclusão de curso teve como objetivo avaliar a hipótese de que suplementação alimentar com o flavonoide tangeritina (Tang) poderia atenuar a inflamação periodontal induzida por injeções de lipopolissacarídeo (LPS). Para isso, camundongos receberam diariamente dieta convencional ou dieta enriquecida com Tang (50 e 100mg/kg de peso corporal) ou naproxeno (Npx, 10mg/kg de peso corporal). Após 30 dias de suplementação alimentar, os animais foram submetidos a injeções de LPS de Escherichia coli no tecido gengival adjacente a face palatina dos molares, 3x por semana durante 4 semanas. Ao fim do período experimental, os animais foram eutanasiados e os fígados e estômagos coletados para análise histopatológica; os maxilares foram separados e os tecidos gengivais utilizados para análise microscópica descritiva, mensuração das quantidades de leucotrieno B4 (LTB4), IL-1β, TNF-α e IL-10, avalição do conteúdo de malonaldeído (MDA) e da atividade de enzimas antioxidantes superóxido desmutase (SOD), catalase (CAT) e glutationa peroxidade (GPx). Além disso, in vitro foram avaliados os efeitos da Tang (1, 10, 25 e 50μM) sobre a proliferação celular e síntese de colágeno em fibroblastos L929. Após 60 dias de suplementação não foram encontradas alterações hepáticas. Observou-se que Npx induziu edema, hemorragia e perda celular na mucosa gástrica. A análise microscópica dos maxilares mostrou redução do infiltrado inflamatório nos grupos que suplementados com ambos compostos. A dieta enriquecida com 50 ou 100mg/kg de Tangeritina reduziu a expressão de IL-1β e TNF-α, enquanto Npx e Tang100 reduziram os níveis de LTB4. A suplementação alimentar mostrou melhora no perfil oxidativo representado pela redução do conteúdo de MDA e aumento da atividade das enzimas antioxidantes. In vitro, menores concentrações de Tang resultaram no aumento da proliferação celular e na síntese de colágeno. Esses resultados sugerem que uma dieta suplementada tangeritina pode ajudar na prevenção da periodontite, representando um método potencial para aumentar a imunidade local, proteção dos tecidos e a defesa do hospedeiro.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Avaliação da variação da concentração da água gelada potável, ozonizada e coletada na ponta de ultrassom ativada em relação ao tempo de armazenamento em reservatório.
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Gabriel, Mateus Garcia; Scarso Filho, José [UNESP]
    O oxigênio é um elemento químico gasoso e estável que pode ser modificado para uma forma alotrópica triatômica, sendo chamado de ozônio, apresentando propriedades medicinais, mas com pouca estabilidade. Sua aplicação tem demonstrado resultados positivos. O ozônio tem a capacidade de eliminar os agentes etiológicos causadores da doença periodontal, reduzindo índices de sangramento, placa e o tamanho das bolsas periodontais. Pode ser utilizado de diversas formas, incluindo a forma gasosa, oleosa e aquosa, sendo a água ozonizada a mais eficaz. É através da água, que depois de ser saturada, sua estrutura é modificada dando origem ao veículo “água ozonizada". Diante deste grande campo de atuação e traçando um projeto de fácil reprodutibilidade clínica, no qual todo o processo de refrigeração dos equipamentos de ultrassom são feitos por meio desta, este estudo tem como proposição avaliar a variação da concentração da água gelada potável ozonizada - coletada da ponta ativa de ultrassom - em relação ao tempo de armazenamento para uso e comparar os resultados para estabelecer se é possível utilizar água potável gelada e ozonizada para fins terapêuticos, durante tratamentos odontológicos com ultrassom. Com base nos achados desse estudo, os resultados obtidos evidenciaram que: A média de concentração de ozônio na água potável ozonizada coletada na ponta de ultrassom foi: tempo imediato PU0 de 7,02μg/mL, tempo PU10 de 2,20μg/mL, tempo PU20 de 2,13μg/mL e tempo PU30 de 1,36μg/mL. A média de concentração de ozônio coletada diretamente do tubo foi de 16,44μg/mL. Com base nos achados deste estudo preliminar, aplicado em condições de reprodutibilidade clínica, estabeleceu-se que a concentração da água ozonizada diminui em função do tempo quando armazenada no reservatório de ultrassom. Além disso, diante das médias de concentrações de água ozonizada obtidas conclui-se que sua concentração apresenta níveis terapêuticos para tratamentos odontológicos nos primeiros 10 minutos quando coletada em aparelho de ultrassom.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Percepção da saúde bucal: relevância e promoção do autocuidado
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Barbosa, João Vitor Fonseca; Valsecki Junior, Aylton [UNESP]; Faculdade de Odontologia de Araraquara
    A odontologia tem apresentado uma grande evolução nos últimos anos, especialmente no âmbito técnico e nos processos de trabalho, evidenciando um alto domínio das habilidades. Entretanto, aspectos relativos ao domínio cognitivo ainda requerem ampliação, como a questões associadas as vulnerabilidades para com o cuidado na promoção da saúde bucal. Ao observar esse quesito na realidade pode-se notar uma grande lacuna entre a apropriação das pessoas, especialmente aquelas com maior risco e vulnerabilidade, e o descaso educativo dos profissionais da saúde bucal. Assim sendo, esse estudo desenvolver-se-á a partir de uma revisão de literatura sobre aspectos associados a acuidade da percepção dos indivíduos sobre a relevância e a atitude de concretizar a promoção de sua saúde bucal, especialmente na perspectiva de que as pessoas que não negligenciam os autocuidados com a saúde bucal, são capazes de vivenciar o equilíbrio da saúde na decorrência direta de sua competência e autonomia para os autocuidados. A relevância disso certamente é a real e verdadeira promoção da saúde, haja visto contrapor-se a crenças que sustentam que processos como a cárie e a perda dentária são naturais e praticamente inevitáveis, inferindo-se a uma ideia de ser fisiológico e resultante natural do envelhecimento. Compreender essa dificuldade de percepção e dessa concepção equivocada de normalidade é o que se espera com essa revisão de literatura, especialmente para evidenciar o equívoco de um aprimoramento exclusivamente técnico para a resolubilidade de qualquer enfermidade bucal, em detrimento da real e verdadeira importância de processos de cuidar de um sistema individual e singular.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Análise de imunofluorescência de H3K9 e H2AX em lesões displásicas orais
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Santos, João Lucas Trindade Fernandes; Bufalino, Andreia [UNESP]
    Desordens potencialmente malignas orais (DPMO) são apresentações clínicas que apresentam um risco aumentado de desenvolvimento de câncer. Atualmente, o grau de displasia epitelial é baseado em alterações epiteliais arquitetônicas e citológicas e é utilizado para prever a transformação maligna dessas lesões. No entanto, prever qual DPMO irá de fato progredir para um tumor maligno é muito desafiador. Neste sentido, os infiltrados inflamatórios podem favorecer o desenvolvimento de um câncer, e estudos recentes sugerem que essa associação com DPMO pode estar relacionada à etiologia e/ou comportamento clínico agressivo dessas lesões. Alterações epigenéticas, como modificações de histonas, podem mediar a inflamação crônica e também favorecer as células tumorais na resistência e evasão imunológica. Este estudo teve como objetivo avaliar a relação entre acetilação de histonas (H3K9ac) e danos ao DNA no contexto de lesões displásicas com inflamação crônica proeminente. Neste estudo, leucoplasias orais (LO, n=24) classificada como “baixo risco” (n=12) e “alto risco” (n=12) e hiperplasia fibrosa inflamatória (n=10), como grupo controle, foram submetidas à análise de imunofluorescência para avaliação dos níveis de acetilação de histonas e danos ao DNA através da fosforilação de H2AX (γH2AX). Os resultados deste estudo demonstraram que nas amostras de LO classificadas como de “alto risco” as células inflamatórias subepiteliais foram bem mais frequentes do que nas amostras classificadas como de “baixo risco”. Adicionalmente, lesões displásicas orais mostraram hipoacetilação de H3K9 e baixos níveis de γH2AX em comparação ao controle. Concluímos que a presença de inflamação crônica associada a lesões displásicas é capaz de promover alterações epigenéticas, que por sua vez podem favorecer o processo de transformação maligna.
  • ItemTrabalho de conclusão de curso
    Sorria melhor
    (Universidade Estadual Paulista (Unesp), 2023-11-30) Boroto, Fernando do Prado; Pinelli, Lígia Antunes Pereira [UNESP]
    O projeto de extensão ‘’Educação em higiene bucal para usuários de prótese” cujo nome fantasia adotado foi “Sorria Melhor’’ tem por objetivo produzir vídeos, de fácil entendimento para o público geral, sobre cuidados em saúde bucal e prótese dentária e consolida uma importante parceria estabelecida entre a Universidade Estadual Paulista-UNESP e a Universidade Federal do Maranhão-UFMA. O projeto ‘’Sorria Melhor’’ traz uma importante relação da universidade com a sociedade, permitindo que os estudantes entrem em contato direto com o público fora do ambiente acadêmico, identificando os principais anseios e necessidades, estimulando os alunos a se comunicarem de maneira mais abrangente e inclusiva com os pacientes. Os temas abordados são previamente estabelecido em reuniões com os participantes e a comunidade por meio de rodas de conversa e, com a tutoria de professores, os vídeos são apresentados pelos alunos em reuniões onde são analisados os pontos que devem ser corrigidos e melhorados, para que sejam postado nas redes sociais do projeto: YouTube, Instagram e Facebook. No youtube foram postados 47 vídeos, obtendo 1430 seguidores e 182 mil visualizações; no Instagram 33 vídeos, 158 seguidores e 6480 visualizações; no Facebook 31 vídeos, 80 seguidores e 2173 visualizações. O projeto de extensão universitária ‘’Sorria Melhor’’ trouxe benefícios a comunidade, difundindo conhecimento científico à população e aproximando a sociedade da Universidade.