Show simple item record

dc.contributor.advisorJubran, Clélia Cândida Abreu Spinardi [UNESP]
dc.contributor.authorPontes, Margarida Amália Romani de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:30:28Z
dc.date.available2014-06-11T19:30:28Z
dc.date.issued2011-02-14
dc.identifier.citationPONTES, Margarida Amália Romani de. Intertextualidade e reescrita: uma análise descritiva. 2011. 224 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/100111
dc.description.abstractCom base na perspectiva da intertextualidade estrita (KOCH, 2009), este trabalho investiga a produção de texto com reescrita orientada pelo professor em contexto universitário, com o objetivo de descrever os processos por meio dos quais o escrevente gerencia a entrada do texto alheio no seu próprio texto, tanto na produção da primeira versão do texto, quanto na reescrita dele. As instruções iniciais e intervenções feitas pelo professor com o intuito de auxiliar o escrevente na tarefa de escritura e reescritura são levadas em consideração na análise, no sentido de verificar o papel desempenhado por elas durante o processo de escrita/reescrita. As justificativas dessa proposta residem, de um lado, no enfoque teórico fundamentado na intertextualidade estrita, já que estudos realizados no Brasil sobre reescrita voltam-se mais para a prática pedagógica de reescritura; e, de outro lado, no recorte do contexto universitário para a investigação, pois pesquisas sobre reescrita têm priorizado os ensinos Fundamental e Médio, sendo menos frequentes os trabalhos com alunos universitários. O corpus é formado por 21 conjuntos de texto, que incluem: proposta de produção; primeira versão do aluno; comentários do professor; versão reescrita. Os resultados apontam para uma preferência por formas de intertextualidade implícita na retomada de textos da proposta e pela utilização da paráfrase como processo de reformulação do texto, indicando uma tendência à diluição do texto alheio como modo de absorção pelo texto, com uso restrito de formas que explicitam a fonte das informações retomadaspt
dc.description.abstractBased on the strict perspective of intertextuality (KOCH, 2009), this study investigates the production of text rewritten guided by the teacher in the university context, in order to describe the processes by which the clerk manages the input of others in your text itself, both in producing the first draft, and in rewriting it. The initial instruction and interventions made by the teacher in order to assist the clerk in the task of writing and rewriting are taken into account in the analysis, in order to verify the role played by them during the process of writing / rewriting. The justification of this proposal lie on one side, the theoretical approach based on strict intertextuality, since studies performed in Brazil on rewriting is turning more to teaching the practice of rewriting, and on the other hand, the clipping of the university context to investigation, because studies have focused on rewriting the elementary and high schools, and less frequently works with college students. The corpus consists of 21 sets of text, comprising: a production proposal, the first version of the student, teacher comments, rewritten version. The results indicate a preference for forms of intertextuality implicit in the resumption of the draft text and the use of paraphrase as a process of redrafting the text, indicating a tendency to dilute the other's text so as to absorb the text, in limited ways that explain the source of the information includeden
dc.format.extent224 f. : il. + anexo
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectWriting, rewritingen
dc.subjectIntertextuality stricten
dc.subjectWriting universityen
dc.subjectLinguísticapt
dc.subjectIntertextualidadept
dc.subjectLingüística textualpt
dc.subjectEstudantes universitários - Escritapt
dc.titleIntertextualidade e reescrita: uma análise descritivapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEstudos Linguísticos - IBILCEpt
unesp.knowledgeAreaAnálise linguísticapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências Letras e Ciências Exatas, São José do Rio Pretopt
dc.identifier.aleph000641237
dc.identifier.file000641237.pdf
dc.identifier.capes33004153069P5
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record