Show simple item record

dc.contributor.advisorLeite, Horácio Faig [UNESP]
dc.contributor.authorCanettieri, Antonio Carlos Victor [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:30:59Z
dc.date.available2014-06-11T19:30:59Z
dc.date.issued2006-09-29
dc.identifier.citationCANETTIERI, Antonio Carlos Victor. Reparação óssea em fêmures de ratas ovariectomizadas sob a ação local do alendronato sódico, da hidroxiapatita e da associação alendronato com a hidroxiapatita. 2006. 144 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2006.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/100712
dc.description.abstractEste trabalho avaliou a ação local do alendronato sódico, da hidroxiapatita e da associação alendronato com hidroxiapatita na reparação de defeitos ósseos em fêmures de ratas ovariectomizadas. Noventa e oito animais foram divididos em sete grupos: controle (C), amido (Am), alendronato 1mol (A1), alendronato 2moles (A2), hidroxiapatita 1 mol (HA1), hidroxiapatita 2moles (HA2) e associação alendronato e hidroxiapatita (A+HA). As ratas pesando, aproximadamente, 250g foram ovariectomizadas e, após trinta dias, os defeitos ósseos, medindo 2,5mm de diâmetro, foram confeccionados nos fêmures esquerdos. Os defeitos foram preenchidos com alendronato sódico, hidroxiapatita e/ou com ambos, sendo que o grupo C não recebeu material de preenchimento e o grupo Am apenas o amido. Os animais foram sacrificados sete e 21 dias após a cirurgia. Foram realizadas análise histológica e histomorfométrica da área do defeito ósseo e os resultados submetidos à análise estatística. Histologicamente, as principais diferenças ocorreram após 21 dias. Os grupos C, Am, HA1 e HA2 apresentaram fechamento linear do defeito ósseo em todos espécimes e a maioria dos animais dos grupos A1, A2 e A+HA não exibiu neoformação óssea na região central do defeito, permanecendo este preenchido por tecido conjuntivo fibroso. No período de sete dias não houve diferença estatística significante entre todos os grupos experimentais em relação a neoformação óssea e, após 21 dias, o grupo HA2 apresentou a maior quantidade de osso neoformado. Estatisticamente, não houve diferença entre os grupos A1, A2 e A+HA nos dois períodos de estudo. Concluiu-se que o alendronato sódico, isolado ou associado com a hidroxiapatita, prejudicou a reparação óssea neste modelo experimental e a hidroxiapatita utilizada mostrou-se biocompatível e osteocondutora, com os melhores resultados observados no grupo HA2.pt
dc.description.abstractThis work evaluated the action of sodium alendronate, of hydroxyapatite and the association alendronate with hydroxyapatite in the repair of bone defects in ovariectomized rats femurs. Ninety eight animals were divided into seven groups: control (C), starch (Am), alendronate 1mol (A1), alendronate 2moles (A2), hydroxyapatite 1 mol (HA1), hydroxyapatite 2 moles (HA2) and the association alendronate and hydroxyapatite (A+HA). The rats weighing, approximately, 250g were ovariectomized and, after thirty days, bone defects, measuring 2,5mm, were created in the lefts femurs. The bone defects were filled with alendronate, hydroxyapatite or with both, but the group C not received none material, and the group Am, only starch. The animals were sacrified at seven and 21 days after surgery. Histological and histomorphometric analyses were performed and the results obtained were submitted to statistical analysis. Histologically, the principal differences occurred after 21 days, with the groups C, Am, HA1 and HA2 showing a linear closure of bone defect in every specimen. The most of animals of the groups A1, A2 and A+HA did not show central bone neoformation in bone defects, and there was fibrous connective tissue in this region. After seven days, there was not significance statistical difference among all experimental groups in relation to bone neoformation and, after 21 days, the group HA2 showed the most quantity of new bone formation. Statistically, there were no differences among the groups A1, A2 and A+HA in both studied period. It was concluded that the sodium alendronate, alone or combinated with hydroxyapatite, harmed the bone repair in this experimental model and the hydroxyapatite was biocompatible and osteoconductive, with the best results in group HA2.en
dc.format.extent144 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectOssos - Regeneraçãopt
dc.subjectOssos - Enxertopt
dc.subjectTecido conjuntivopt
dc.subjectBisphosphonatesen
dc.subjectHydroxyapatiteen
dc.subjectAlendronateen
dc.titleReparação óssea em fêmures de ratas ovariectomizadas sob a ação local do alendronato sódico, da hidroxiapatita e da associação alendronato com a hidroxiapatitapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramBiopatologia Bucal - ICTpt
unesp.knowledgeAreaBiopatologia bucalpt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Ciência e Tecnologia, São José dos Campospt
dc.identifier.aleph000482662
dc.identifier.filecanettieri_acv_dr_sjc_prot.pdf
dc.identifier.capes33004145081P0
dc.identifier.lattes3885663349001899
unesp.author.lattes3885663349001899
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record