Show simple item record

dc.contributor.advisorMauro, Antonio Orlando Di [UNESP]
dc.contributor.advisorPfeiffer, Todd [UNESP]
dc.contributor.authorMuniz, Franco Romero Silva [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:16Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:16Z
dc.date.issued2007-09-28
dc.identifier.citationMUNIZ, Franco Romero Silva. Análise de variabilidade genética em populações segregantes de soja. 2007. ix, 93 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2007.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/102817
dc.description.abstractA variabilidade entre progênies é criada pela segregação cromossômica independente dos genes e pela recombinação genética intracromossomal durante a meiose. O objetivo deste estudo foi analisar a variabilidade derivada de crossing-overs em cruzamentos biparentais (G2 e J2), quádruplos (G4 e J4) e óctuplos (G8 e J8), avaliados em populações segregantes derivadas de parentais contrastantes para resistência ao nematóide de cisto da soja (raça 3) – NCS – e ao oídio - O. A análise foi realizada em populações F2, através de marcadores SSR (single sequence repeat) concentrados em uma região de 55 cM ao redor do gene rmd (resistência ao oídio) e rhg1 (resistência ao NCS). Após o teste dos marcadores, quanto ao polimorfismo, apenas marcadores polimórficos foram utilizados para detectar crossing-over. Todos os marcadores analisados foram não significativos pelo teste de qui-quadrado (P > 0,05), indicando que os valores observados se ajustam à proporção genotípica esperada em F2 (1:2:1). As maiores médias de crossing-over por genótipo foram obtidas para G4 (4,00), no grupo G, e J8 (2,91), no grupo J. Por outro lado, as maiores médias de crossing-over considerando o número de gerações para formar cada população, foram para G2 (2,02) e J8 (0,97). A recombinação entre alelos ocorreu em algumas populações, entretanto para G4 e J8 em 1,89% dos genótipos não ocorreram. Em geral, nos cruzamentos com maior número de parentais envolvidos a ocorrência de crossingover foi maior, sendo satisfatórios na criação de variabilidade. O progresso no melhoramento de soja tem sido alcançado em partes pela criação de novas combinações alélicas dentro dos cromossomos.pt
dc.description.abstractThe variability among the progenies is created by chromosome segregation, independent assortment of genes, and intra-chromosomal genetic recombination during meiosis. The objective of this study was to analyze the variability derived from crossovers in soybean biparental (G2 and J2), quadruple (G4 and J4) and octuple (G8 and J8) crosses, measured in segregant population derived from contrasting parental regarding their resistance to cist nematode (race 3) – SCN and powdery mildew – PM. The analyses were made in F2 population through SSR (single sequence repeat) markers located in a 55CM region around Rmd (powdery mildew) and Rhg1 (cist nematode) resistance genes. After screening makers for their polymorphism, only polymorphic markers were used to detect crossovers. All markers were not significant by chi-square test (P > 0.05), showing that observed values corroborates to genotypic inheritance ratio expected in F2 population (1:2:1). Thus, the higher average of crossovers for some populations were observed for G4 (4.00), at linkage group G and J8 (2.91), at linkage group J. On the other hand, the higher average of crossovers considering the generation number to form each population, was found for G2 (2.02) and J8 (0.97). The recombination between alleles occurred in some populations, however, to G4 and J8, in 1.89% of the genotypes not showing crossover. In general, the crosses with larger numbers of parents showed higher number of crossovers, being very satisfactory for the creation of genetic variability. Soybean breeding progress has been accomplished in part by creating on new within_chromossome allele combinations.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extentix, 93 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectSoja - Melhoramento genéticopt
dc.subjectVariabilidade genéticapt
dc.subjectCruzamentos múltiplospt
dc.subjectParâmetros genéticospt
dc.subjectGlycine maxen
dc.subjectCrossing-overen
dc.subjectMultiple Crossesen
dc.subjectSingle sequence repeaten
dc.titleAnálise de variabilidade genética em populações segregantes de sojapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramAgronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaGenética e melhoramento de plantaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
dc.identifier.aleph000541940
dc.identifier.filemuniz_frs_dr_jabo.pdf
dc.identifier.capes33004102029P6
dc.identifier.lattes1275652518822095
unesp.advisor.lattes1275652518822095[1]
unesp.advisor.orcid0000-0003-1662-5745[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record