Show simple item record

dc.contributor.advisorSantos, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa [UNESP]
dc.contributor.authorCarvalho, Angela Maria Grossi de [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:41Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:41Z
dc.date.issued2010-02-22
dc.identifier.citationCARVALHO, Angela Maria Grossi de. Apropriação da informação: um olhar sobre as políticas públicas sociais de inclusão digital. 2010. 169 f. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103358
dc.description.abstractThe historical change from an industrial society to a post-industrial one has deeply transformed the importance given to information. With new ways of processing information, new structures and technologies, the so called Information Society creates new possibilities for the economical, political, cultural and social sectors. However, there are also new barriers being raised by depriving the population from access and usability conditions for such new Information and Communication Technologies (ICT) and the whole structure offered by digital networks. By studying information, since its origin until its appropriation by an user, this thesis aims to discuss how digital exclusion may be solved with the participation of political and public spheres. The overall objective of this thesis is: Design a conceptual map that can contribute to the construction of Public Policy Ownership of information that takes into account the skills needed to embrace the knowledge generated by information technology and communication, particularly those used by programs digital inclusion, which, together with the scope of Information Science, contribute to the seizure interactive knowledge network. It is regarded as specific goal: to analyze the information and services available on the network to the public, especially in digital inclusion programs of the National Digital Inclusion of the Federal Government. Our methodology is bibliographical and documental exploratory research. Our research hypothesis considers that the actual public policies do not stimulte or contribute for the appropriation of information by the citizen, showing thus the frailty of governmental digital inclusion programs by aiming only the access to technologies and not active participation, development of handling habilities, informational exploration... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.abstractA mudança da sociedade industrial para a pós-industrial significou uma mudança substancial na importância dada à informação. Com novas formas de processamento informacional, novas estruturas e tecnologias, a chamada sociedade da informação vai criando novas possibilidades para os setores econômico, político, cultural e social. No entanto, se percebe novas fronteiras sendo erguidas ao privar a população, em seu todo, de ter acesso e condições de uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC) e de toda a estrutura oferecida pelas redes digitais. Esta tese busca discutir como a exclusão digital pode ser contornada com a participação do Estado e da Sociedade Civil, a partir de um estudo sobre a informação, desde sua origem, até como o usuário passa a apropriar-se dela. O objetivo geral desta tese é: Desenhar um mapa conceitual que possa contribuir para a construção de Políticas Públicas de Apropriação de Informação que leve em conta as destrezas necessárias para abarcar o conhecimento gerado pelas tecnologias da informação e comunicação, em especial as utilizadas pelos programas de inclusão digital, que, em conjunto com o âmbito da Ciência da Informação, contribuam com a apreensão interativa do conhecimento na rede. É considerado como objetivo específico: analisar as informações e serviços disponíveis na rede ao cidadão, em especial nos programas de inclusão digital do Programa Nacional de Inclusão Digital do Governo Federal. Como metodologia, foi utilizada a pesquisa bibliográfica e documental exploratória. A hipótese de pesquisa partiu do princípio de que as políticas públicas gestadas pelo Estado não estimulam e não contribuem para uma apropriação da informação por parte do cidadão, mostrando assim a fragilidade dos programas de inclusão digital...pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent169 f. : il. color.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectTecnologia - Aspectos sociaispt
dc.subjectPoliticas publicaspt
dc.subjectSociedade da informaçãopt
dc.subjectInclusão digitalpt
dc.subjectInformação e tecnologiapt
dc.subjectInformation societyen
dc.subjectInformation and technologyen
dc.titleApropriação da informação: um olhar sobre as políticas públicas sociais de inclusão digitalpt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiência da Informação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaInformação, tecnologia e conhecimentopt
unesp.researchAreaInformação e tecnologiapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000617213
dc.identifier.filecarvalho_amg_dr_mar.pdf
dc.identifier.capes33004110043P4
unesp.author.lattes5763594652024608[1]
unesp.author.orcid0000-0002-5425-4917[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record