Show simple item record

dc.contributor.advisorCampos, Odette Gertrudes Luiza Altmann de Souza [UNESP]
dc.contributor.authorGameiro, Maria Beatriz [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:46Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:46Z
dc.date.issued2009-08-25
dc.identifier.citationGAMEIRO, Maria Beatriz. A variação da concordância verbal na terceira pessoa do plural em redações escolares do ensino fundamental e médio: uma avaliação de fatores linguísticos e sociais. 2009. 220 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2009.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103548
dc.description.abstractEste trabalho apresenta um estudo sobre a variação da concordância verbal na língua escrita de informantes da região central do Estado de São Paulo, especificamente, Rio Claro. Para tanto, utilizamos um corpus composto de redações elaboradas por alunos da Escola Estadual Zita de Godoy Camargo. Este estudo é baseado na teoria sociolinguística, que considera a língua em seu contexto social. Partindo do pressuposto de que a concordância verbal do português do Brasil é uma regra variável, na qual há a variante de prestígio (marcada com o plural), e a variante desprestigiada (sem a marca de plural) em competição entre si, procuramos não só verificar esta variação como também identificar os fatores linguísticos e sociais que estão influenciando, condicionando esta variação na escrita formal. O uso das variantes foi analisado de acordo com fatores linguísticos e sociais já postulados por outros estudiosos. Dentre os fatores linguísticos, destacamos: a saliência fônica verbal, o paralelismo formal, e características do sujeito e do verbo. Os fatores extralinguísticos analisados foram: o sexo, a etnia, o nível social e o grau de escolaridade dos informantes. Realizamos uma análise quantitativa destes fatores através do programa computacional GOLDVARB 2001. Além da análise objetiva, realizamos uma investigação sobre a percepção dos informantes acerca do fenômeno estudado com base na avaliação subjetiva realizada por Labov (1983). Elaboramos nosso próprio questionário para relacionar a percepção que os informantes apresentam sobre a CV a fatores sociais e linguísticos, o que chamamos de teste de percepção. Tais questionários foram analisados qualitativa e quantitativamente, e demonstraram que fatores como, por exemplo, o número de livros que leem, a produção e “correção” da CV, bem como a expectativa do informante...pt
dc.description.abstractThis work presents a social and linguistic study about the subject-verb agreement, as it is presented at the written language of individuals from SP state, Rio Claro. For this, we used a corpus composed of essays prepared by students of the State School of Zita Camargo Godoy. This study is based on Sociolinguistic, witch analyzes the language in social context. We assumed that subject-verb agreement of Brazilian Portuguese is a variable rule in the third person, in which formal (with plural) and informal variants (without plural) compete. Therefore, we tried not only to verify this variation, but also to identify the linguistic and social factors that lead to such variation in our region. It is important to mention that the use of the variants was analyzed according to linguistic and social elements, such as phonetical salience of the verb, formal parallelism, and characteristics of the subject and verb. Extra linguistic factors analyzed were: gender, social level and the level of education of the informants. We made a statistical analysis of these factors using the computer program GOLDVARB 2001, which selected the most important factors. Besides the objective analysis, we carried out an investigation concerning the informants’ perception about the phenomenon studied, based on the subjective evaluation carried out by Labov (1983). We prepare our questionnaire itself in order to list the perception that the informants present about Subjectverb agreement (SVA) regarding social and linguistic factors, which we called perception test. These questionnaires were analyzed qualitative and quantitatively, and demonstrated factors such as, the number of books they read, the production and “ correction “ of the SVA, as well as the expectation of the informant and how this influences his perception regarding the SVA. We observed that the subject-verb agreement is a variable rule conditioned... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipSecretaria de Educação
dc.format.extent220 f. : il., gráfs.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectLabov, Williampt
dc.subjectGramatica comparada e geral - Verbopt
dc.subjectSociolinguisticapt
dc.subjectSociolinguisticen
dc.titleA variação da concordância verbal na terceira pessoa do plural em redações escolares do ensino fundamental e médio: uma avaliação de fatores linguísticos e sociaispt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLinguística e Língua Portuguesa - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaLinguística e língua portuguesapt
unesp.researchAreaAnálise fonológica, morfossintática, semântica e pragmáticapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000603230
dc.identifier.filegameiro_mb_dr_arafcl.pdf
dc.identifier.capes33004030009P4
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record