Exibir registro simples

dc.contributor.advisorFeitosa, Rosane Gazolla Alves [UNESP]
dc.contributor.authorNunes, Juliana Cristina Bonilha [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:32:48Z
dc.date.available2014-06-11T19:32:48Z
dc.date.issued2013-06-25
dc.identifier.citationNUNES, Juliana Cristina Bonilha. Revista Feminina (1915-1936): tensão entre tradição e modernidade. 2013. 247 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2013.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/103627
dc.description.abstractA tese deste trabalho é demonstrar que a análise dos textos literários presentes na Revista Feminina registra um momento transitório na Literatura Brasileira, com base nos preceitos teóricos Antonio Candido, a respeito da existência de uma literatura de permanência. Este periódico paulista, mas de abrangência nacional, destinado não só à mulher, mas à família brasileira, reflete, portanto, um panorama de transformações que ilustram a mistura entre tradição e modernidade de seu período. Porém, no que se refere ao plano literário pode-se dizer que a Revista mantém-se espelho de uma “literatura de permanência” (CANDIDO, 2000, p.104), pois incorpora em suas páginas textos produzidos anteriormente à sua publicação ou então contemporâneos seus, porém sem apresentarem inovações no sentido do despertar para uma nova consciência literária. Constatando-se que no início do século XX até meados de 1920/1922, imprensa, sociedade e literatura brasileira passam por significativas transformações em favor de uma modernização, a observação da Revista Feminina (1914-1936), corpus desta pesquisa, permite que se enumerem questões que a relacionem com uma postura tradicional no que diz respeito aos textos literários. O periódico composto por páginas repletas de imagens e textos que transitam entre assuntos triviais e a opção por uma literatura voltada para aspectos educacionais e difusores das Letras, mostra-se uma revista preocupada com a formação do pensamento crítico feminino, e com a abertura de um espaço para publicação de obras de autoria de sua leitora. A partir da observação das ideologias da Revista, isto é, de seus objetivos ambivalentes de democratização literária, seja oferecendo a leitura e o contato com textos literários, seja proporcionando um espaço para a publicação feminina, aliados à opção pela publicação...pt
dc.description.abstractThe thesis of this paper is to demonstrate that the analysis of the literary texts present in the Revista Feminina (1915-1936), a informative publication created in Sao Paulo's and produced for all the brazilians women in the 20th century, registers a transitory moment in Brazilian literature, according with Antonio Candido's theoreticals principles, regarding the existence of a literature of permanence. Based on the observation of the context of this publication, when the Press, the society and the Literature got significant changes, we intend to show that despite all the modernization process, including in the Brazilian Literature, which from 1922 takes a Modernist perspective, the Revista Feminina maintained a posture related to traditional, mainly regards to the literary texts. The Revista Feminina reflects an overview of transformations within a mix between tradition and modernity, but on the literary panorama we can say that this publication remains a mirror of the literature of permanence (CANDIDO, 2000, p.104). The magazine, witch consists of rich pages full of pictures that comproves the tecnology modernization and formed by many special texts transiting between trivial matters and serving a literature carefully chosen to suit its readers, can be described as a magazine concerned with the women's education and dedicated in form their critical thinking, aspects that demonstrate their inclusion in a panorama of social changes. From the observation of the ideologies of the Revista Feminina with the analisis of the corpus of non-literary and literary texts, signed by personalities of the Brazilian Literature as Coelho Neto, Júlia Lopes de Almeida, Olavo Bilaspur, among others, we note that the journal reflects a literary panorama of continuity, even after the Semana de 1922, an art convention which transformed the Brazilian arts... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.format.extent247 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectLiteratura brasileirapt
dc.subjectPeriódicos brasileirospt
dc.subjectLiteratura - Historia e criticapt
dc.subjectLiteratura e sociedadept
dc.subjectSéculo XXpt
dc.subjectBrazilian periodicalspt
dc.titleRevista Feminina (1915-1936): tensão entre tradição e modernidadept
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLetras - FCLASpt
unesp.knowledgeAreaLiteratura e vida socialpt
unesp.researchAreaArquivos da memória : fontes e periódicos literários e culturaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Assispt
dc.identifier.aleph000725361
dc.identifier.filenunes_jcb_dr_assis.pdf
dc.identifier.capes33004048019P1
dc.identifier.lattes7209687743767001
unesp.author.lattes7209687743767001
Localize o texto completo

Arquivos

Thumbnail

Este item aparece nas seguintes coleções

Exibir registro simples