Show simple item record

dc.contributor.advisorFrança, Sônia Aparecida Moreira [UNESP]
dc.contributor.authorCassoli, Tiago [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:35:04Z
dc.date.available2014-06-11T19:35:04Z
dc.date.issued2012-02-06
dc.identifier.citationCASSOLI, Tiago. Riso e estratégias de poder: alianças atuais no governo das condutas. 2012. 172 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Assis, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/105607
dc.description.abstractO presente trabalho propõe como campo de problematização a presença dos palhaços enquanto técnicos do riso em instituições hospitalares. Entendemos que os efeitos de objetivação destas ações, pelos saberes da psicologia e da medicina, oferecem novas materialidades para os atuais processos de subjetivação, voltados para o desenvolvimento de capital humano no interior de políticas públicas, que buscam a felicidade dos indivíduos e das populações mesmo em situações limites da existência como a morte, a doença, a guerra. Para tanto tomamos, como material de análise, as práticas discursivas da psicologia e da medicina a respeito dos palhaços humanitários que respondem aos objetivos das organizações não governamentais. As práticas analisadas surgem na década de oitenta, nos Estados Unidos da América e, a partir dos anos noventa consolidaram-se nos hospitais do Brasil e de vários outros países do mundo. Levantamos a hipótese de que o riso emerge nestas intervenções enquanto elemento de uma estratégia de governança das condutas em que o palhaço efetiva-se como uma tática do processo de humanização da saúde. O riso aparece na instituição como um indicador de saúde do indivíduo, refere-se à eficiência de modos de subjetivação frente à doença e ao tratamento que, nestas intervenções, relacionam o princípio do prazer do riso à idéia de felicidade. Problematizamos tal relação, pois, em nosso entender, a produção de felicidade tornou-se uma das principais estratégias do capitalismo ao atualizar em suas práticas o homo oeconomicuspt
dc.description.abstractThis research proposes as a field of questioning the presence of clowns as laughing technicians in institutions such as hospitals. We believe that the effects of these actions by objectifying knowledge of psychology and medicine provide a new material for the current processes of subjectivity. They are focused on the development of human capital within public policies that seek the happiness of individuals and populations even in extreme situations of life, like death, disease, war. For both, we took for analysis the discursive practices of psychology and medicine about humanitarian clowns that respond to the goals of non-governmental organizations. The practices analyzed arise in the eighties in the United States of America, and from nineties on, they were consolidated in hospitals in Brazil and worldwide. We have as main hypothesis that laughter emerges in these interventions as an element of governance strategy of behavior nowadays, where the clown is executed as a tactic in the process of humanization of health. Laughter appears in the institution as an indicator of individual health, as to the efficiency of their modes of subjectivity against the disease and treatment, which is related to the pleasure principle of laughter to the idea of happiness. We problematize that, because in our view, the production of happiness has become one of the main strategies of capitalism to update in their practices the homo economicusen
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent172 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectFoucault, Michel, 1926-1984pt
dc.subjectRisopt
dc.subjectArte - Terapiapt
dc.subjectPoder (Filosofia)pt
dc.subjectPsicologia institucionalpt
dc.subjectLaughteren
dc.subjectArt therapy. engen
dc.titleRiso e estratégias de poder: alianças atuais no governo das condutaspt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramPsicologia - FCLASpt
unesp.knowledgeAreaPsicologia e sociedadept
unesp.researchAreaSubjetividade e saúde coletivapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Assispt
dc.identifier.aleph000686953
dc.identifier.filecassoli_t_dr_assis.pdf
dc.identifier.capes33004048021P6
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record