Show simple item record

dc.contributor.authorTognoli, Natália Bolfarini [UNESP]
dc.date.accessioned2015-02-24T13:58:03Z
dc.date.available2015-02-24T13:58:03Z
dc.date.issued2012
dc.identifierhttp://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/7974
dc.identifier.citationRevista Ibero-Americana de Ciência da Informação, v. 5, n. 2, p. 79-92, 2012.
dc.identifier.issn1983-5213
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/115396
dc.description.abstractThe arrangement and description of archival materials are the nuclear processes of Archival Science that share a common purpose: to represent the archival knowledge. This representation is fundamentally based on the application of the principle of provenance and on the concept of fonds. This paper aims to discuss de archival description facing the changes and ideas of an archival postmodern approach that proposes the concept of fonds and the principle of provenance as conceptual abstraction rather than a physical entity in the representation process. In that sense, it is presented here the theoretical perspectives of Canadian and Australian studies, discussing the theoretical basis of Modern Archival Science, facing the dynamic reality of contemporary record creation.en
dc.description.abstractO arranjo e a descrição dos documentos de arquivo podem ser considerados os dois processos nucleares da teoria e da prática arquivística que compartilham o mesmo objetivo: representar o conhecimento arquivístico. Esta representação está baseada fundamentalmente na aplicação do princípio da proveniência e no conceito de fundo documental. O presente artigo busca discutir especificamente a descrição arquivística, em face das mudanças e propostas de uma abordagem pós-moderna da disciplina que propõe o conceito de fundo e o princípio da proveniência como norteadores conceituais e não como entidades físicas – como até o momento se supunha – no processo de representação. Para tanto, são apresentadas as perspectivas teóricas dos estudos canadenses e australianos que se apresentam na vanguarda do movimento pós-moderno, discutindo as bases teóricas da Arquivística Moderna, face à realidade dinâmica da produção documental contemporânea. Ao final, concluí-se que a abordagem pós-moderna parece ser a mais capacitada para lidar com as questões contemporâneas, uma vez que vai mais fundo nas questões sobre a representação arquivística e sua relação entre o arquivista, o contexto de criação dos documentos e o usuário.pt
dc.format.extent79-92
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofRevista Ibero-Americana de Ciência da Informação
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.subjectfundo de arquivopt
dc.subjectPrincípio da Proveniênciapt
dc.subjectDescriçãopt
dc.titleA representação na Arquivística contemporâneapt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marilia, Avenida Hygino Muzzi Filho, 737, Mirante, CEP 17525-900, SP, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marilia, Avenida Hygino Muzzi Filho, 737, Mirante, CEP 17525-900, SP, Brasil
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.fileISSN19835213-2012-05-02-79-92.pdf
dc.identifier.lattes5668344562019395
unesp.author.lattes5668344562019395
unesp.author.orcid0000-0002-0609-498X[1]
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record