Show simple item record

dc.contributor.advisorMarques, Wilton José [UNESP]
dc.contributor.authorSandanello, Franco Baptista [UNESP]
dc.date.accessioned2015-03-03T11:52:35Z
dc.date.available2015-03-03T11:52:35Z
dc.date.issued2014-05-14
dc.identifier.citationSANDANELLO, Franco Baptista. O escorpião e o jaguar: o memorialismo prospectivo d'O Ateneu, de Raul Pompéia. 2014. 261 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciencias e Letras (Campus de Araraquara), 2014.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/115824
dc.description.abstractA tese de doutoramento aqui apresentada tem por objeto de estudo o romance O Ateneu, de Raul Pompéia, publicado em 1888 em folhetim pela Gazeta de Notícias e, meses mais tarde, em volume, pela tipografia do mesmo jornal. Estuda-se o processo narrativo da obra a partir de uma discussão inicial de sua recepção crítica, em que se observam três tendências interpretativas distintas: uma primeira de viés biográfico, bastante comum até a década de 1940; uma segunda, de viés social, iniciada logo após a anterior, e continuada ainda hoje; e uma última, de viés revisionista, mais atual, pautada na análise de aspectos até então considerados acessórios pela crítica. Dentre estes aspectos, está o tratamento cada vez mais aprofundado da narração autodiegética e do memorialismo latente já no subtítulo do romance – “Crônica de saudades”. Para tanto, discute-se a seguir a natureza teórica da narrativa de memórias, levantando-se diversos textos de teoria da narrativa como embasamento teórico da exposição. Propõe-se, assim, o uso de uma terminologia que busca categorizar em três grandes grupos as narrativas de memórias, de acordo com sua orientação mais voltada para o passado da ação – “narrativa retrospectiva” –, para o presente da narração – “narrativa presentificativa” – ou para o processo de leitura e recepção das memórias – “narrativa prospectiva”. A análise posterior de diversos elementos da narração d’O Ateneu chega à conclusão de que o romance de Pompéia representa um exemplo acabado de “narrativa prospectiva”, em que o narrador manipula a infância vivida no internato para fazer-se de vítima do sistema, e, assim, reverter a lógica de opressão a que fora submetido no Ateneupt
dc.description.abstractThe present thesis has for its main objective the study of O Ateneu, by Raul Pompeia, a novel published as a feuilleton in Gazeta de Notícias in 1888 and printed a few months later in book format at the offices of the same newspaper. Starting with an initial discussion of its critical reception, in which are regarded three different interpretative tendencies – a “biographical” one, commonly found until 1940; a “social” one, started around 1940 and still active nowadays; and a “revisionist” one, the most current tendency, on the analysis of many aspects of the novel regarded so far as of a lesser importance – it is emphasized the evaluation of its autodiegetic narration and of its latent memoirism, already foreseen in the novel’s subtitle – “Crônica de saudades”. The theoretical nature of memoirist narrative is discussed afterwards with the support of a variety of theoretical texts. Finally, a terminology that arranges three major groups of memoiristic narratives, according to their orientation towards the past of the diegesis – “retrospective narrative” –, the present of the narration – “presentificative narrative” – or the reading process and the reception of the memoirs – “prospective narrative” – is propounded. The analysis of important elements of O Ateneu’s narration concludes that Pompeia’s novel represents a perfect example of a “prospective narrative”, in which the narrator manipulates the remembrance of his childhood to perform the role of a victim, therefore reversing the logic of oppression to which he was subdued in Ateneuen
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent261 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectPompeia, Raul 1863-1895pt
dc.subjectLiteraturapt
dc.subjectLiteratura brasileirapt
dc.subjectMemoriapt
dc.subjectNarrativa (Retorica)pt
dc.subjectBrazilian literaturept
dc.titleO escorpião e o jaguar: o memorialismo prospectivo d'O Ateneu, de Raul Pompéiapt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEstudos Literários - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaTeorias e crítica da literaturapt
unesp.researchAreaHistória literária e críticapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000810035
dc.identifier.file000810035.pdf
dc.identifier.capes33004030016P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record