Show simple item record

dc.contributor.advisorHoufbauer, Andreas [UNESP]
dc.contributor.authorAmorim, Aparecida [UNESP]
dc.date.accessioned2015-05-14T16:53:29Z
dc.date.available2015-05-14T16:53:29Z
dc.date.issued2015-02-04
dc.identifier.citationAMORIM, Aparecida. Relações de gênero e poder: a vivência de mulheres e homens sob o impacto da migração internacional. -. 2015. 362 p. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/123377
dc.description.abstractContemporary society has been widely marked by transnational relations. As technology has advanced and globalization has become predominant, migration trends have expanded, blurring national borders between countries. Therefore, one can now observe not only a rapid dissemination of commercial and intellectual transactions, but also a substantial increase of people seeking better economic and social opportunities. In order to do this, they travel to countries that project a standard of living above their own. However, these individuals, after leaving their native land - by themselves or with their families - continue to maintain strong bonds with their places of origin, leaving them in an ever fluctuating state of subjectivity, in which they no longer identify as citizens of their home country or as citizens of the new. Within such processes, many scholars have noted the formation of social networks - clandestine or not - that are aimed at facilitating international exchanges of people. (MASSEY, 1990 e 2006; TILLY, 1990; SOARES, 2003; ASSIS, 2011, SIQEIRA, 2009). This work intends to investigate the way in which these subjects renegotiate their marriages and kinship in terms of class, gender, and ethnicity. My focus is the well-known migratory route between Governador Valadares, in Minas Gerais, and the metropolitan area of Boston, Massachusetts, in the United States. I interviewed couples who have already returned, who are still in the US, as well as those who, because of the dislocation, got divorced. Throughout these narratives, I attempted to focus on the changes in the dynamics of gender and power, which these experiences had imposed. Furthermore, this study emphasized the crucial role of women in the articulation of these movements. The theoretical apparatus used in this investigation included works by Appadurai (2000), Eriksen (2006) e Brah (2006), in the Cultural Studies Field, as well as reflections by Butler (2008), Moore...en
dc.description.abstractA contemporaneidade tem sido amplamente marcada por relações de caráter transnacional. A partir de fenômenos da sociedade moderna, tais como a globalização e avanços na tecnologia, mobilidade e comunicação, fluxos migratórios têm se expandido, reduzindo distâncias e criando uma espécie de borramento de fronteiras nacionais que outrora se mostravam bastante delimitadas. Assim, em nossos dias, pode-se observar não apenas uma rápida propagação de transações comerciais, bens e conhecimento entre os mais diversos países do mundo, mas também um aumento substancial de migração de pessoas que, no intuito de atingirem ascensão social e financeira, se mudam para localidades em que se encontraria uma suposta grande oferta de oportunidades. No entanto, estes indivíduos, ao deixarem suas terras natais - sozinhos ou em família - continuam mantendo fortes vínculos com seu país de origem, o que configura suas subjetividades, em diferentes níveis, como construções em trânsito, as quais os distinguem de maneira singular tanto de seus conterrâneos, quanto dos nativos no país de acolhimento. Em meio a este processo, muitos estudiosos têm detectado a relevância da formação de redes sociais - clandestinas ou não - que objetivam facilitar a ida e vinda destes milhares de sujeitos que, a cada ano, atravessam fronteiras. (MASSEY, 1990 e 2006; TILLY, 1990; SOARES, 2003; ASSIS, 2011, SIQEIRA, 2009). Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo investigar a maneira como estes sujeitos reconfiguram suas relações conjugais e de parentesco, a partir de categorias tais como classe, gênero e etnia, a partir da focalização de uma rota migratória bastante conhecida no cenário brasileiro desde meados do século XX: a de cidadãos/ãs de Governador Valadares, em Minas Gerais, à região metropolitana de Boston, em Massachussetts, nos Estados Unidos. Para tal, foram entrevistados casais de migrantes retornados, radicados...pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent362 p.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectMigraçãopt
dc.subjectRedes sociaispt
dc.subjectRelações de gêneropt
dc.subjectMigrationspt
dc.titleRelações de gênero e poder: a vivência de mulheres e homens sob o impacto da migração internacional. -pt
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaCiências Sociaispt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000823241
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/15-04-2015/000823241.pdf
dc.identifier.capes33004110042P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record