Show simple item record

dc.contributor.authorBossolani, Iderlipes Luiz Carvalho [UNESP]
dc.contributor.authorBitencourt, Diego Augusto [UNESP]
dc.contributor.authorPinto, Marcos Franke [UNESP]
dc.date.accessioned2016-01-28T16:53:10Z
dc.date.available2016-01-28T16:53:10Z
dc.date.issued2012
dc.identifierhttp://www.fmvz.unesp.br/rvz/index.php/rvz/article/view/436/330
dc.identifier.citationVeterinária e Zootecnia, v. 19, n. 2 supl 2, p. 131-131, 2012.
dc.identifier.issn0102-5716
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/133002
dc.description.abstractO Brasil é, atualmente, o maior exportador mundial de carne de frango, mas a manutenção dessa posição no mercado internacional exige uma constante evolução. Na busca pela melhoria da qualidade, é essencial conhecer o público consumidor, pois a qualidade traduz-se como o atendimento das expectativas dos consumidores. Assim, este trabalho teve por objetivo estudar o perfil do consumidor de carne de frango, a fim de gerar informações que possam orientar o setor produtivo na busca de qualidade e competitividade. Foram aplicados 482 questionários, que foram preenchidos manualmente ou enviados via e-mail pelos entrevistados. O questionário era composto por perguntas relacionadas à identificação dos consumidores; aos seus hábitos de consumo; seu conhecimento sobre os aspectos sanitários, sistemas de produção e bem-estar animal; sustentabilidade e sua opinião sobre a aparência do produto. Dos entrevistados, 62% dos consumidores foram mulheres, em sua maioria apresentando de 20 a 50 anos e 50% do total de entrevistados declararam renda entre R$ 1000,00 e R$ 5000,00. A maioria dos entrevistados prefere carne bovina, a carne de frango ficou empatada com a carne suína como a segunda mais consumida. Do total de entrevistados apenas 2% não gostam da carne de frango. A maioria dos consumidores (66,66%) costumam comprar peito e coxa com sobre-coxa, e somente 11,11% compram o frangos inteiros. Mais de 60% dos entrevistados já consumiram frango caipira, mas a maioria (88,88%) costuma consumir frango de granja. Cerca de 75% dos consumidores acreditam que é utilizado hormônio na produção do frango de granja. Mais de 80% das pessoas observa o prazo de validade durante a compra do produto, porém apenas 55% delas verificam se o produto possui o carimbo de inspeção sanitária oficial. A cor e a aparência do produto são os fatores mais importantes na decisão de compra do consumidor. A quantidade de água na bandeja é um fator de rejeição para 88% dos entrevistados. A maioria (66%) prefere carne mais clara. Somente 27% dos entrevistados acreditam que a produção de carne de frango causa impacto ambiental, 48% relataram não saber o significado de bem-estar animal e mais da metade dos entrevistados responderam que não pensam nesta definição antes de consumir qualquer tipo de carne. Com esses resultados, é possível concluir que qualquer iniciativa visando melhorar a qualidade do produto, principalmente nos aspectos de sustentabilidade e bem-estar animal, deve ser acompanhada de campanhas de esclarecimento dos consumidores.pt
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent131
dc.language.isopor
dc.relation.ispartofVeterinária e Zootecnia
dc.sourceCurrículo Lattes
dc.subjectCarne de frangopt
dc.subjectConsumidorpt
dc.subjectPerfil de consumopt
dc.titleAvaliação do perfil dos consumidores de carne de frango no município de Araçatuba - SPpt
dc.title.alternativeAssessment of chicken meat consumer profile in Araçatuba - SPen
dc.typeResumo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Apoio a Produção e Saúde Animal, Faculdade de Medicina Veterinária, Aracatuba, Rua Clóvis Pestana, 793, Jd. Dona Amélia, CEP 16050680, SP, Brasil
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Departamento de Apoio a Produção e Saúde Animal, Faculdade de Medicina Veterinária, Aracatuba, Rua Clóvis Pestana, 793, Jd. Dona Amélia, CEP 16050680, SP, Brasil
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdCNPq: 115158/2011-1
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Medicina Veterinária, Araçatubapt
dc.identifier.fileISSN0102-5716-2012-19-02-131.pdf
dc.identifier.lattes4022227218734910
unesp.departmentApoio a Produção e Saúde Animalpt
unesp.author.lattes4022227218734910
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record