Show simple item record

dc.contributor.advisorSouza, José Gilberto de [UNESP]
dc.contributor.authorSilva, Aline Porto da [UNESP]
dc.date.accessioned2016-04-01T17:53:54Z
dc.date.available2016-04-01T17:53:54Z
dc.date.issued2015
dc.identifier.citationSILVA, Aline Porto da. O papel da escola no processo de formação de sujeitos sociais em situação prisional. 2015. 79 f. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2015.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/136625
dc.description.abstractSince the beginning of the first prisions, they were proposed to solely for custody of offenders while waiting for capital punishment. With the evolution of the society, also evolves to the form of the punishment of convicts, going to be adopted custodial sentences instead of tortured bodies, then came up a greater concern with the most suitable sites for this new purpose. This study aim to reflect and analyze the relationship between education and rehabilitation in the Brazilian criminal justice system, aiming to give the efficiency of these programs in the country and the emergence of the first forms of punishment and deprivation of liberty, presupposing the role that education presents in the social reintegration process, in a situation of deprivation of liberty and the existing public policies. Characterize and show the attempts made by the state of São Paulo in accomplishing new models of prisons, which since 2000 are called resocialization centers representing this new structure and proposed social work in relation to so-called traditional prisonsen
dc.description.abstractDesde o início das primeiras prisões, elas eram destinadas unicamente a custódia dos infratores enquanto esperava a execução penal. Com a evolução da sociedade, evolui-se também a forma de punição dos apenados, passando a serem adotadas penas privativas de liberdade, ao invés de corpos supliciados, surgi então uma maior preocupação com os locais mais adequados para essa nova finalidade. O presente trabalho tem como principal objetivo refletir e analisar as relações entre educação e ressocialização no sistema penal brasileiro, visando conferir à efetividade dessas ações no país e o surgimento das primeiras formas de punição e privação de liberdade, tendo como pressuposto o papel que a educação apresenta no processo de reintegração social, em situação de privação de liberdade e às politicas públicas existentes. Caracterizar e mostrar as tentativas realizadas pelo estado de São Paulo em concretizar novos modelos de unidades prisionais, que desde o ano 2000 são denominados Centros de Ressocialização que representam essa nova estrutura e proposta de trabalho social em relação às chamadas prisões tradicionaispt
dc.format.extent79 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectEducaçãopt
dc.subjectRessocializaçãopt
dc.subjectPrisões - São Paulo (Estado)pt
dc.subjectPrisioneiros - Educaçãopt
dc.subjectEducação de adultospt
dc.subjectPolíticas públicaspt
dc.titleO papel da escola no processo de formação de sujeitos sociais em situação prisionalpt
dc.typeTrabalho de conclusão de curso
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000858951
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/capelo/2016-03-10/000858951.pdf
dc.identifier.lattes2791262886000362
unesp.undergraduateGeografia - IGCEpt
unesp.author.lattes2791262886000362
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record