Show simple item record

dc.contributor.authorKobayashi, Maria Do Carmo Monteiro [UNESP]
dc.contributor.authorNomiso, Cecília Massako [UNESP]
dc.date.accessioned2016-07-19T13:00:35Z
dc.date.available2016-07-19T13:00:35Z
dc.date.issued2014
dc.identifierhttp://www.unesp.br/portal#!/prograd/e-livros-prograd/
dc.identifier.citationCONGRESSO NACIONAL DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES, 2.; CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 12., 2011, Águas de Lindóia. Anais 2. Congresso Nacional de Professores 12. Congresso Estadual sobre Formação de Educadores... São Paulo: UNESP; PROGRAD, 2014. p. 6052-6062
dc.identifier.issn2357-7819
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/141816
dc.description.abstractO grande fluxo migratório entre as nações a partir do século XX obrigaram os imigrantes a adaptarem-se a diferentes culturas, línguas, costumes e regras. A pesquisa apresenta situações enfrentadas por duas escolas brasileiras localizadas na província de Aichi – Japão, e suas condições formativas de sujeitos inseridos em um contexto escolar similar ao do Brasil. O intuito da pesquisa foi conhecer a realidade da educação infantil para filhos de decasséguis no Japão, como são suas condições de acesso e permanência nessas escolas. Como ferramenta de coleta de dados utilizou-se os Indicadores de Qualidade da Educação Infantil (BRASIL, 2009), em um estudo de caso com observação direta em pesquisa de campo e análise com abordagem qualitativa. Dentre os resultados obtidos,as avaliações detalhadas das dimensões 5 (espaços, materiais e mobiliários) e 6 (formação e condições de trabalho das professoras e demais profissionais) apontaram índices preocupantes,com percentuais elevados de ações, atitudes ou situações não consolidadas ou inexistentes nas instituições. O governo brasileiro apenas reconhece a instituição de ensino, porém, não supervisiona, disponibiliza verbas ou oferece cursos de aperfeiçoamento para funcionários.Estes tentam complementar e atualizar seus conhecimentos com recursos próprios ou, na maioria das vezes não conseguem concretizar essa etapa de formação. A preocupação por uma educação de qualidade para essas crianças é constante:por um lado readaptação ou adaptação à cultura do Brasil, por outro, a incerteza do tipo de educação proporcionada a esse grupo durante a sua estadia no Japão.pt
dc.format.extent6052-6062
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.publisherPró-Reitoria de Graduação (PROGRAD UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso Nacional de Formação de Professores
dc.relation.ispartofCongresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores
dc.titleProjetos e práticas de formação continuada: relato de pesquisa em duas escolas brasileiras no Japãopt
dc.typeTrabalho apresentado em evento
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista, Departamento Educação, Faculdade de Ciências (FC), Bauru
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Departamento Educação, Faculdade de Ciências (FC), Bauru
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências, Baurupt
dc.identifier.fileISSN2357-7819-2014-6052-6062.pdf
dc.identifier.lattes8897176542462072
unesp.departmentEducaçãopt
unesp.author.lattes8897176542462072
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record