Show simple item record

dc.contributor.authorRodrigues, Cláudia Mara [UNESP]
dc.contributor.authorDel-Masso, Maria Candida Soares [UNESP]
dc.date.accessioned2017-01-18T18:08:07Z
dc.date.available2017-01-18T18:08:07Z
dc.date.issued2003
dc.identifierhttp://proex.reitoria.unesp.br/congressos/Congressos/2__Congresso/Educa__o/Educ43.htm
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/148237
dc.description.abstractIntrodução: A inserção do idoso no contexto acadêmico é uma das funções sociais que a Universidade Pública pode oferecer à população que envelhece. Hoje o Brasil já não é mais considerado um país de jovens, haja vista o aumento do índice de longevidade que atinge, aproximadamente, 71 anos para as mulheres e 65 anos para os homens. Com o intuito de possibilitar o acesso dessa população à universidade, a UNATI – Núcleo Marília inicia suas atividades em 1995 após ampla discussão e análise do Projeto Sênior instituído pela PROEX-Unesp. Já passaram pela UNATI nesses 8 anos do projeto cerca de 300 alunos e em 2002 a UNATI conta com 120 alunos regularmente matriculados, de ambos os gêneros sendo 70% desses alunos com nível de escolaridade superior completo. Objetivo: Inserida nessa problemática e refletindo acerca do seu papel social, a Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP - Campus de Marília estruturou oficialmente a Universidade Aberta à 3ª Idade – UNATI com o objetivo de proporcionar condições para a integração social do participante, mediante o convívio no meio universitário. Método: A partir da realização de palestras sobre diferentes temas os alunos têm a possibilidade de refletir sobre esse momento de suas vidas compreendendo o que significa envelhecer com dignidade e com qualidade de vida. Paralelamente são realizados diferentes cursos os quais oferecem também vagas aos alunos dos cursos de graduação corroborando o objetivo da UNATI, qual seja, a integração no meio universitário. Resultados: No início do projeto, a UNATI possibilitava novos conhecimentos aos idosos, conhecimentos esses obtidos através das palestras sobre diferentes áreas do saber, dos cursos, da freqüência às aulas dos cursos de graduação. Atualmente, um novo perfil começa a ser observado entre os participantes, ou seja, o interesse desses alunos em participar mais ativamente da vida da universidade envolvendo-se em pesquisas, em movimentos acadêmicos e sociais, em atividades nas quais sentem-se úteis à sociedade local. Talvez esse comportamento seja esperado pela própria vivencia que a UNATI possibilitou aos alunos idosos durantes esses anos de atividade: o resgate da cidadania e o direito à participação ativa no meio acadêmico e social.pt
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.relation.ispartofCongresso de Extensão Universitária
dc.sourcePROEX
dc.titleUNATI - núcleo Marília: uma experiência que deu certopt
dc.typeResumo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC), Departamento de Educação Especial, Marília, SP
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC), Departamento de Educação Especial, Marília, SP
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
unesp.departmentEducação Especial - FFCpt
Localize o texto completo

Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record