Show simple item record

dc.contributor.advisorOliveira, Luciane Dias de [UNESP]
dc.contributor.authorFigueira, Leandro Wagner
dc.date.accessioned2018-01-04T15:29:14Z
dc.date.available2018-01-04T15:29:14Z
dc.date.issued2017-12-19
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/152403
dc.description.abstractOs seres humanos vivem em constante relação com micro-organismos, comensais e patogênicos, que podem ameaçar a homeostase do hospedeiro. Espécies patogênicas apresentam mecanismos capazes de contornar as barreiras de defesa do hospedeiro, facilitando sua disseminação e proliferação nos tecidos invadidos. Cepas resistentes aos antimicrobianos disponíveis surgem diariamente, por isso, é relevante encontrar métodos alternativos para controla-las. Produtos de plantas medicinais vem sendo investigados para essa finalidade. No presente estudo, foi avaliada a capacidade do extrato de C. longa em controlar infecções in vitro por S. aureus, P. aeruginosa e C. albicans em macrófagos murinos (RAW 264.7). Para isto, foram aplicadas as concentrações inibitórias mínimas (CIM) do extrato vegetal nas infecções e por meio de análise da fagocitose foi analisado a contribuição delas para a eliminação destes micro-organismos. A viabilidade dos macrófagos foi analisada por meio de teste colorimétrico com corante vermelho neutro. Foram checadas a produção de citocinas inflamatórias (IL-1β, IL-6, TNF-α e IL-10) e óxido nítrico (NO), por ELISA e com reagente de Griess, respectivamente. Os resultados foram analisados por ANOVA e Tukey’s Test (P ≤ 0.05). Foi verificado que o extrato de C. Longa auxiliou de maneira efetiva os macrófagos na fagocitose dos micro-organismos avaliados, apresentando reduções significativas de unidades formadoras de colônia por mililitro (UFC/mL), e atuou mediação da síntese de citocinas e NO. Os macrófagos apresentaram-se viáveis durante a infecção. Desta forma, foi constatado que o extrato de C. longa foi capaz de auxiliar in vitro os macrófagos na eliminação de S. aureus, P. aeruginosa e C. albicans, além de proporcionar efeito imunomodulador na síntese de IL-1β, TNF-α, IL-10 e NO, no intuito de controlar as infecções microbianas in vitro.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectCurcuma longapt
dc.subjectInfecçãopt
dc.subjectRaw 264.7pt
dc.subjectStaphylococcus aureuspt
dc.subjectPseudomonas aeruginosapt
dc.subjectCandida albicanspt
dc.subjectInfectionen
dc.titleEfeito do extrato de Curcuma longa L. sobre infecções in vitro por Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans em macrófagos murinos (RAW 264.7)pt
dc.title.alternativeEffect of Curcuma longa L. extract on Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa and Candida albicans in vitro infections in murine macrophages (RAW 264.7)en
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramBiopatologia Bucal - ICTpt
unesp.knowledgeAreaMicrobiologia e imunologiapt
unesp.researchAreaDoenças Infecciosas de Interesse Médico-odontológicopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Ciência e Tecnologia, São José dos Campospt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000895458
dc.identifier.capes33004145081P0
dc.identifier.lattes4716676611330311
unesp.advisor.lattes4716676611330311
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record