Show simple item record

dc.contributor.advisorMilitão, Silvio César Nunes [UNESP]
dc.contributor.authorMiralha, Mayara Faria [UNESP]
dc.date.accessioned2018-06-08T19:32:43Z
dc.date.available2018-06-08T19:32:43Z
dc.date.issued2018-04-25
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/154205
dc.description.abstractEsta pesquisa desenvolveu-se no interior da linha de pesquisa “Formação dos Profissionais da Educação, Políticas Educativas e Escola Pública” do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia, UNESP/Campus de Presidente Prudente. O trabalho tem como objetivo precípuo analisar as possibilidades, tensões e os desafios do Programa São Paulo Faz Escola a partir da ótica dos professores, tomando o caso particular de uma escola estadual do município de Presidente Prudente – SP. O Programa São Paulo Faz Escola foi implantado pela Secretaria Estadual de Educação de São Paulo no ano de 2008, tendo como propósito, expresso nos documentos oficiais de combater o baixo desempenho escolar constatado a partir de avaliações externas. Em síntese, o Programa dispõe de materiais apostilados que tem como finalidade subsidiar o trabalho do professor em sala de aula, dessa forma dispõe de: cadernos do professor (que determina o passo a passo das aulas, com metodologias e formas de avaliações), caderno do aluno (com atividades a serem executadas), e caderno do Gestor (com informações sobre a implementação da Proposta). A partir do ano de 2010 o programa se torna o novo Currículo Oficial do Estado de São Paulo, tornando-se obrigatório para todas as escolas paulistas. Dessa maneira, a investigação em tela – de natureza qualitativa - se valeu dos seguintes procedimentos metodológicos para coleta de dados: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, aplicação de questionário e entrevista do tipo semiestruturada com dez professores de uma escola Estadual do município de Presidente Prudente. Os participantes da pesquisa foram escolhidos por estarem atuando na rede estadual paulista desde a implantação da Proposta Curricular, tornando-se fontes-chave de informação, por possuírem experiências e conhecimentos relevantes para o tema da pesquisa. A análise final dos dados reunidos foi feita à luz do referencial teórico norteador da pesquisa e mediante análise de conteúdo. A partir da análise dos dados obtidos concluiu-se que o Programa São Paulo Faz Escola é insuficiente em seu principal objetivo, a melhoria da qualidade do ensino, tendo em vista que se constitui em um material padronizado que não contempla a realidade dos educandos, além de se mostrar incompleto em relação aos conteúdos considerados como necessários para o desenvolvimento do educando. A partir desta análise pode-se notar que inicialmente há um processo de infidelidade normativa e de resistência por parte dos professores em cumprir o que é expresso nos documentos oficiais, no entanto, aos poucos este foi substituído por um processo de adaptação, acomodação e aceitação ao Currículo paulista.pt
dc.description.abstractThis research was developed within the research line "Training of Education Professionals, Educational Policies and Public School" of the Graduate Program in Education of the Faculty of Sciences and Technology, UNESP / Campus de Presidente Prudente. The main objective of this study is to analyze the possibilities, tensions and challenges of the São Paulo Faz Escola Program from the point of view of teachers, taking the particular case of a state school in the municipality of Presidente Prudente - SP. The São Paulo Faz Escola Program was implemented by the State Department of Education of São Paulo in 2008, with the purpose, expressed in official documents, of combating the low school performance found from external evaluations. In summary, the Program has a set of apostilled materials that aims to subsidize the work of the teacher in the classroom, thus has: teacher's notebooks (which determines the step by step of the classes, with methodologies and forms of evaluations), notebook (with activities to be carried out), and the Manager's notebook (with information on the implementation of the Proposal). Starting in 2010, the program becomes the new Official Curriculum of the State of São Paulo, making it compulsory for all schools in São Paulo. In this way, qualitative research was carried out using the following methodological procedures for data collection: bibliographical research, documentary research, questionnaire application and semistructured type interview with ten teachers from a State school in the municipality of Presidente Prudente. The research participants were chosen because they have been working in the São Paulo state network since the implementation of the Curricular Proposal, becoming key sources of information, because they have relevant experiences and knowledge for the research theme. The final analysis of the collected data was made in the light of the theoretical reference guide of the research and through content analysis. Based on the analysis of the data obtained it was concluded that the São Paulo Faz Escola Program is insufficient in its main objective, the improvement of the quality of teaching, considering that it is a standardized material that does not contemplate the reality of the students, besides to be incomplete in relation to the contents considered necessary for the student's development. From this analysis it can be noted that what is wrong with the norm and the resistance on the part of the teachers to fulfill what is right is the same in the official documents, with respect to the process of adaptation, accommodation and acceptance to the São Paulo curriculum.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectPolítica educacionalpt
dc.subjectPrograma São Paulo Faz Escolapt
dc.subjectProposta curricular paulistapt
dc.subjectPercepção de professorespt
dc.subjectEducational politicsen
dc.subjectSão Paulo School Programen
dc.subjectProposed pauline curriculumen
dc.subjectTeachers' perceptionen
dc.titlePrograma São Paulo Faz Escola: percepções de professores de uma escola estadual paulistapt
dc.title.alternativeSão Paulo School Program: perceptions of teachers from a state school in São Pauloen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação - FCTpt
unesp.knowledgeAreaEducaçãopt
unesp.researchAreaFormação dos profissionais da educação, políticas educativas e escola públicapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudentept
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.aleph000902557
dc.identifier.capes33004129044P6
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record