Show simple item record

dc.contributor.advisorSilva, Edvaldo Aparecido Amaral
dc.contributor.authorBatista, Thiago Barbosa
dc.date.accessioned2018-09-21T19:07:03Z
dc.date.available2018-09-21T19:07:03Z
dc.date.issued2018-07-25
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/157084
dc.description.abstractO Priming é uma tecnologia utilizada para aprimorar a qualidade fisiológica de sementes. Todavia, a técnica reduz a longevidade das sementes. Portanto, o objetivo do trabalho foi avaliar a aplicação de Epibrassinolídeo (EpiBL), ácido abscísico (ABA) e choque térmico (CT) associado ao priming para estender a longevidade das sementes de tomateiro e estudar o transcriptoma do tratamento que prolongar a longevidade das sementes condicionadas. As sementes dois acessos de S. lycopersicum foram condicionadas em solução de PEG -1,0 MPa (tratamento tradicional) pelo período de 60 horas (h) a 20 °C. Alternativamente, foram associados os tratamentos com 0,1 µM de EpiBL, 1 µM de ABA e após o priming as sementes foram secas pelo período de 24 h a 20 °C e ±60% de umidade relativa (UR). O choque térmico foi aplicado após o condicionamento submetendo-se as sementes a ambiente de 32% UR/38 °C pelo período de 2 h e posteriormente ao ambiente de 20 °C e ±60% UR. Avaliou-se a qualidade fisiológica da sementes pela germinação, velocidade de germinação (T50), uniformidade (T16-84) e a longevidade a 75% UR/35 °C. O priming aprimorou a qualidade fisiológica das sementes de S. lycopersicum com benefício adicional a velocidade de germinação empregando-se EpiBL e choque térmico. O choque térmico após o priming é capaz de ampliar a longevidade das sementes condicionadas e a análise de transcriptoma revelou abundancia e expressão de transcritos sHSP e HSPs, associadas a longevidade de sementes.pt
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (FAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectChoque térmico. Priming. Qualidade de sementes.pt
dc.titleLongevidade de sementes condicionadas de tomate: estudos fisiológicos e molecularespt
dc.title.alternativeLongevity of primed tomato seeds: physiological and molecular studiespt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdProcesso nº 2016/10716-1
unesp.graduateProgramAgronomia (Agricultura) - FCApt
unesp.knowledgeAreaAgriculturapt
unesp.researchAreaProdução, tecnologia e armazenamento de sementes e produtos agrícolaspt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências Agronômicas, Botucatupt
unesp.embargo18 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000908114
dc.identifier.capes33004064039P3
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record