Show simple item record

dc.contributor.advisorCosta, Rogerio Caetano da [UNESP]
dc.contributor.authorNogueira, Caio dos Santos
dc.date.accessioned2019-06-03T17:40:43Z
dc.date.available2019-06-03T17:40:43Z
dc.date.issued2019-02-20
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/182203
dc.description.abstractEm algumas espécies de decápodos é possível verificar variações morfológicas em indivíduos adultos de uma mesma população, as quais resultam em distintos morfotipos. Esses morfotipos podem influenciar a estrutura da população, muitas vezes representando um caráter relacionado à dominância social e reprodução. O crescimento relativo e histologia do sistema reprodutor de Macrobrachium brasiliense foram analisados a fim de investigar a ocorrência de distintos grupos morfológicos em machos adultos. Os espécimes analisados foram coletados em dois locais, no córrego Água Limpa, região de Uberlândia-MG e no Rio Batalha, região de Bauru-SP. Cada macho foi medido em relação a sete dimensões corporais: comprimento da carapaça (CC), comprimento do maior quelípodo (CMQ), comprimento do dáctilo (CD), comprimento do própodo (CPr), comprimento do carpo (CCa), comprimento do mero (CM) e comprimento do ísquio (CI). O crescimento relativo foi analisado com base na mudança dos padrões de crescimento das estruturas corpóreas mencionadas (variáveis dependentes) em relação ao CC (variável independente). Em seguida, uma análise exploratória (análise de componentes principais – PCA) foi realizada com os dados morfométricos em busca de possíveis grupos morfológicos distintos na população. O sistema reprodutor masculino também foi descrito e comparado para análise de diferenças durante a maturação de células reprodutivas e produtividade espermática entre os morfotipos. Dois morfotipos foram identificados entre os indivíduos: minor male, com quelípodos menos desenvolvidos (22,35 ± 3,36mm) e com poucos espinhos ou em formação, e o bigger male, com quelípodos maiores (36,57 ± 12,49mm), muitos espinhos ao longo dos mesmos, principalmente a partir do mero, e todos os espinhos completamente desenvolvidos. Os resultados da relação entre CC vs CMQ diferiu significativamente (p < 0,01) entre os dois morfotipos. Foi feita uma minuciosa descrição com base nos principais caracteres macroscópicos de diferenciação entre os morfotipos para se tornar mais fácil a identificação em pesquisas futuras. Não houve diferenças na histoanatomia e histoquímica entre os morfotipos, porém, a produtividade espermática diferiu significativamente entre as duas castas, com o morfotipo bigger male produzindo mais espermatozoides (teste T, p= 0,03). Os quelípodos foram considerados um grande determinador de castas dentro de uma população, seguindo o proposto por outros trabalhos de descrições morfotípicas, sendo tal apêndice diretamente relacionado ao comportamento reprodutivo desses animais. A anatomia do sistema reprodutor não apresentou variações, apesar da diferença entre produção final de espermatozoides, algo que pode estar correlacionado ao tamanho desses animais. A presença de morfotipos detectada aqui contribuiu para um aumento no conhecimento da biologia populacional principalmente quantos as aos aspectos reprodutivos da espécie.pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.subjectCrescimento relativopt
dc.subjectHistologiapt
dc.subjectMorfotipospt
dc.subjectSistema reprodutorpt
dc.titleCaracterização morfotípica e análises histológicas do sistema reprodutor em machos de Macrobrachium brasiliense (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae) e a influência nas relações intraespecíficaspt
dc.title.alternativeMorphotypic characterization and histological analyzes of the reproductive system in males of Macrobrachium brasiliense (Heller, 1862) (Crustacea, Decapoda, Palaemonidae) and the influence on intraspecific relationsen
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Biológicas (Zoologia) - IBBpt
unesp.knowledgeAreaZoologiapt
unesp.researchAreaMorfologia, Reprodução e Desenvolvimentopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Botucatupt
unesp.embargo24 meses após a data da defesapt
dc.identifier.aleph000917279
dc.identifier.capes33004064012P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail
Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record