Show simple item record

dc.contributor.advisorCamargo, Eder Pires de [UNESP]
dc.contributor.authorAnjos, Paola Trama Alves [UNESP]
dc.date.accessioned2019-10-29T15:24:00Z
dc.date.available2019-10-29T15:24:00Z
dc.date.issued2012-04-26
dc.identifier.citationANJOS, Paola Trama Alves. Inclusão escolar de alunos com deficiência: as (im)possibilidades através do olhar de quatro professores de ciências. 2012. 138 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências, 2012.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/190890
dc.description.abstractThis study aimed to identify the conceptions of science teachers on the inclusion of blind students in astronomy classes and how these concepts relate to the mobilization of different teacher knowledge for adaptation activities related with the theme for those students. To do this, first we draw a overview of Inclusive Education with the modifications of the concepts and terminology, national laws and international initiatives that influence the discussions of this topic and a survey of the papers presented in the last decade for the Teaching of Physics for students with visual impairments. Following we seek to understand the concepts of inclusion of teachers to the Theory of Social Representations that, according to Moscovici, can be understood as a theory of common sense (or knowledge), whose function is to guide the behavior and the communication of individuals and it is constructed in society, collectively. Finally, with respect to teacher knowledge, we guide our discussions from the classifications proposed by Gauthier and others, Pimenta and Tardif. For the constituion of the data we used an initial questionnaire with essay responses, semi-structured interviews and a proposed activity in the Caderno do Professor, 7th grade of the Elementary School Curriculum of the State of São Paulo, with four teachers of different profiles. After analyzing the data through content analysis, we infered that an overhaul is needed in graduate and continuing educations of science teachers, for these teachers to rethink their views about inclusion and mobilize new knowledge in this context inclusive. We indicated that interviewed teachers do not yeat have a clear vision of the possibilities of inclusion of blind students in astronomy classes and it takes a careful look at the goverment towards the training of teachers to enable recognition of the possibilities for blind people, the role of education / school anden
dc.description.abstractO presente trabalho teve como objetivo conhecer as concepções de professores de ciências sobre a inclusão de alunos cegos em aulas de astronomia e de que forma estas concepções relacionam-se com a mobilização de diferentes saberes docentes para a adaptação de atividades relacionadas ao assunto para esses alunos. Para tal, inicialmente traçamos um panorama da Educação Inclusiva com as modificações dos conceitos e terminologias, as legislações nacionais e iniciativas internacionais que influenciam nas discussões desse tema e um levantamento dos trabalhos apresentados na última década referentes ao Ensino de Física para alunos com deficiência visual. Na seqüência buscamos compreender as concepções sobre inclusão dos professores à luz da Teoria das Representações Sociais que, de acordo com Moscovici, pode ser entendida como teoria do senso comum (ou conhecimento prático), cuja função é orientar o comportamento e a comunicação dos indivíduos e é construída na sociedade, de forma coletiva. Por fim, com relação aos saberes docentes, orientamos nossas discussões a partir das classificações propostas por Gauthier e outros, Pimenta e Tardif. Para a constituição dos dados, utilizamos um questionário inicial com respostas dissertativas, entrevistas semi-estruturadas e uma atividade proposta no Caderno do Professor, da 7ª série (8º ano) do Ensino Fundamental, do Currículo do Estado de São Paulo, com 4 professores de perfis diferentes. Após a análise dos dados, por meio de análise de conteúdo, pudemos inferir que é necessária uma reformulação nos cursos de graduação e de formação continuada dos professores de ciências, para que esses professores possam suas concepções acerca da inclusão e mobilizar novos saberes neste contexto inclusivo. Indicamos que os professores entrevistados ainda não possuem uma visão clara das possibilidades da inclusão de alunos cegos nas aulas de astronomiapt
dc.format.extent138 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectScience teachingen
dc.subjectInclusive educationen
dc.subjectVisual impairmenten
dc.subjectSocial representationsen
dc.subjectTeachers knowledgeen
dc.subjectCiência - Estudo e ensinopt
dc.subjectEducação inclusivapt
dc.subjectDistúrbios da visãopt
dc.subjectRepresentações sociaispt
dc.subjectInclusive educationpt
dc.titleInclusão escolar de alunos com deficiência: as (im)possibilidades através do olhar de quatro professores de ciênciaspt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEducação para a Ciência - FCpt
unesp.knowledgeAreaEnsino de ciênciaspt
unesp.researchAreaFundamentos e modelos psico-pedagógicos no Ensino de Ciências e Matemáticapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, Baurupt
dc.identifier.aleph000915984
dc.identifier.filehttp://www.athena.biblioteca.unesp.br/exlibris/bd/cathedra/23-05-2019/000915984.pdf
dc.identifier.capes33004056079P0
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record