Show simple item record

dc.contributor.advisorReis, Ricardo Andrade [UNESP]
dc.contributor.authorDallantonia, Erick Escobar [UNESP]
dc.date.accessioned2021-01-04T13:20:22Z
dc.date.available2021-01-04T13:20:22Z
dc.date.issued2020-10-29
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/202230
dc.description.abstractO objetivo dessa pesquisa foi determinar o impacto da intensificação do sistema produtivo de bovinos de corte nas variáveis de consumo, valor nutritivo da forragem, digestibilidade de nutrientes, emissão metano entérico, desempenho e crescimento animal, expressão gênica e qualidade da carne de tourinhos Nelore e F1 ½ Angus x ½ Nelore, em dois sistemas de produção [leniente (S1) e intensificado (S2)] durante as fases de recria e terminação. O S1 foi praticado em pastagem de capim Marandu de 18,6 hectares (ha), dividida em oito piquetes, que não foram fertilizados e manejados com lotação contínua e taxa constante de lotação com dois bovinos por hectare, durante a recria. Assim, 20 tourinhos Nelore [peso corporal inicial (PCi), 277 ± 13 kg; idade inicial, 15,2 ± 1,1 meses] e 20 tourinhos F1 Angus × Nelore (PCi, 304 ± 21 kg; idade inicial, 15,8 ± 0,44 meses) de sobreano, foram alocados aleatoriamente em quatro piquetes para cada raça. Durante a terminação, os bovinos permaneceram na pastagem e receberam suplementação. O S2 foi praticado em pastagem de 11,4 ha de capim-Xaraés, dividida em seis piquetes, que foram fertilizados (150 kg N ha-1 ano-1) e manejados com lotação contínua com taxa variável de lotação, durante a recria. Em seguida, 24 tourinhos Nelore (PCi, 288 ± 16 kg; idade inicial, 15,6 ± 0,65 meses) e 24 tourinhos F1 Angus × Nelore (PCi, 325 ± 18 kg; idade inicial, 15,8 ± 0,42 meses) de sobreano foram alocados, aleatoriamente, em três piquetes para cada raça. Durante a terminação, os bovinos foram transferidos para o confinamento. Durante a recria, os tourinhos F1 Angus × Nelore do S2 alcançaram o maior ganho médio diário (GMD) e peso corporal final (PCf), enquanto os Nelore do S1 alcançaram os menores GMD e PCf. O GMD final e o PCf foram maiores no S2 do que no S1, assim como nos tourinhos F1 Angus × Nelore, do que os Nelore. Do início da recria até o final do confinamento, a área de olho de lombo dos F1 Angus × Nelore do S2 foi maior. A maior deposição de gordura ocorreu durante a terminação, resultando em maior espessura nos bovinos do S2, do que nos do S1. A pegada de carbono dos F1 Angus × Nelore em S2 (10,8 kg CO2eq kg-1 carcaça) foi semelhante à dos touros Nelore em S1, mas foi aproximadamente 13% e 11,5% menor do que a dos Nelore em S2 e F1 Angus × Nelore em S1, respectivamente. O sistema intensivo pode melhorar a qualidade da carne por meio do aumento da maciez e da cor da carne. Além disso, os F1 Angus x Nelore apresentam a melhora da qualidade da carne quando em sistema intensivo, devido a melhor condição alimentar para estes expressarem o potencial genético e o aumenta da deposição de gordura intramuscular. Este estudo demonstrou que o aumento da produtividade por meio da melhoria do mérito genético e do manejo de pastagens é uma estratégia adequada para reduzir o impacto ambiental e alcançar a sustentabilidade ambiental.pt
dc.description.abstractO objetivo dessa pesquisa foi determinar o impacto da intensificação do sistema produtivo de bovinos de corte nas variáveis de consumo, valor nutritivo da forragem, digestibilidade de nutrientes, emissão metano entérico, desempenho e crescimento animal, expressão gênica e qualidade da carne de tourinhos Nelore e F1 ½ Angus x ½ Nelore, em dois sistemas de produção [leniente (S1) e intensificado (S2)] durante as fases de recria e terminação. O S1 foi praticado em pastagem de capim Marandu de 18,6 hectares (ha), dividida em oito piquetes, que não foram fertilizados e manejados com lotação contínua e taxa constante de lotação com dois bovinos por hectare, durante a recria. Assim, 20 tourinhos Nelore [peso corporal inicial (PCi), 277 ± 13 kg; idade inicial, 15,2 ± 1,1 meses] e 20 tourinhos F1 Angus × Nelore (PCi, 304 ± 21 kg; idade inicial, 15,8 ± 0,44 meses) de sobreano, foram alocados aleatoriamente em quatro piquetes para cada raça. Durante a terminação, os bovinos permaneceram na pastagem e receberam suplementação. O S2 foi praticado em pastagem de 11,4 ha de capim-Xaraés, dividida em seis piquetes, que foram fertilizados (150 kg N ha-1 ano-1 ) e manejados com lotação contínua com taxa variável de lotação, durante a recria. Em seguida, 24 tourinhos Nelore (PCi, 288 ± 16 kg; idade inicial, 15,6 ± 0,65 meses) e 24 tourinhos F1 Angus × Nelore (PCi, 325 ± 18 kg; idade inicial, 15,8 ± 0,42 meses) de sobreano foram alocados, aleatoriamente, em três piquetes para cada raça. Durante a terminação, os bovinos foram transferidos para o confinamento. Durante a recria, os tourinhos F1 Angus × Nelore do S2 alcançaram o maior ganho médio diário (GMD) e peso corporal final (PCf), enquanto os Nelore do S1 alcançaram os menores GMD e PCf. O GMD final e o PCf foram maiores no S2 do que no S1, assim como nos tourinhos F1 Angus × Nelore, do que os Nelore. Do início da recria até o final do confinamento, a área de olho de lombo dos F1 Angus × Nelore do S2 foi maior. A maior deposição de gordura ocorreu durante a terminação, resultando em maior espessura nos bovinos do S2, do que nos do S1. A pegada de carbono dos F1 Angus × Nelore em S2 (10,8 kg CO2eq kg-1 carcaça) foi semelhante à dos touros Nelore em S1, mas foi aproximadamente 13% e 11,5% menor do que a dos Nelore em S2 e F1 Angus × Nelore em S1, respectivamente. O sistema intensivo pode melhorar a qualidade da carne por meio do aumento da maciez e da cor da carne. Além disso, os F1 Angus x Nelore apresentam a melhora da qualidade da carne quando em sistema intensivo, devido a melhor condição alimentar para estes expressarem o potencial genético e o aumenta da deposição de gordura intramuscular. Este estudo demonstrou que o aumento da produtividade por meio da melhoria do mérito genético e do manejo de pastagens é uma estratégia adequada para reduzir o impacto ambiental e alcançar a sustentabilidade ambiental.en
dc.description.sponsorshipConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.subjectIntensificaçãopt
dc.subjectAdubaçãopt
dc.subjectPegada de Carbonopt
dc.subjectF1 Angus x Nelorept
dc.subjectQualidadade de carnept
dc.titleImpacto ambiental de sistemas produtivos intensificados sobre o crescimento e qualidade da carne de tourinhospt
dc.title.alternativeEnvironmental impact of intensified production systems on the growth and quality meat of bullsen
dc.typeTese de doutorado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.description.sponsorshipIdCNPq: 141283/2017-3
unesp.graduateProgramZootecnia - FCAVpt
unesp.knowledgeAreaSistemas de produçãopt
unesp.researchAreaNão consta.pt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabalpt
unesp.embargoOnlinept
dc.identifier.capes33004102002P0
unesp.examinationboard.typeBanca públicapt
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record