Show simple item record

dc.contributor.authorPassoni, Cynthia R. Matos Silva [UNESP]
dc.contributor.authorCoelho, Cláudio Antônio Rabello [UNESP]
dc.date.accessioned2021-07-14T10:40:37Z
dc.date.available2021-07-14T10:40:37Z
dc.date.issued2008-12
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572008000700009
dc.identifier.citationJornal de Pediatria. Porto Alegre, RS, Brazil: Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 84, n. 6, p. 522-528, 2008.
dc.identifier.issn0021-7557
dc.identifier.issn1678-4782
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/212476
dc.description.abstractOBJETIVO: Testar se a suplementação com ácido ascórbico tem algum afeito citoprotetor em um modelo de cirrose biliar secundária em ratos jovens. MÉTODOS: Foram estudados 40 ratos Wistar desmamados no 21º dia pós-natal. Cada grupo de 10 foi submetido a um dos seguintes quatro tratamentos, até o 49º dia pós-natal, quando foram submetidos a eutanásia: 1) LC - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de ácido ascórbico [100 mg/g de peso corporal (pc)]; 2) LA - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de veículo aquoso (1 mL/g pc); 3) SC - operação simulada e administração diária de ácido ascórbico (100 mg/g pc); 4) SA - ligadura dupla e ressecção do ducto biliar comum e administração diária de veículo aquoso (1 mL/g pc). Os ratos eram pesados diariamente. No 27º dia pós-operatório, eles receberam injeção intraperitoneal de 1,5 mg/g pc de pentobarbital sódico, e o tempo de sono induzido pelo pentobarbital foi medido. Coletou-se sangue para determinação de atividade sérica de alanina aminotransferase e de aspartato aminotransferase, níveis de albumina e globulina séricas, e o fígado foi analisado quanto à conteúdo de água e gordura. Os dados foram submetidos à ANOVA two-way, e comparações pareadas entre grupos foram testadas com o método de SNK. O nível de significância foi estabelecido em 0,05. RESULTADOS: A suplementação com ácido ascórbico atenuou os efeitos da colestase: reduziu o tempo de anestesia pelo pentobarbital, globulina sérica e o conteúdo de gordura no fígado. CONCLUSÕES: Nossos resultados corroboram a hipótese de que a suplementação com ácido ascórbico tem um efeito citoprotetor na cirrose biliar secundária.pt
dc.format.extent522-528
dc.language.isopor
dc.publisherSociedade Brasileira de Pediatria
dc.relation.ispartofJornal de Pediatria
dc.sourceSciELO
dc.subjectCirrose hepática biliarpt
dc.subjectatresia biliarpt
dc.subjectácido ascórbicopt
dc.subjectcolestase extra-hepáticapt
dc.titleSuplementação com ácido ascórbico tem efeito citoprotetor na cirrose biliar secundária: estudo experimental em ratos jovenspt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu
dc.identifier.doi10.1590/S0021-75572008000700009
dc.identifier.scieloS0021-75572008000700009
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.fileS0021-75572008000700009.pdf
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record