Show simple item record

dc.contributor.authorSabonaro, Débora Zumkeller [UNESP]
dc.contributor.authorGalbiatti, João Antonio [UNESP]
dc.date.accessioned2021-07-14T10:54:15Z
dc.date.available2021-07-14T10:54:15Z
dc.date.issued2011
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/2175-7860201162303
dc.identifier.citationRodriguésia. Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, v. 62, n. 3, p. 467-475, 2011.
dc.identifier.issn0370-6583
dc.identifier.issn2175-7860
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/213370
dc.description.abstractThe present study aimed to assess the behavior of seedlings of Schizolobium parahyba (Vell.) Blake growing on different substrates and irrigation levels, and to study the use of urban waste compost in substrates. The experiment was carried out in the College of Agricultural Sciences, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Department of Agricultural Engineering, Jaboticabal Campus, state of São Paulo, Brazil. The experimental design used was completely randomized, consisting of 30 treatments in a factorial design with 15 substrates and two irrigation levels in four replicates. The substrates were composed of different materials: urban waste, Plantmax(r), dry cattle manure, vermiculite and soil. For the study of seedling growth, the following characteristics were evaluated: height (H), root-collar diameter (D), number of leaves, shoot dry weight, root dry weight, total dry weight, H/D ratio, Dickson's quality index, and the ratio between height and shoot dry weight (H/SDW). Assessments of the first three characteristics were carried out 20, 35, 50 and 65 days after sowing. Results showed that urban waste compost increased the growth of Schizolobium parahyba. There were significant differences for the irrigation levels tested; with better results for 150% ET compared to 100% ET irrigation level.en
dc.description.abstractEste trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento de mudas de guapuruvu (Schizolobium parahyba (Vell.) Blake) crescidas em substratos constituídos por misturas de cinco materiais, em diferentes combinações, bem como analisar a influência da irrigação no crescimento das mudas em viveiro. O experimento foi instalado no Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - UNESP, Campus de Jaboticabal - SP, Brasil. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado consistindo de 30 tratamentos num esquema fatorial 15 × 2 (15 substratos e 2 níveis de irrigação), em 4 repetições. Os substratos foram compostos por combinações de diferentes materiais: Composto de lixo urbano, Plantmax(r), esterco bovino curtido, vermiculita e solo. Para o estudo do crescimento das mudas, as seguintes características foram avaliadas: altura da parte aérea (H), o diâmetro do colo (D), o número de folhas, o peso da massa seca da parte aérea, do sistema radicular, e peso total, a relação H/D, o Índice de Qualidade de Dickson e a relação altura da parte aérea/ peso da massa seca da parte aérea. As três primeiras características foram medidas aos 20, 35, 50 e 65 dias após a semeadura. A análise dos resultados obtidos permitiu concluir que o composto de lixo urbano favoreceu o crescimento das mudas de Schizolobium parahyba. Quanto aos níveis de irrigação testados, pôde-se verificar que houve diferenças estatísticas e o nível de irrigação 150% ET se destacou em relação ao 100% ET.pt
dc.format.extent467-475
dc.language.isoeng
dc.publisherInstituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
dc.relation.ispartofRodriguésia
dc.sourceSciELO
dc.subjecturban waste composten
dc.subjectsoil fertilityen
dc.subjectnative speciesen
dc.subjectcomposto de lixo urbanopt
dc.subjectfertilidade do solopt
dc.subjectespécies nativaspt
dc.titleSeedling growth of Schizolobium parahyba on different substrates and irrigation levelsen
dc.title.alternativeCrescimento de mudas de Schizolobium em diferentes sustratos e níveis de irrigaçãopt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias
dc.identifier.doi10.1590/2175-7860201162303
dc.identifier.scieloS2175-78602011000300467
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.fileS2175-78602011000300467.pdf
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record