Show simple item record

dc.contributor.authorCordeiro, Ricardo [UNESP]
dc.contributor.authorLima Filho, Euclydes Custódio de
dc.date.accessioned2014-05-20T15:13:17Z
dc.date.available2014-05-20T15:13:17Z
dc.date.issued1999-01-01
dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1999000100007
dc.identifier.citationCadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 15, n. 1, p. 63-70, 1999.
dc.identifier.issn0102-311X
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/28727
dc.description.abstractA pressão arterial diastólica foi analisada enquanto indicador genérico de envelhecimento, e sua associação com o tempo de serviço foi estudada após o controle da idade como possível fator de confundimento. O estudo foi realizado entre operários de um curtume brasileiro em julho de 1993. Foi testada a associação entre pressão diastólica e tempo de serviço, ajustando um modelo de regressão linear de segunda ordem, em que a pressão diastólica era função da idade e do tempo de serviço do operário. Ao ajustar o modelo, pode-se prever que, no início do trabalho no curtume, em média, cada período de um ano está associado com um aumento de cerca de 1,5 mmHg na pressão diastólica. O ajuste obtido realça um componente diretamente associado ao trabalho como parte do coeficiente de aumento da pressão no grupo estudado. Esse componente é o dobro daquele diretamente associado com a idade.pt
dc.description.abstractDiastolic blood pressure was viewed as a generic indicator of aging, and its association with cumulative work time was studied after controlling for age as a potential confounding factor. The study was conducted among production line workers at a Brazilian tannery in July 1993. The association between diastolic blood pressure and cumulative work time was verified by fitting a second-order linear regression model, where diastolic blood pressure was a function of worker's age and cumulative work time. By fitting the model, one can predict that, in the beginning of working life at the tannery, on average each 1-year period is associated with an increase of about 1.5 mmHg in diastolic blood pressure. The fit obtained highlights one component directly associated with work as part of the rate of pressure increase in the study group. This component is twice as high as that directly associated with age.en
dc.format.extent63-70
dc.language.isoeng
dc.publisherEscola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
dc.relation.ispartofCadernos de Saúde Pública
dc.sourceSciELO
dc.subjectPressão Arterialpt
dc.subjectHipertensãopt
dc.subjectEnvelhecimentopt
dc.subjectSaúde Ocupacionalpt
dc.subjectBlood Pressureen
dc.subjectHypertensionen
dc.subjectAgingen
dc.subjectOccupational Healthen
dc.titleAssociation between diastolic blood pressure and cumulative work timeen
dc.title.alternativeAssociação entre pressão diastólica e tempo de serviçopt
dc.typeArtigo
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
dc.description.affiliationUniversidade Estadual Paulista
dc.description.affiliationUniversidade Estadual de Campinas
dc.description.affiliationUnespUniversidade Estadual Paulista
dc.identifier.doi10.1590/S0102-311X1999000100007
dc.identifier.scieloS0102-311X1999000100007
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.identifier.fileS0102-311X1999000100007.pdf
dc.relation.ispartofjcr0.971
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record