Show simple item record

dc.contributor.advisorAssine, Maria Luis [UNESP]
dc.contributor.authorZani, Hiran [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:11Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:11Z
dc.date.issued2008-10-18
dc.identifier.citationZANI, Hiran. Mudanças morfológicas na evolução do megaleque do Taquari: uma análise com base em dados orbitais. 2008. 87 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2008.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/92779
dc.description.abstractEsta dissertação visa caracterizar mudanças morfológicas recentes no megaleque do Taquari, através de dados de Sensoriamento Remoto. As baixas declividades do terreno e pequenas amplitudes das formas deposicionais, que predominam nesta paisagem, demandaram o desenvolvimento de métodos específicos para a extração das informações. Dados SRTM e imagens multiespectrais foram utilizados no mapeamento dos paleocanais e confecção de modelos digitais de elevação. A drenagem relicta foi mapeada através de desenho digital, sobre mosaicos georreferenciados dos sensores ASTER, MODIS e CBERS2. Nos vetores dos paleocanais identificados foi realizado cálculo de densidade areal e criados histogramas direcionais (rosetas), que ressaltaram relações topológicas e permitiram a interpretação de seis lobos deposicionais. Modelos digitais de elevação foram gerados através da subtração dos dados SRTM originais com uma superfície topográfica simplificada pelo método de regressão polinomial cúbica. Este processamento ressaltou zonas deprimidas no megaleque, espaços potenciais para acúmulo de sedimentos, e zonas de sobrelevadas, devido à processos agradacionais contínuos em determinadas áreas. A identificação e caracterização destas formas é passo inicial para a reconstituição dos eventos geomórficos e antevisão de futuras mudanças no curso do rio Taquari. A dinâmica de construção e abandono dos lobos mostrou-se mais complexa do que o apresentado em trabalhos anteriores, sendo de aspecto fragmentado e de natureza fractal.pt
dc.description.abstractThis work aims characterize morphological changes in Taquari megafan, by remote sensing techniques. Gentle slopes of landscape and low amplitudes of geoforms demands the development of specific methods to extract valuable topographic information. SRTM data and multispectral images were used to map paleochannels and to build digital elevation models (DEM). Relict streams were mapped by computer-aided design in GIS environment, using georeferenced mosaics of ASTER, CBERS and MODIS sensors. These vectors were used to calculate drainage density and directional histograms, revealing topological aspects and lead to interpret 6 depositional lobes. DEM was obtained by subtracting the original SRTM data from a simplified surface generated by cubic polynomial regression. This product revealed depressed areas in the Taquari megafan, potential accommodation spaces for deposition, and geoforms with a higher amplitude than their neighbor, probably because of continuous gradational processes in these specifics sites. The recognition of these landforms is the initial step for figure out the evolution of geomorphic events and to support a well done planning in land occupation. The dynamics of Taquari megafan showed to be more complex than previous studies proposed.en
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent87 f. : il., tabs.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectGeomorfologiapt
dc.subjectSensoriamento remotopt
dc.subjectMegaleque fluvialpt
dc.subjectGeoformas deposicionaispt
dc.subjectGeomorphologyen
dc.subjectMegafanen
dc.subjectDepositional geoformsen
dc.titleMudanças morfológicas na evolução do megaleque do Taquari: uma análise com base em dados orbitaispt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramGeociências e Meio Ambiente - IGCEpt
unesp.knowledgeAreaGeociências e meio ambientept
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claropt
dc.identifier.aleph000568398
dc.identifier.filezani_h_me_rcla.pdf
dc.identifier.capes33004137036P9
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record