Show simple item record

dc.contributor.advisorGuimarães, José Augusto Chaves [UNESP]
dc.contributor.authorTognoli, Natália Bolfarini [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:44Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:44Z
dc.date.issued2010-02-01
dc.identifier.citationTOGNOLI, Natália Bolfarini. A contribuição epistemológica canadense para a construção da arquivística contemporânea. 2010. 119 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2010.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/93669
dc.description.abstractThe Archival Science has its development based on practice, and rises as discipline from the publication of the first archival manuals, at the end of the nineteenth century. However, new form of document production and new information technologies introduced to the discipline by the end of the twentieth century and beginning of the twenty-first century have led the archivists to rethink the archival concepts and principles that were stated by these old manuals. In this sense, in the last 30 years Canada has been fertile ground to the discussions that surround the discipline in contemporaneity and the Canadian Archival Science has played a very important role regarding the needs presented by the new forms of document production to the archivists, rediscovering principles and (re) defining concepts, methods and criteria to the creation, maintenance and use of traditional and electronic records. It was especially by the 80’s that a new paradigm was enunciated in the area, and from it, three approaches have emerged: Integrated Archival Science, enunciated by the Québec current; Functional Archival Science or Postmodern Archival Science, enunciated by Terry Cook and; Contemporary Diplomatics, first enunciated in Italy by Paola Carucci and developed and reformulated in North America by Luciana Duranti. Nevertheless there isn’t in the archival literature a systematization of these approaches contribution to the constitution of Contemporary Archival Science. In this way, the present work identifies the role of these approaches to the epistemological construction of Archival Science, especially what is the role of Québec current, Terry Cook and Luciana Duranti in this context. In such a way, an exploratory, theoretical and documental study was carried out about the Archival Science history... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.abstractA Arquivística desenvolveu-se com base em um fazer, e foi elevada ao status de disciplina a partir da publicação dos primeiros manuais da área, no final do século XIX. No entanto, as novas formas de produção documental e as novas tecnologias de informação apresentadas à disciplina no final do século XX e começo do XXI, têm levado os arquivistas a repensar os conceitos e princípios arquivísticos postulados nos antigos manuais. Nesse contexto, nos últimos 30 anos, o Canadá tem sido solo fértil para as discussões que circundam a disciplina na contemporaneidade e a Arquivística canadense tem representado muito bem as necessidades colocadas pelos novos meios de produção documental aos arquivistas, redescobrindo princípios e (re) definindo conceitos, métodos e critérios para a criação, manutenção e uso de registros em meio tradicional e eletrônico. Foi notadamente na década de 80, que um novo paradigma se enunciou na área, e a partir dele, três correntes emergiram: a Arquivística Integrada, enunciada pela Escola de Québec; a Arquivística Funcional ou Pós- Moderna, enunciada por Terry Cook e; a Diplomática Arquivística, enunciada primeiramente na Itália por Paola Carucci, mas desenvolvida e reformulada na América do Norte por Luciana Duranti. No entanto, não existe, na literatura da área, nenhuma sistematização das contribuições dessas abordagens para a constituição da Arquivística contemporânea. Dessa maneira, o presente trabalho identifica o papel dessas abordagens na construção epistemológica da Arquivística na atualidade, mais especificamente, qual o a papel da Escola de Québec, Terry Cook e Luciana Duranti nesse contexto. Para tanto, realizou-se um estudo exploratório, teórico e documental sobre a história da Arquivística e sua constituição enquanto...pt
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorshipFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
dc.format.extent119 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectArquivologiapt
dc.subjectArquivísticapt
dc.subjectArchival scienceen
dc.titleA contribuição epistemológica canadense para a construção da arquivística contemporâneapt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiência da Informação - FFCpt
unesp.knowledgeAreaInformação, tecnologia e conhecimentopt
unesp.researchAreaProdução e organizaçao da informaçãopt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000616183
dc.identifier.filetognoli_nb_me_mar.pdf
dc.identifier.capes33004110043P4
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record