Show simple item record

dc.contributor.advisorRezende, Letícia Marcondes [UNESP]
dc.contributor.authorGonçalves, Paula de Souza [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:26:50Z
dc.date.available2014-06-11T19:26:50Z
dc.date.issued2008-03-04
dc.identifier.citationGONÇALVES, Paula de Souza. A preposição para e o processo de contrução referencial. 2008. 114 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2008.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/93975
dc.description.abstractO presente trabalho propõe uma reflexão sobre o uso da preposição “para” tomando-a como parâmetro para obter respostas em um contexto mais amplo, o das “preposições”. Conduzimos a investigação com base em exemplos extraídos de um corpus composto por jornais do estado de São Paulo. Nossa perspectiva teórica tem como objeto o enunciado (Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas) e o fenômeno referencial; de acordo com tal perspectiva, os sujeitos constroem, por meio de práticas enunciativas e cognitivas, as versões públicas do mundo. Assim, na nossa concepção, a marca não se reduz apenas às relações previstas no léxico e na gramática tradicional, mas é tributária do enunciado, que envolve a dimensão cognitivointeracional. O enunciado que contém tal “preposição” foi estudado como um processo de construção de significação, ou seja, de valores referenciais por meio de operações. Tendo como objetivo central analisar as funções dessa marca em diferentes contextos e as implicações de seu uso, buscamos contribuir para a elaboração de uma gramática enunciativa da língua portuguesa. Trata-se de um trabalho relevante, porque a marcação das relações gramaticais constitui um fenômeno de linguagem responsável por um conjunto de operações que viabilizam a presença de marcas que antecedem os termos, tais como a “preposição”. Construímos glosas que colocaram os enunciados em famílias parafrásticas, com posterior análise das construções com a marca concluindo-se que ela representa atos enunciativos dentro da enunciação central e estes atos são enunciações reportadas para a enunciação atual e projetadas para uma outra enunciação.pt
dc.description.abstractThe aim of this work is to provide an insight into the use of the preposition “para” as if it were a parameter in order to achieve blueprints in a broader context, that is, the context from the “prepositions”. We carried out the analysis based on examples extracted from a corpus from the São Paulo State newspapers. Our theoretical perspective aimed at the utterance (Theory of Enunciative and Predicative Operations) and the reference phenomenon; According to such perspective, the subjects build up public versions of the world based on cognitive and enunciative practices. Therefore, in our conception, this mark not only refers to the expected lexical relations and to the traditional grammar, but also it is utterance dependent, which involves the cognitiveinteractive dimension. The utterance that contains such preposition was studied as the construction of meaning, i. e., of reference values by means of operations. Our struggle for providing the elaboration of an enunciative grammar in the Portuguese language had as the main goal the analysis of the mark functions in different contexts and the implication of its use. This is a relevant work since the setting of grammar relations deals with a language phenomenon responsible for a set of operations which make possible the presence of marks before terms, such as a “preposition”. We glossed the utterances in order to put them into families of paraphrase and the resulting constructions with the mark were analyzed thereafter. Our conclusion is that the mark represents enunciative events within the central enunciation and these events are enunciation reported to the current one and projected into another enunciation.en
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.format.extent114 f. : il.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectLinguísticapt
dc.subjectLíngua portuguesapt
dc.subjectGramaticapt
dc.subjectReferencia (Linguistica)pt
dc.subjectPortuguese languageen
dc.titleA preposição para e o processo de contrução referencialpt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramLinguística e Língua Portuguesa - FCLARpt
unesp.knowledgeAreaLinguística e língua portuguesapt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquarapt
dc.identifier.aleph000549465
dc.identifier.filegoncalves_ps_me_arafcl.pdf
dc.identifier.capes33004030009P4
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record