Show simple item record

dc.contributor.advisorLeonel Junior, Mauro de Mello [UNESP]
dc.contributor.authorSantana, Valdinéia de Oliveira [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:28:01Z
dc.date.available2014-06-11T19:28:01Z
dc.date.issued2007-02-15
dc.identifier.citationSANTANA, Valdinéia de Oliveira. Reservas extrativistas estaduais de Rondônia: uma história em construção. 2007. 147 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências, 2007.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/96145
dc.description.abstractEste trabalho consistiu em uma investigação, desenvolvida numa perspectiva sócio-ambiental, das 21 reservas extrativistas estaduais de Rondônia, da organização política de seus gestores e das condições de vida de sua população. Em geral, as reservas do Estado vêm sofrendo fortes pressões causadas por invasões, geralmente com a finalidade de extrair madeira de forma ilegal. Os moradores de reserva têm hoje como grande desafio a criação de condições principalmente econômicas que possibilitem sua permanência dentro do perímetro da reserva, mas ainda há outros desafios, como buscar a educação dos filhos, condições dignas de saúde. A criação das reservas extrativistas permite a permanência das populações tradicionais (seringueiros, ribeirinhos) nas áreas, mas a preservação ambiental é requisito essencial para sua manutenção. A propriedade da reserva é cedida de forma coletiva aos moradores através de concessão real de uso. Espera-se com ela uma redução das taxas de desmatamento e uma gestão democrática dos recursos ambientais. Trabalhamos com as Reservas Extrativistas Estaduais de Rondônia, avaliando a participação política de seus habitantes, reunidos em associações ligadas à OSR (Organização dos Seringueiros de Rondônia), na luta pela preservação de seu espaço e pela estruturação do movimento de defesa das reservas extrativistas estaduais e federais existentes no estado.pt
dc.description.abstractThis work consisted of on an investigation, developed in a socio environmental perspective, of 21 Extractive Reserves of Rondonia, of the political organization of their authors, and the life conditions of is population. In general, the state reserve is having strong pressures caused by invasions, usually with the objective of having the wood extraction in an illegal way. The inhabitants of these reserves have as a big challenge the creation of mainly economical conditions which can provide its staying inside the reserve perimeter, but, there are other challenges; how to provide the children education, and an honored health situation. The creation of extractive reserves provides the staying of the traditional population (rubber tree collectors, and riparian) in these areas, but the environmental preservation is an essential requirement for its maintenance. The reserve property is given in a collective way to the inhabitants through the real concession of its use. Its expected from this a reduction in tax deforestation and a democratic stewardship of the environmental resources. We worked with the State Extractive Reserves of Rondonia, evaluating the political participation of its inhabitants, united in organizations connected to the OSR (Rubber Tree Collectors Organization from Rondonia), in the battle for its space preservation and for the building of the defense movement of state and federal extractive reserves existing in the state.en
dc.format.extent147 f. : il. color.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.sourceAleph
dc.subjectDesenvolvimento sustentável - Brasilpt
dc.subjectReservas extrativistas estaduais - Rondôniapt
dc.subjectMeio ambiente - Preservaçãopt
dc.subjectExtractive Reservesen
dc.subjectSustainable developmenten
dc.subjectEnvironmental preservationen
dc.titleReservas extrativistas estaduais de Rondônia: uma história em construçãopt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramCiências Sociais - FFCpt
unesp.knowledgeAreaPensamento social brasileiropt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Filosofia e Ciências, Maríliapt
dc.identifier.aleph000492055
dc.identifier.filesantana_vo_me_mar.pdf
dc.identifier.capes33004110042P8
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record