Show simple item record

dc.contributor.advisorParada, Cristina Maria Garcia de Lima [UNESP]
dc.contributor.advisorSimonetti, Janete Pessuto [UNESP]
dc.contributor.authorHigashi, Priscilla [UNESP]
dc.date.accessioned2014-06-11T19:28:20Z
dc.date.available2014-06-11T19:28:20Z
dc.date.issued2011-08-26
dc.identifier.citationHIGASHI, Priscilla. Avaliação do estresse de enfermeiros de hospitais gerais do interior paulista, considerando serem ou não acreditados. 2011. 76 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2011.
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/96449
dc.description.abstractA melhoria da qualidade dos serviços de saúde é uma das metas das instituições, sendo a acreditação hospitalar da Organização Nacional de Acreditação (ONA) uma das possibilidades de certificação e promoção da qualidade. Porém, o estresse envolvido no processo de trabalho pode afetar a qualidade do serviço como um todo. Este estudo é do tipo transversal e teve por objetivo avaliar a percepção de estresse dos enfermeiros, considerando-se a situação de acreditação do hospital em que trabalham. Foi desenvolvido em um hospital acreditado de Bauru/SP e em dois hospitais não acreditados, um de Bauru e outro de Marília/SP. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário contendo o Inventário de Estresse para Enfermeiros (IEE), que avalia as situações que podem potencialmente gerar estresse/tensão inseridas em quatro categorias: Fatores Intrínsecos ao Trabalho, Relações no Trabalho, Papéis Estressores na Carreira e Estrutura e Cultura organizacional. A análise estatística foi realizada pelo qui quadrado, teste de proporções e teste t para amostras independentes, considerando-se nível crítico para p<0,05. Ser acreditado, foi proteção contra a percepção de estresse em situações que envolveram estrutura física, material e de recursos humanos, incluídas na categoria Fatores Intrínsecos ao Trabalho. Na categoria do IEE Relações no Trabalho, ser acreditado foi risco para percepção de estresse nas situações começar nova função, conciliar questões profissionais e familiares, prestar assistência a pacientes graves e atender familiares. Na categoria Papéis Estressores da Carreira, não houve diferença estatisticamente significativa e para Estrutura e Cultura Organizacional, ser acreditado foi risco para a percepção de estresse...pt
dc.description.abstractThe improvement of health services quality is one of the goals of institutions, being the hospital accreditation of the National Accreditation Organization (NAO) one of the possibilities of certification and promotion of quality. However, the stress involved on the work process may affect the quality of the service as a whole. This study is the transversal type, and has had as a goal to evaluate the nurses’ stress perception, considering the accreditation situation of the hospital in which they work. It was developed in an accredited hospital in Bauru/SP and in two non-accredited hospitals, one in Bauru/SP e another in Marília/SP. The data collection was performed through questionnaire containing the Stress Inventory for Nurses (SIN), that evaluates the situations that may potentially generate stress/tension inserted in four categories: intrinsic factors to work, work relations, stressing roles in career and organizational structure and culture. The statistical analysis was performed through the chi-square, proportions test and t test for independent samples, considering critical level for p<0,05. Being accredited was a protection against the stress perception in situations that involved physical, material and human resources structure, included on the Intrinsic Work Factors category. On the category SIN Work Relations, being accredited was a risk for stress perception on the situations of start a new occupation, conciliate professional and family matters, assist serious condition patients and assist families. On the category Stressing Role of the Career there was no statistically significant difference and for Structure and Organizational Culture, being accredited was a risk for the stress perception on the situations to supervise the work of others and to do alternate shifts and protection for the lack of space to discuss... (Complete abstract click electronic access below)en
dc.description.sponsorshipMinistério da Saúde
dc.format.extent76 f.
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.sourceAleph
dc.subjectEnfermagem - Stress ocupacionalpt
dc.subjectServiços de saude - Avaliaçãopt
dc.subjectServiços de saude ocupacional - Avaliaçãopt
dc.subjectMedicina do trabalhopt
dc.subjectNurses -Job satisfactionen
dc.titleAvaliação do estresse de enfermeiros de hospitais gerais do interior paulista, considerando serem ou não acreditadospt
dc.typeDissertação de mestrado
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
unesp.graduateProgramEnfermagem (mestrado profissional) - FMBpt
unesp.knowledgeAreaPrática em enfermagempt
unesp.researchAreaProcesso de cuidar em saúde e enfermagempt
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Medicina, Botucatupt
dc.identifier.aleph000687471
dc.identifier.filehigashi_p_me_botfm.pdf
dc.identifier.capes33004064081P0
dc.identifier.lattes0331989627894759
unesp.author.lattes0331989627894759
Localize o texto completo

Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record