Os cadernos de física: algumas inquietações sobre o currículo oficial do Estado de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012

Orientador

Muranaka, Maria Aparecida Segatto

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Física - IGCE

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The assumptions of Marxist philosophy helps us understand the inherent contradictions of the historical process. The category mode of production is understood as the means and the ends for which mankind produces and reproduces reality objectively and subjectively. The temporal evolution of the mode of production has spurred antagonistic social classes, which are the world capitalist bourgeoisie and proletariat. At the rise of the current mode of production each class produced a pedagogy according to your interests. The proposal of the workers is centered on unity between teaching and non-alienated labor, enabling the development of human potential and building a new social order. The last historical period was marked by the implementation of the neoliberal agenda to reduce social spending and market liberalization. The educational reforms of the state of São Paulo followed the same goals. From the program São Paulo Faz Escola, São Paulo School Curriculum was introduced in the State of São Paulo, which integrates several documents. The Student Notebook, separated by discipline and delivered bimonthly to students of public schools, is one of those publications. Specifically, the physics notebook brings a content with no depth, where theories are presented by minimizing the mathematical formalism for a broad education that meets the needs for dynamize the economy

Resumo (português)

Os pressupostos da filosofia marxista nos ajudam a entender as contradições inerentes do processo histórico. A categoria modo de produção é entendida como os meios e os fins pelos quais a humanidade produz e reproduz a realidade objetiva e subjetivamente. A evolução temporal do modo de produção fez com que surgissem classes sociais antagônicas, que no mundo capitalista são a burguesia e o proletariado. No ascenso do atual modo de produção cada classe social produziu uma pedagogia de acordo com seus interesses. A proposta proletária é centrada na união entre ensino e trabalho não alienado, que possibilite o desenvolvimento das potencialidades humanas e a construção de uma nova ordem social. O último período histórico foi marcado pela aplicação da agenda neoliberal para a diminuição de gastos sociais e a liberalização dos mercados. As reformas educacionais do Estado de São Paulo seguiram os mesmos objetivos. A partir do programa São Paulo Faz Escola foi instituído o Currículo do Estado de São Paulo, que integra várias publicações. O Caderno do Aluno, separado por disciplina e entregue bimestralmente aos alunos da rede de ensino público, é uma dessas publicações. Especificamente, o caderninho de física traz um conteúdo com pouca profundidade, onde as teorias são apresentadas minimizando o formalismo matemático, para uma formação ampla, que atenda as necessidades de dinamizar a economia

Descrição

Idioma

Português

Como citar

SIM, Alexandre Costa do. Os cadernos de física: algumas inquietações sobre o currículo oficial do Estado de São Paulo. 2012. 39 p. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Física) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, 2012.

Itens relacionados

Financiadores