Mecanismos envolvidos na cardiotoxidade aguda induzida pela doxorrubicina em ratos

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2011-11-07

Orientador

Matsubara, Luiz Shiguero

Coorientador

Pós-graduação

Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A doxorrubicina, ou adriamicina, é uma droga utilizada como agente antineoplásico no tratamento de tumores sólidos e neoplasias hematológicas, principalmente. Apesar de seu amplo uso, apresenta como efeito colateral mais importante a cardiotoxicidade. A toxicidade crônica é bastante conhecida e estudada e cursa com miocardiopatia dilatada e quadro clínico clássico de insuficiência cardíaca. A toxicidade aguda, por cursar com quadro clínico pouco exuberante e manifestar-se através de alterações eletrocardiográficas, é muito pouco diagnosticada e seu mecanismo fisiopatológico não é totalmente conhecido. Os mecanismos envolvidos na toxicidade cardíaca são distintos dos mecanismos de ação da droga e são múltiplos: aumento do estresse oxidativo, aumento da apoptose e alteração na dinâmica intracelular do cálcio. Nossa hipótese é que ocorra lesão estrutural e funcional cardíaca, precocemente, após infusão da doxorrubicina. O objetivo do presente estudo foi avaliar a função ventricular esquerda agudamente após administração de doxorrubicina, a expressão gênica das proteínas reguladoras do trânsito de cálcio, a atividade de metaloproteinases 2 e 9 no miocárdio e alterações das citocinas inflamatórias no miocárdio de ratos tratados com a droga. Para isso, foram utilizados ratos Wistar machos adultos (n=35), que foram submetidos à infusão intraperitoneal de dose única de doxorrubicina de 20 mg/Kg ou volume equivalente de salina (grupo controle). Os animais foram eutanasiados 48 horas após injeção da droga. Todos os ratos foram submetidos ao ecocardiograma antes e 48 horas após a injeção da doxorrubicina. Além da avaliação da função cardíaca in vivo pelo ecocardiograma, a função ventricular esquerda foi avaliada in vitro através de estudo do coração isolado, segundo preparação...

Resumo (inglês)

Doxorubicin, or adriamycin, is a drug used as an antineoplastic agent in the treatment of solid tumors and hematologic malignancies. Despite of its use, there are several side effects, and the most important is cardiotoxicity. Chronic toxicity is well known and studied. It presented with dilated cardiomyopathy and clinical features of heart failure. The acute toxicity has mild clinical signs manifesting usually as electrocardiographic changes. Probably, this acute effect is underdiagnosed and the pathophysiological mechanism is not fully understood. The mechanisms involved in cardiac toxicity are multiple, and include increased oxidative stress, increased apoptosis and alteration in intracellular calcium dynamics. Our hypothesis is that structural and functional damage occurs in the heart early after infusion of doxorubicin. The purpose of this study was to evaluate left ventricular function acutely after doxorubicin administration. In addition, gene expression of calcium regulatory proteins, activity of metalloproteinases 2 and 9, and inflammatory cytokines in the myocardium of rats treated with this drug will also be evaluated. Thus, we used adult male Wistar rats (n = 35) who received a single-dose, by intraperitoneal infusion, of doxorubicin (20 mg / kg) or equivalent volume of saline (control group). After 48 hours of drug injection the rats were euthanized. All animals were submitted to echocardiography before drug infusion and immediately before euthanasia. Besides in vivo cardiac function evaluation by echocardiography. In vitro left ventricular function was assessed by isolated perfusion heart study, according to Langendorff preparation. We evaluated interstitial collagen and myocyte hypertrophy by light microscopy, and cardiac tissue metalloproteinases 2 and 9 activity was assessed by zymography. In addition... (Complete abstract click electronic access below)

Descrição

Idioma

Português

Como citar

POLEGATO, Bertha Furlan. Mecanismos envolvidos na cardiotoxidade aguda induzida pela doxorrubicina em ratos. 2011. 62 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina de Botucatu, 2011.