Modelo multiinstrumental para caracterização da atividade eletromecânica do intestino delgado

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-06-04

Orientador

Miranda, José Ricardo de Arruda

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Física Médica - IBB

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Trabalho de conclusão de curso

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Atualmente, o diagnóstico de doenças associadas ao intestino delgado, como a doença celíaca e a síndrome do intestino irritável aumentou. O difícil estudo deste órgão impede que tais patologias sejam adequadamente abordadas. Alguns métodos são usadas no estudo do intestino delgado fazem uso de radiação ionizante, são desconfortáveis e apresentam elevado custo. A busca por novas abordagens é extremamente importante para que se obtenha uma melhor compreensão de diferentes parâmetros deste órgão, como trânsito intestinal e atividade de contração em cada região. A técnica de biosusceptometria de corrente alternada permitiu que seja traçado um perfil de contrações mecânicas do intestino delgado. Juntamente com a BAC foram utilizados um eletrodo, através do qual foram captadas as ondas elétricas provenientes deste órgão, e também um strain-gage para efeitos de comparação com a BAC. O desenvolvimento de um modelo multiinstrumental permitiu que fossem traçados os perfis eletromecânicos ao longo do intestino delgado, caracterizando as contrações em suas três diferentes regiões. A freqüência encontrada no duodeno variou de 400 a 450 mHz; no jejuno esta ficou entre 320 a 360 mHz e no íleo obteve-se frequencias de 250 até 270 mHz. Além disso, pode-se observar claramente o gradiente decrescente de contrações no intestino delgado

Descrição

Idioma

Português

Como citar

MORETTO, Gustavo Morlin. Modelo multiinstrumental para caracterização da atividade eletromecânica do intestino delgado. 2014. 1 CD-ROM. Trabalho de conclusão de curso (bacharelado - Física médica) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências de Botucatu, 2014.

Itens relacionados

Financiadores