Influência do exercício prévio pesado na performance aeróbia de curta duração realizada com diferentes estratégias de distribuição da intensidade em indivíduos treinados e não treinados no ciclismo

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2014-07-29

Orientador

Greco, Camila Coelho

Coorientador

Pós-graduação

Desenvolvimento Humano e Tecnologias - IBRC

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Tipo

Tese de doutorado

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (inglês)

The aim of this study was to analyze the influence of prior heavy exercise on short-term aerobic performance with different strategies of distribution of the intensity in trained (T) and untrained (UNT) individuals in cycling. In the first laboratory visit, subjects underwent a protocol for the determination of lactate threshold (LT), maximum oxygen consumption ( O2max) and maximal power (Pmax). In the following four occasions the volunteers performed tests with constant load (75%, 80%, 90% and 100%Pmax) until volitional exhaustion in random order to determine the critical power (CP) and anaerobic work capacity (AWC). From the 6th to the 11th visit, in random order, the following experimental sessions were performed: 1) Even start (ES): 120 s of constant workload exercise in P3min followed by a sprint (all out) 60 s; 2) Slow start (SS): 90 s of exercise with initial load of 10% below P3min, increasing linearly until it reaches 110% of P3min, 30 s of constant workload at P3min, followed by an all out sprint of 60 s; 3) Fast start (FS): 90 s of exercise with initial load of 10% above P3min, decreasing linearly to reach 90% of P3min, 30 s of constant workload at P3min, followed by an all out sprint of 60 s. All these conditions were performed with and without a prior heavy exercise. There was significant reduction on mean response time (MRT) at SS (26.2  6.1 s), ES (23.9  7.5 s) and FS (22.4  7.8 s) after prior exercise when compared to the control condition (SS = 33.7  7.3 s; ES = 30.3  8.6 s; FS = 29.2  11 s) (p < 0.05) in the UNT group. There was interaction of the factors strategy and prior exercise only in the T group (p < 0.05). There was effect of pacing when comparing the FS (32.0  5.6 s) and ES (32.1  4.7 s) with FS (26.6  4.0 s) (p < 0.05) during the control condition. There was significant reduction of MRT for the SS (25.9  4.8 s) and ES (24.6  4.7 s) conditions after prior exercise (p < 0.05). With...

Resumo (português)

O objetivo deste estudo foi analisar a influência do exercício prévio pesado na performance aeróbia de curta duração realizada com diferentes estratégias de distribuição da intensidade em indivíduos treinados (GT) e não treinados (GNT) no ciclismo. Na primeira visita ao laboratório, os indivíduos foram submetidos a um protocolo para a determinação do limiar de lactato (LL), do consumo máximo de oxigênio ( O2max) e da potência máxima (Pmax). Nas quatro oportunidades seguintes, em ordem randômica, os voluntários realizaram testes com carga constante (75%, 80%, 90% e 100% Pmax) até a exaustão voluntária, para a determinação da potência crítica (PC) e da capacidade de trabalho anaeróbio (CTAn). Da 6a até a 11a visita, em ordem randômica, foram realizadas as seguintes sessões experimentais: 1) Constante (C): 120 s de exercício de carga constante na P3min seguido por um sprint (all-out) de 60 s; 2) Início lento (IL): 90 s de exercício com carga inicial 10% abaixo da P3min, aumentando linearmente até atingir 110% da P3min, seguido por 30 s na carga C e posteriormente por um sprint (all-out) de 60 s; 3) Início rápido (IR): 90 s de exercício com carga inicial 10% acima da P3min, diminuindo linearmente até atingir 90% da P3min, seguido por 30 s na carga C e posteriormente por um sprint (all-out) de 60 s. Todas estas condições foram feitas com e sem a realização de um exercício prévio pesado. No grupo GNT houve redução significante do tempo de resposta médio (TRM) para as condições IL (26,2  6,1 s), C (23,9  7,5 s) e IR (22,4  7,8 s) após a realização do exercício prévio em relação à condição controle (IL = 33,7  7,3 s; C = 30,3  8,6 s; IR = 29,2  11 s) (p < 0,05). Houve interação dos fatores estratégia e exercício prévio somente no grupo GT (p < 0,05). Houve efeito da estratégia de distribuição da intensidade quando se comparou as condições IL (32,0  5,6 s) e...

Descrição

Idioma

Português

Como citar

CARITÁ, Renato Aparecido Corrêa. Influência do exercício prévio pesado na performance aeróbia de curta duração realizada com diferentes estratégias de distribuição da intensidade em indivíduos treinados e não treinados no ciclismo. 2014. 85 f. Tese - (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2014.

Itens relacionados