Caracterização da criança com infecção por H1N1 e da intervenção fisioterapêutica: relato de casos em série

Carregando...
Imagem de Miniatura

Data

2012-03-01

Orientador

Coorientador

Pós-graduação

Curso de graduação

Título da Revista

ISSN da Revista

Título de Volume

Editor

Universidade de São Paulo (USP)

Tipo

Artigo

Direito de acesso

Acesso abertoAcesso Aberto

Resumo

Resumo (português)

A infecção por influenza A, subtipo H1N1, é considerada uma doença viral aguda e importante causa de doença respiratória. As crianças foram consideradas como um dos grupos de risco, devido à imaturidade do sistema imunológico. A fisioterapia pode atuar na prevenção e no tratamento das doenças respiratórias em crianças, utilizando-se de diversas técnicas e procedimentos terapêuticos. Assim, o presente estudo teve como objetivo descrever o atendimento de fisioterapia em crianças internadas em um hospital-escola com diagnóstico/suspeita de infecção por H1N1. Estudo do tipo descritivo de relato de casos em série realizado por meio de análise de prontuário. Investigados 14 prontuários de crianças com mediana de idade de 1 ano e 5 meses, 10 do sexo masculino e 4 do feminino. A manifestação clínica mais frequente foi esforço respiratório, seguida por tosse, febre, coriza, vômitos e dor no corpo. As técnicas de fisioterapia mais realizadas foram respiratórias, seguidas de cinesioterapia, orientações para os pais, suporte de oxigênio e estímulo ao (DNPM). O tempo médio de internação foi de 4,57 dias. Algumas crianças somavam ao diagnóstico/suspeita de infecção por H1N1 diagnósticos e doenças associadas. A fisioterapia realizada foi principalmente no sentido de melhorar a mecânica respiratória por meio de técnicas desobstrutivas e outras condutas respiratórias, porém preocupação com mobilizações, orientações para os pais e desenvolvimento motor também foi destacada.

Resumo (inglês)

Infection with influenza A, subtype H1N1, is considered acute viral disease and important cause of respiratory disease. Children were considered as one of the groups at risk, due to the immaturity of the immune system. Physical therapy can play in the prevention and treatment of respiratory diseases in children, using various techniques and therapeutic procedures. Thus, this study aims to describe the care of children in physical therapy in a teaching hospital with diagnosis/suspected H1N1 infection. Is a descriptive study of series cases reports performed by analysis of medical records. Investigated medical records of 14 children with median age of 1 year and 5 months, 10 male and 4 female. The most frequent clinical presentation was respiratory effort, followed by cough, fever, runny nose, vomiting and body ache. The techniques of respiratory physiotherapy were commonly performed, followed by kinesiotherapy, guidelines for parents, oxygen support and encouragement to neurodevelopment. The average hospital stay was 4.57 days. Some kind of sign of respiratory effort, some children were added to the diagnosis/suspected with H1N1 infection associated diseases diagnosis. Physical therapy was performed mainly to improve respiratory mechanics by means of clearance techniques and other respiratory techniques, but concern about mobilizations, guidance for parents and development motor was also highlighted.

Descrição

Idioma

Português

Como citar

Fisioterapia e Pesquisa. Universidade de São Paulo, v. 19, n. 1, p. 86-90, 2012.

Itens relacionados

Financiadores

Coleções