Comunicação comunitário-alternativa na capital paulista: ferramenta de ressemantização de identidades?

dc.contributor.advisorFerreira, Ricardo Alexinon [UNESP]
dc.contributor.authorAlmeida, Luana Nascimento de [UNESP]
dc.contributor.institutionUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.date.accessioned2014-06-11T19:24:04Z
dc.date.available2014-06-11T19:24:04Z
dc.date.issued2011-10-20
dc.description.abstractEsta pesquisa tem como objetivo avaliar em que medida revistas comunitário-alternativas feitas por jovens da capital paulista podem contribuir para a ressignificação das auto-identidades desses personagens. O gênero comunitário-alternativo foi cunhado nessa dissertação, tendo em vista iniciativas de comunicação feitas por jovens moradores de periferias que buscam, por meio delas, elevar sua auto-estima. Tratar de representações sociais configura-se como relevante diante da globalização, que é responsável pela desestruturação de identidades de indivíduos em todo o mundo. Nesse sentido, jovens comunicadores têm se articulado em comunidades, imbuídos por ideologias, em busca de seus direitos de cidadania e reconhecimento social. A pesquisa também se configura como relevante porque esses atores sociais estão inseridos no contexto da América Latina, da hibridação cultural de Canclini. Assim, pontua-se como essencial avaliar o estado de empoderamento das mídias produzidas por esses jovens, para que eles possam avançar no jogo da convivência entre elementos da cultura dominante e da subordinada. Serão avaliadas à luz da análise de conteúdo de Bardin três revistas: Menisquência, Zong e Viraçãopt
dc.description.abstractThis research aims to measure how community-alternative magazines made by youngers from São Paulo city can contribute to rework the way that they see themselves. The community-alternative gender was created in this essay and it's related to communication iniciatives made by poor youngers that want to elevate their self steem. To study about social representation is important in this globalization context, which is characterized by the people identities disruption around the world. Therefore, communicators youngers has been articuling themselves in communities, with their ideologies, claiming their citizenship laws and social recognition. The research is relevant too because this social social actors live in Latin America, in Canclini's cultural hybridization context. So, it's important to examine these vehicles empowerment state produced by youngers, because, by this way, they'll be able to advance in the living together game between dominant culture elements and subordinated ones. We'll use content analysis from Bardin to examine three magazines: Menisquência, Zong and Viraçãoen
dc.description.sponsorshipUniversidade Estadual Paulista (UNESP)
dc.format.extent155 f. : il.
dc.identifier.aleph000704626
dc.identifier.capes33004056081P4
dc.identifier.citationALMEIDA, Luana Nascimento de. Comunicação comunitário-alternativa na capital paulista: ferramenta de ressemantização de identidades?. 2011. 155 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, 2011.
dc.identifier.filealmeida_ln_me_bauru.pdf
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11449/89486
dc.language.isopor
dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (Unesp)
dc.rights.accessRightsAcesso aberto
dc.sourceAleph
dc.subjectComunicaçãopt
dc.subjectPeriódicospt
dc.subjectJovenspt
dc.subjectIdentidadept
dc.subjectPublicações da imprensa alternativapt
dc.subjectCommunicationpt
dc.subjectPeriodicalspt
dc.subjectYoung adultspt
dc.subjectIdentitypt
dc.subjectUnderground press publicationspt
dc.titleComunicação comunitário-alternativa na capital paulista: ferramenta de ressemantização de identidades?pt
dc.typeDissertação de mestrado
unesp.campusUniversidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Arquitetura, Artes, Comunicação e Design, Baurupt
unesp.graduateProgramComunicação - FAACpt
unesp.knowledgeAreaComunicação midiáticapt

Arquivos

Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
almeida_ln_me_bauru.pdf
Tamanho:
2.38 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format